5 Ferramentas Online Para Saber O Que O Visitante Quer Na Sua Loja Virtual

ferramentas online para lojas virtuais vender mais
Ferramentas na internet para compreender o comportamento dos visitantes da sua loja virtual


Você tem uma loja virtual e o objetivo dela é atrair visitantes interessados em comprar seus produtos certo? Mas assim como no mundo real, para que isso aconteça, é preciso que você saiba o que o cliente quer e assim poder oferecer o produto certo a ele. 

E mesmo que você tenha um nicho bem definido e considerado questões importantes na hora deconstruir seu ecommerce, pode não estar realizando tantas vendas quanto esperava.

Isso pode estar acontecendo porque você não consegue compreender as intenções e comportamento do seu visitante ao chegar à sua loja virtual. Qual palavra chave ele pesquisou para cair de para quedas em sua loja? Em qual página ele “pousou” primeiro? Qual página (ou parte dela) atraiu mais seu interesse? 

Saber essas e outras informações permitirá que você tome as medidas que lhe ajudarão a oferecer o que o visitante quer, mas ainda não encontrou em sua loja, e assim levar suas vendas ao nível que você tanto deseja. E as 5 ferramentas à seguir ajudarão você nisso.

Hotjar

hotjar ferramenta de analytics otimização da conversão
Hotjar

Com esta incrível ferramenta, você pode literalmente ver o que o visitante faz em seu site. A Hotjar oferece as funções de gravação de acessos, heatmap (mapa de calor) e criação de formulários para fins como enquetes, pesquisa de opinião e outros.

O funcionamento é simples e você pode usar a versão gratuita que já poderá lhe dar informações valiosíssimas sobre seus visitantes.

Por exemplo, com a função de gravação, você poderá visualizar em vídeo quais ações (cliques, rolagem da página) um visitante faz em determinada página da sua loja virtual. E isso vale para a maioria dos navegadores e principais dispositivos: computadores, tablets e smartphones. 

Veja no exemplo abaixo uma gravação do acesso de um visitante do Brasil em três páginas do blog, realizada em um computador, com o navegador Google Chrome no sistema operacional Windows:

Bacana não é? Para usar esse recurso basta, após o cadastro, adicionar a URL da sua loja virtual. No modo free você poderá realizar até 300 gravações. Agora observe essa imagem:

hotjar heatmap mapa de calor análise de página
Heatmap de uma das postagens do blog

Esse é o heatmap desta postagem. É um artigo que de uns tempos para cá teve um grande aumento nos acessos e através do mapa fiquei sabendo os tópicos que mais interessavam os visitantes

Note que as áreas mais “quentes” são aquelas em vermelho. Onde as pessoas clicam mais e também dedicam mais tempo lendo. Você pode adicionar até 3 páginas para mapear no modo gratuito.

Você conseguirá muita informação sobre seus visitantes apenas com essa ferramenta! E caso o modo free não seja o suficiente, considere avaliar, de acordo com suas necessidades se valerá apena contratar um dos planos do Hotjar.

Google Webmasters

Essa aqui você já deve conhecer não é? Afinal, todo webmaster que se preze e queira seu site aparecendo na Google, tem de saber trabalhar com a Google Webmasters (ou Google Search Console).

Assumindo que sua loja virtual já esteja adicionada nesta ferramenta, você poderá identificar na página Consultas de Pesquisa ou na mais nova versão Análise de Pesquisa, que oferece informações mais detalhadas, as palavras chave mais bem sucedidas do seu site.

Desse modo será possível acompanhar se a palavra chave desejada para determinado produto está caindo ou subindo nas posições dos resultados de pesquisa.

Além do mais, é importante ficar de olho na relação impressão e quantidade de cliques (CTR), ou seja, a quantidade X de cliques que foi dada para a quantidade X de impressões em uma das páginas do seu site. Veja o exemplo:

google webmasters relatório consultas de pesquisa

Como você viu, embora a palavra chave "vendas pela internet"  tenha 2.194 impressões e esteja ranqueada na posição 6,7, que corresponde a 1ª página dos resultados de pesquisa (explicarei isso melhor no final desse tópico), a quantidade de pessoas acessando essa página é muito pouca; apenas 52 cliques, ou um CTR (taxa de cliques) de 2%.

Por que isso acontece? As primeiras coisas a se pensar são:

1 - Mesmo na primeira página ela esteja em um nível abaixo dos seus concorrentes e os visitantes darão preferência a abrir as páginas que estão acima da dobra (parte da página que pode ser visualizada sem precisar rolar para baixo).

2 - O título não está tão atraente quanto o das outras postagens, fazendo o interesse dos visitantes cair.

Daí vem a fundamental importância de construir um bom headline. É claro que há outros fatores a serem considerados que você irá descobrir ao analisar cuidadosamente os relatórios de palavras chave na Google Webmasters.

Nota explicativa: de acordo com a Google, uma página que está ranqueada na posição 8,0 em um relatório, significa que na verdade ela está na primeira página. Porém para estar no topo, a página deve conseguir ser ranqueada na posição 1,0.

Portanto, o exemplo que você viu na imagem desse tópico significa que a postagem está na primeira página, mas listada na sexta (com um alto risco de cair para a sétima) posição da lista de resultados da primeira página.

Fato curioso: depois de um tempo usando a Google Webmasters, notei que mesmo que você consiga a décima posição para determinada palavra chave, ainda significará a primeira página.

Google Analytics

E aqui está outra conhecida nossa. E com muito mais a oferecer! Vou apresentar aqui os pontos que considero de destaque em relação ao saber através do Google Analytics, o que o visitante faz em um site:

Pesquisa interna - se você habilitou a caixa de pesquisa em sua loja virtual e ela já esteja adicionada na Google Analytics, faça o seguinte: entre em sua conta e na página seguinte, clique na opção Administrador (lá no topo). Depois na parte "Vista da Propriedade", clique em Visualizar configurações.


google analytics visualizar configurações

Na próxima página, na parte inferior em "Configurações de pesquisa no site", ative a opção Acompanhamento de pesquisa no site, defina os parâmetros de pesquisa e salve as alterações. E a partir daí as pesquisas internas realizadas pelos visitantes em sua loja virtual monitoradas pelo Analytics.

Para saber mais sobre configurações de pesquisa interna no site, acesse essa página de ajuda da Google 

Com isso, a ferramenta irá lhe mostrar periodicamente um relatório das palavras chave que as pessoas usam dentro da sua loja através da caixa de pesquisa. E isso irá lhe ajudar a saber o que elas estão buscando e as vezes (ou nunca) encontram.

Página de entrada - é a primeira página do seu site que um visitante acessa através de determinada palavra chave que ele pesquisou. Na maioria dos casos essa página é a home. Essa informação ajudará você a saber quais as páginas estão trazendo mais visitantes para conhecer sua loja.

Página de saída - a última página visualizada por um visitante ante de ele ir embora do site. Por meio de comparações com as páginas de entrada, será possível identificar se o visitante visualiza ou não outras páginas antes de sair do site. Assim fica mais claro de ver se ele teve interesse em algo antes de sair.

Tempo de visualização - como o nome já explica, é o tempo médio que um visitante leva em determinada página. Fator de primeira importância que a Google considera na hora de definir a posição de uma página nos resultados.

Taxa de rejeição - é a medida usada para identificar o nível de pessoas que acessam um site e o abandonam para não mais voltar principalmente por não terem encontrado o que buscavam ou por causa da demora no carregamento da página. Esse fator também é de grande importância para a Google para definir o posicionamento de uma página nos resultados.

Desse modo, quanto mais as páginas do seu site tiverem o que os visitantes estão procurando, mais tempo eles passarão acessando e com certeza retornarão querendo mais e isso contribuirá para a redução da taxa de rejeição e melhora nas posições dos resultados de busca.


Artigo relacionado: 18 técnicas de SEO para lojas virtuais


PoolSnack ou Hotjar (enquete) 


A ferramenta PoolSnack é dedicada principal criação de enquetes, que poderão fornecer dados importantes sobre o perfil dos visitantes. Porém como estamos falando de uma loja virtual esse recurso deve ser usado com cautela. 

Então a sugestão é configurá-la não para todas as páginas, mas para páginas estratégicas como a homepage ou a de uma categoria em especial de produto.

Você já deve ter notado que eu uso esse recurso aqui no blog não é? No meu caso eu optei pela Hotjar que atende bem as minhas necessidades.


Apenas com a enquete eu fui capaz de identificar que boa parte do meu público se divide em pessoas que ainda não trabalham com vendas na internet (maioria) e aquelas que trabalham.

É claro que essas duas ferramentas podem não ser compatíveis com a plataforma da sua loja virtual. Mas fazendo uma boa pesquisa você poderá encontrar a perfeita para seu site.

Blog

De que forma um blog pode ajudar você a entender como um visitante se comporta em relação à sua loja virtual? Primeiro devemos lembrar que não é nada fácil criar conteúdos para as páginas dos produtos, visto que as informações que elas precisam são nome, preço, uma descrição convincente e informações técnicas. 

Esse é um dos motivos pelo qual é mais difícil de ranquear uma loja virtual em uma boa posição nas pesquisas.

Mas quando você tem um blog dedicado à sua loja virtual, é possível criar muito mais conteúdo que irão levar os visitantes às páginas dos produtos de sua loja. E dependendo do nível de qualidade dos artigos do blog, os visitantes irão parar em sua loja com uma intenção de compra praticamente definitiva.

E usando o auxílio de ferramentas como a Google Analytics, Hotjar, e Google Webmasters, você irá descobrir quais as postagens do blog estão direcionando mais tráfego para sua loja virtual ao mesmo tempo em que identifica os produtos que mais interessam os visitantes online, quais posts estão convertendo mais vendas e quais palavras chave estão saindo melhor.


Conclusão

Compreender o comportamento dos seus clientes em potencial pode ser o que está faltando para aumentar o número de vendas da sua loja virtual. E como nesse modelo de loja não há a vantagem de lidar diretamente com o cliente para conhecer seu perfil e necessidades na hora, podem surgir mais dificuldades para realizar vendas. 

Leia Mais ►

7 Ideias Para Ganhar Dinheiro Online E Offline Com Uma Câmera Digital

ideias como ganhar dinheiro pela internet com fotos vídeos
7 ideias criativas para ganhar dinheiro na internet ou offline com sua câmera digital


Veja 7 ideias para tirar proveito de sua câmera digital e ganhar dinheiro pela internet ou mesmo offline com ela e até quem sabe despertar um talento que você não sabia que tinha.


Você tem uma câmera digital e curte fazer todo tipo de fotos e vídeos com ela? Então porque não usá-la para fazer um bom dinheiro também?

Tanto na internet ou no mundo real há oportunidades para conseguir uma boa grana com o que você produz com sua câmera sem precisar ser um grande profissional de fotografia ou filmagem.

É claro que serão necessárias outras ferramentas de apoio para deixar o negócio pronto, porém em todos os casos a câmera digital será o recurso principal. Confira as ideias:

1 - Venda de fotos na internet

Atualmente é possível vender fotos de todos os tipos na internet. Há centenas de sites onde você pode criar uma conta e fazer o upload de suas fotos para que pessoas interessadas possam compra-las. Imagine que você fez aquela viagem e tirou lindas fotos de paisagens únicas.

Sabia que muita gente pode estar interessada nessas imagens e estão dispostas pagar bem por elas?

Para saber mais como você pode ganhar dinheiro pela internet vendendo fotos veja nosso artigo super completo com os 14 melhores sites para vender imagens online.

2 - Fotógrafo freelancer

Ao ler fotógrafo você pode ter pensado: “eu não sou fotógrafo então não dá!”. Vai por mim, mesmo não sendo um fotógrafo profissional, você será capaz de oferecer seus serviços de fotografia na internet.

Já ouviu falar de sites freelancer? Tem muitos por aí e aqui no blog há um onde eu mostro o melhores para você oferecer seus serviços como freelancer na internet.

E em todos os sites há pessoas procurando alguém para tirar fotos para diversos fins e claro, pagando por elas. Alguns exemplos são:

  • Fotos otimizadas de produtos para lojas virtuais
  • Fotos para banners
  • Fotos para ilustrações de revistas
  • Fotos para capas de livros e outros
  • Fotografias para impressões diversas como camisas, capas de celulares, adesivos, etc.

Como eu já disse, você não precisa ser um profissional renomado de fotografia, mas para ter um melhor resultado, busque aprender pelo menos o básico. Vídeos no Youtube irão lhe ajudar e muito. 

Há um monte de material bacana lá e você pode aprender de graça técnicas de fotografia para tirar excelentes fotos. E também como editá-las para deixar a foto ainda mais atraente e corrigir falhas.

Até mesmo nos blogs você pode encontrar diversas dicas simples que poderão ser usadas para tratar as fotos que você vai tirar para seus futuros clientes. Por exemplo, aqui você pode ver como em alguns passos a iluminação de uma foto pode ser melhorada no Photoshop.

3 - Minicurso de fotografia

ganhar dinheiro pela internet com curso online de fotografia
Use sua câmera e conhecimentos em fotografia para ganhar dinheiro oferecendo um curso online ou offline

Se além de ter uma câmera, você também já tem conhecimentos avançados de fotografia então que tal ganhar dinheiro com seu conhecimento ensinando outras pessoas a se tornarem fotógrafas? Nesse caso você pode fazer tanto na internet ou fora dela.

Na internet, você pode criar um site oferecendo um curso de fotografia.

Atualmente existem ferramentas na internet que permitem a criação de conteúdo que se torna acessível apenas após a realização de um pagamento.

Você já deve ter visto alguma coisa parecida em uma dessas páginas onde é apresentado um curso, produto ou serviço onde no final há as informações de pagamento e um botão de compra. 

Essas ferramentas também permitirão que você hospede os vídeos que você montou com sua câmera para o curso de modo que eles estarão disponíveis online após a realização do pagamento.

Se preferir, você não precisa fazer um site e começar esse tipo de experiência usando um serviço como Udemy. Você pode criar seu curso online nessa plataforma e compartilhar a página dele através das redes sociais e fóruns. 

Com sua câmera você pode fazer os vídeos e usá-la como modelo para as aulas. 

Crie módulos separando os assuntos para que as pessoas possam aprender o máximo: preparação da câmera, configurações, preparação do local para as fotos, iluminação, processo de edição e tratamento das fotos, dicas para impressão, enfim.

Caso você ache complicado oferecer um curso de fotografia na internet então faça em sua casa mesmo. 

Se tiver um espaço disponível, monte um pequeno estúdio (caso ainda não tenha) onde lá você poderá dar aula para as pessoas. Ou se preferir, pode dar aulas particulares indo na casa delas.

Outra alternativa é montar todo o curso em vídeo e coloca-lo em um DVD. Capriche na produção do DVD para mostrar profissionalismo e comece a divulgar com os interessados.

4 - Filmando ou fotografando eventos

As vezes as despesas de um evento acabam estourando o orçamento e contratar um fotógrafo ou filmador acaba não sendo possível. E é aí que você entra!

Se você manda bem nas fotos ou vídeos e possui uma boa câmera que dê conta de cobrir um evento seja ele qual for, então porque não oferecer seus serviços por um preço mais em conta do que contratar um profissional?

ideias para ganhar dinheiro fotografar eventos
Ganhe dinheiro registrando eventos com sua câmera
Experimente começar nos arredores de onde você mora. De preferência com conhecidos. Faça um portfolio para mostrar o seu trabalho e crie um cartão de visitas para contato. 

Caso seus clientes também se interessem em ter as fotos impressas, você pode imprimi-las em uma empresa especializada em fotografia e adicionar o valor dessa despesa no preço final. Faça o mesmo se eles desejarem ter um álbum.

Para o caso dos vídeos se você domina a parte da edição, ótimo. Senão pague a alguém para fazê-lo e entregue os vídeos em um DVD bem produzido, com um capa bacana, etc.

Lembre de adicionar todas as despesas no preço final, mas lembre-se também de que esse preço tem que ser mais em conta do que o de um serviço profissional de fotografia ou filmagem.

5 - Vídeos no Youtube

Com certeza você já deve ter ouvido falar de como tem um monte de gente ganhando dinheiro com vídeos no Youtube. Há aqueles que vivem unicamente da renda desses vídeos e um pequeno grupo de felizardos que consegue fica rico dessa forma. 

ganhar dinheiro online com câmera digital videos youtube
Transforme seus vídeos em uma fonte de renda no Youtube!
Bem, você pode até não enricar ou sequer ganhar dinheiro suficiente para viver de vídeos no Youtube, mas é possível conseguir fazer dinheiro de uma forma que pode ser bem divertida dependendo do tipo de vídeo que você produzir. 

E as principais ferramentas para tal serão você, sua câmera e a internet.

Mas como o Youtube lhe pagará pelos vídeos que você produzir? Primeiro, uma das alternativas mais populares (ou a mais popular creio eu): o Google AdSense

Se tornando um parceiro do Youtube permitirá que você ganhe dinheiro por cada clique que as pessoas deem nos anúncios que aparecem no começo dos seus vídeos ou a cada mil visualizações únicas.

Mas além do Google Adsense, há outras empresas que você pode se afiliar para ganhar dinheiro com seus vídeos através dos Youtube.

E sabe o que é legal? É que você não precisa se limitar apenas a Youtube para adicionar seus vídeos. Que tal um blog também? Tipo se você tem um canal de vídeos de culinária ou esportes, faz um blog sobre o assunto, crie diversas postagens bacanas e coloque seus vídeos nessas postagens também (sempre que for conveniente). 

E com esse blog e as redes sociais você pode convidar mais pessoas a participar do canal. O que resultará em mais compartilhamentos, mais visualizações e mais dinheiro no seu bolso.

Para garantir vídeos de qualidade, leve em consideração o local em que for fazer as filmagens: iluminação, som, enfim.

O mesmo vale para a edição dos vídeos; dê um tratamento legal durante a edição, deixando o som e resolução na medida certa para o Youtube e tente adicionar vinhetas e efeitos que o deixem mais profissional. 

E se você não manda muito bem em edição peça ajuda a um amigo, contrate alguém ou use o próprio Youtube para aprender com as vídeoaulas como deixar seus vídeos de qualidade.

6 - Cursos online

Esse aqui é semelhante a ideia 3, porém com as seguintes diferenças: o curso pode ser sobre qualquer outro assunto que você domine ao invés de apenas fotografia. Então se domina mais a língua portuguesa e escrita do que fotografia, por que não lançar um curso online de redação? 

Há um público enorme procurando esse tipo de conteúdo principalmente para concursos públicos e Enem. E você pode até conhecer pessoas assim aí onde você mora. Por isso quando for começar, elas poderão ser seus primeiros clientes.

Outra diferença é que nesse caso o curso seria unicamente online. E como já comentei, há ótimas ferramentas para hospedar seus vídeos na internet em formato de curso online. Algumas que recomendo são:

Udemy

Kajabi

Edools

Stoodos

E lembrando só mais uma vez que após realizar as vídeo aulas, dê um belo tratamento de edição nelas principalmente em relação à qualidade de imagem e som.

No mais, se você conseguir adicionar vinhetas ou algum efeito interessante e útil para o cliente, melhor ainda.


7 - Blog

Se você é alguém que realmente ama tirar fotos de tudo um pouco e compartilhar com as pessoas na internet, então que tal fazer isso de uma forma mais profissional, divertida e no fim ganhar um dinheiro? Crie um blog de fotografias! 

Com ele você poderá compartilhar suas fotos de uma maneira muito melhor, pois você terá mais recursos.

Além disso, com um blog há a possibilidade de criar postagens otimizadas para conseguir os primeiros resultados nas pesquisas da Google e assim conseguir muitas visitas. 

E é justamente com essas visitas que você poderá ganhar dinheiro com suas fotos adicionando os anúncios do Google AdSense no blog.

Quanto mais fotos você tiver para postar no blog melhor. Mas seja criativo: não faça simplesmente uma postagem com um textozinho qualquer e uma foto. 

Crie postagens temáticas com fotos de paisagens, alguns de belas paisagens de lugares que você visitou, coloque frases de vários tipos nas fotos e disponibilize em alta qualidade para os visitantes baixarem e compartilharem em suas redes...

Quanto mais conteúdo de qualidade você tiver, mais pessoas irão à busca do seu blog. E é durante esse processo que parte dessas pessoas clicará nos anúncios que interessem a elas e você estará ganhando dinheiro online.

Lembra da dica do Youtube? Então, você pode mesclar ela com o blog e aumentar os seus ganhos com vídeos. Experimente!


Veja também:
Leia Mais ►