Mostrando postagens com marcador loja virtual. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador loja virtual. Mostrar todas as postagens

3 Razões De Sua Loja Virtual Estar Perdendo Visitas [+ soluções]

Imagine o seguinte cenário: você tem uma loja virtual e já conseguiu passar por aquela fase árdua de construir uma considerável quantidade de tráfego orgânico.


Está começando a ir bem nas vendas, ainda continua com algumas dificuldades aqui e ali, mas seu negócio online está dando frutos. E de repente...



como recuperar visitas de loja virtual
Sua loja virtual começa a perder visitas. E agora, como recuperar?


Isso mesmo.

O tráfego da sua loja virtual começa a cair de forma súbita e drasticamente, fazendo você pôr as mãos na cabeça enquanto se pergunta: "por que estou perdendo visitas?", ou algo assim.

Bem, a partir de agora, você verá 3 razões bem possíveis que estão sendo responsáveis pela queda de tráfego da sua loja virtual e a solução para cada um desses problemas para que você possa recuperar as visitas do seu site.

Isso mesmo, vou apresentar soluções e não apenas problemas. Pois se não fosse assim, ler esse artigo só valeria metade do tempo que você está dedicando a ele não concorda? Dito isso vamos em frente.

1 - Você está perdendo para a concorrência

Um dos fatores mais óbvios, mas mesmo assim ainda muito despercebido por lojistas online. Se você tem concorrentes então deve estar preparado para lidar com eles, principalmente se estiver atuando em um nicho muito concorrido, pois queda de tráfego pode ocorrer a qualquer momento.

Imagine por exemplo que sua loja virtual vende roupas. E uma das páginas que está na 1ª posição dos resultados, ranqueada para a palavra chave calça jeans, de repente perde posições. O que pode ter acontecido?

1 - Outras lojas virtuais que tem páginas ranqueadas para a mesma palavra chave que a sua começou a realizar campanhas bem sucedidas no Google Adwords.

2 - Sua concorrência conseguiu excelentes links de sites de grande autoridade apontando para a página, conseguindo assim um posicionamento melhor que o seu.

3 - Alguns dos seus concorrentes, investiram em um blog otimizado para a loja virtual deles, produzindo poderosos artigos que ajudaram a otimizar drasticamente a página dos produtos na qual está ranqueada aquela palavra chave que citei no exemplo.

4 - Seus concorrentes estão usando tão bem SEO para ecommerce que possivelmente você ainda não aplicou em sua loja e conseguiram fazer o buscador da Google dar mais atenção ao ecommerce deles do que ao seu.

Solução:


Se você ainda não fez nenhuma campanha de cliques pagos, utilizando serviços como Google AdWords ou Facebook Ads, então comece a pensar no assunto.

Sei que muitos acabam não optando por esse tipo de recurso para atrair clientes pelo custo de investimento que pode ser bem alto.

Mas se fizer um estudo aprofundado, poderá descobrir que há como colocar sua loja virtual na primeira página, ranqueando boas palavras chaves e sem gastar muito.

Para conhecer mais sobre o Google Adwords, clique aqui ou aqui para o Facebook Ads.

Sua loja virtual já tem um blog? Se sim, ótimo, senão comece a planejar um. Sério. Grandes nomes no ecommerce usam essa ferramenta e não é atoa.

Blogs são incríveis canalizadores de tráfego qualificado e vendas para lojas virtuais. Veja aqui os benefícios de você ter um blog para seu ecommerce.

Você tem feito SEO na sua loja virtual com a mesma eficiência do seu concorrente? Para garantir isso e até conseguir superá-lo, dê uma olhada em nossa série especial de SEO para ecommerce.

2 - Sua loja virtual pode ter sido penalizada pela Google

Você já deve ter ouvido falar das atualizações que ocorreram em alguns algoritmos da Google há algum tempo, no qual afetou um monte de sites pelo mundo todo.

Depois desse evento, ficou bem mais difícil conseguir boas posições nos resultados de pesquisa e os espetinhos que tiravam proveito unicamente de black hat SEO para chegar ao topo das pesquisas se deram mal.

Além disso, mesmo os webmasters que andam na linha podem acabar sendo penalizados por executar uma prática ilegal de SEO sem estar ciente disso. Um exemplo: o uso de textos âncora específicos demais nas páginas ou posts (caso a sua loja virtual tenha um blog).

Ou no pior dos casos seu site pode ter sido vítima de hackers e recebido um monte de spammy links.

Solução:


Algumas das práticas que a Google fica de olho quando vai monitorar um site em busca de atividades proibidas:

  • Compra de links;
  • Troca de links;
  • Spam excessivo em fóruns ou artigos de blogs.

Fique longe dessas práticas ao máximo!

Nada de comentar em vários fóruns ou posts de blogs só para deixar o link da sua loja virtual, comprar ou trocar links para melhorar o rank nos resultados entre outras práticas do tipo.

Com certeza isso irá desagradar a Google e seu site será penalizado sem dó.

Já no caso de seu site ter sido hackeado, um tipo de ataque muito comum é o de envio de vários spammy links apontando para seu site, e ele acaba sendo penalizado por causa disso.

Nesse caso você pode tentar remover manualmente esses links usando a ferramenta Google Disavow Links Tool.

Para isso primeiro vá ao Google Search Tool clicando aqui.

Depois selecione o site no qual você quer remover os links spam.

Na página seguinte, à esquerda, clique no menu Tráfego de pesquisa, seguida da opção links para seu site.

Na próxima página, clique no link "Mais", que fica no final da lista "Maior quantidade de links".

E agora vem a parte que pode ser a mais trabalhosa de todo o processo: selecionar os links apontando para seu site que serão removidos.

Você pode baixar os links em uma planilha, clicando em Fazer download dessa tabela. Porém, a lista que você irá criar tem de ser no formato .txt (para isso use o bom e velho bloco de notas).

Uma vez que sua lista estiver pronta, salve-a. Depois clique aqui para acessar a ferramenta Disavow Links Tool e escolha o domínio.

remover links spam de site recuperar visitas de loja virtual
Escolha o site no qual você quer remover os links spam e
clique em Rejeitar Links

Na próxima página, clique novamente em Rejeitas links. E na página seguinte clique em Escolher arquivo, faça o upload do arquivo contendo a lista de links spams que você criou. Por último, clique em Enviar.
Rejeitar links spam recuperar tráfego de loja virtual
Cuidado ao usar essa ferramenta. Use-a com atenção para não enviar um link importante
acidentalmente e acabar piorando a situação do seu site.


Pronto! Assim, todos os links indesejados apontando para seu site, serão reportados para a Google.

Aqui está um vídeo (em inglês) onde o próprio Mat Cutts fala com detalhes sobre a Google Disavow Links Tool. Vale a pena dar uma conferida no vídeo para assim usar a ferramenta com mais segurança.

3 - Links quebrados que apontavam para seu site

Pense aí: você tem um ecommerce de tênis. E depois de um tempo conhece um blogueiro fanático por tênis que fala de tudo um pouco sobre o assunto no blog dele. E esse blog é super acessado.

Digamos que você conseguiu fazer um parceria com ele, e naquela postagem que fala do tênis da marca "Best Feet", ele pôs um link apontando para a página desse mesmo tênis que você está vendendo em sua loja.

Isso rende para você um belo tráfego e pessoas comprando o tal tênis.

Só que em um dia não tão belo, por alguma razão, o post sobre o tênis foi excluído do blog, ou pior, todo o blog foi excluído ou hackeado, enfim. E o blogueiro esqueceu de te contar.

O que vai acontecer? Suas visitas vão cair claro! E com isso as vendas do tênis "Best Feet" também. E no começo você vai suar a camisa para saber porque do nada seu tráfego começou a cair.

Solução:


Quando ocorrer esse tipo de situação, use uma ferramenta que faça uma verificação em todo seu site para encontrar possíveis links quebrados. A Broken Link Cheker é uma boa opção.

Se o caso do link quebrado for de uma situação como a do exemplo acima, você pode falar com o dono do site para que remova o link quebrado apontando para sua loja virtual. E se possível obtenha um de outro post.

Outra situação que pode ocorrer é o link quebrado ser da sua própria loja virtual.

Daí alguém que está navegando entre as páginas do seu ecommerce, de repente clica no link para a página do produto que estava procurando e este não funciona. Resultado: bye bye venda.

E isso também fará com que a taxa de rejeição do seu site aumente e consequentemente, perca posições preciosas nos buscadores.

Se o produto em questão não estiver disponível em sua loja no momento, use técnicas para convencer o cliente a permanecer nela e se interessar em outros produtos similares.

Isso aumentará o tempo de acesso em seu site e isso é muito bom para os rankings de busca.

Portanto mesmo que você não chegue a vender, não terá um aumento na taxa de rejeição e terá uma melhora no tráfego.

Concluindo

Você acabou de ver três motivos que podem levar as visitas da sua loja virtual a caírem repentinamente. E embora existam outras causas, coisas assim não são difíceis de acontecer. 

Portanto, é sempre bom ficar de olho e monitorar regularmente sua loja virtual, usando ferramentas como Google Analytics, Google Search Tool, e buscar estar sempre por dentro das mudanças que ocorrem nos algoritmos da Google. 


Veja também:

Leia Mais ►

Como Montar e Personalizar Uma Loja Virtual na UOL Host

Vamos ver agora nesse tutorial bem explicadinho como montar uma loja virtual passo a passo, na plataforma UOL Host e deixá-la pronta para começar a vender seus produtos na internet.

Mas antes, aqui vai uma dica super importante: caso você esteja pensando em montar sua loja virtual assim do nada, sugiro que antes veja 9 coisas importantíssimas que devem ser planejadas antes de colocar seus produtos para vender online.

Pois assim você diminuirá (e muito!) os riscos de seu negócio ter grandes prejuízos logo no começo.

Nota: se você já tiver providenciado pelo menos parte das 9 coisas citadas no link acima, a criação será mais rápida. Algumas dessas coisas são:
  • Palavras chave definidas (para nome da loja, descrição dos produtos, nomes das fotos e outros textos)
  • Nome da loja
  • Fotos dos produtos
  • Outras imagens (ícone, capa, logotipo, etc)
  • Descrição dos produtos

Outra coisa: para o caso de você estar montando uma loja virtual de roupas, e ainda estiver adquirindo produtos para seu estoque, veja onde você pode comprar roupas novas, ou usadas por ótimos preços para revender na sua loja.

Mas, se você já organizou tudo, está com os produtos no estoque e chegou na etapa decisiva para criar sua loja online e começar a vender, então vamos direto ao ponto e ver como ter sua loja virtual na UOL Host!
como montar uma loja virtual de roupas passo a passo
Como montar uma loja virtual na plataforma UOL Host

Montando sua loja virtual: primeiros passos

Antes de tudo você precisa escolher um dos planos disponíveis na UOL Host para montar sua loja. Se está começando, este plano é o ideal para você.

Ao escolher o plano você irá para uma página onde adicionará seu email e logo depois criará um cadastro no site para depois escolher a forma de pagamento.
cadastro montar uma loja virtual uol host
Digite seu email principal e clique em 'Continuar' para concluir seu cadastro no site
Depois de se cadastrar, realizar o pagamento e este for confirmado, você terá o link de acesso para começar a montar sua loja virtual. Na página inicial do painel administrativo você verá as seguintes informações:
UOL Host montar loja virtual

Clique em Começar agora. E a janela que você verá em seguida é:

criar uma loja virtual uol host

Clique em Prosseguir e na janela depois dessa em Começar agora.

começar-a-montar-uma-loja-virtual-de-roupas-na-uol-host


Agora clique em Começar.
iniciar-criação-de-loja-virtual-na-uol-host

A primeira coisa a ser feita é digitar o nome da sua loja. Como você ainda não adicionou o domínio próprio então ficará assim: nomedasualojavirtual.minhalojanauol.com.br. Depois do nome, vem o ícone da sua loja (que aparecerá no canto superior esquerdo da página).
montando uma loja virtual de roupas

É preciso ter muito cuidado para não escolher um arquivo grande. O ícone é pequeno então algo em torno de 64 pixels está bom. Se você mesmo souber criar um ícone, ótimo. Senão, peça ou contrate alguém para isso.

Ou você pode visitar esse site e pesquisar por um ícone relacionado à sua loja virtual, é possível baixar em diversos formatos, cores e tamanhos diferentes. Dê preferência ao formato PNG ou JPG.

Depois do ícone, escolha a cor padrão da sua loja. Cuidado na hora de escolher cores e não exagerar em cores muito diferentes. Prefira manter o padrão. Por exemplo: fundo branco e os outros detalhes com uma ou no máximo duas cores.

A etapa seguinte é adicionar seu primeiro produto. Insira todos os detalhes possíveis pois isso influenciará no SEO e consequentemente no posicionamento da página deste produto nos resultados de pesquisa. Veja o exemplo:
cadastrar produto  montar loja virtual de roupas

Note que "Camiseta Cavalera estampada preta" apresenta bastante informações sobre o produto. Fazendo isso em todos os que você irá vender, aumentará as chances de as pessoas encontrá-los na internet.

Adicione as informações de medidas também. Nesse caso é a medida da embalagem. E na hora de definir o peso, leve em consideração a embalagem.

Para adicionar a imagem do produto, faça o mesmo que fez para adicionar o ícone. E em seguida chegamos em um ponto importantíssimo: como trabalhar com as imagens da sua loja virtual

Tamanho da imagem, tamanho do arquivo, formato, cor de fundo, nome do arquivo da imagem são itens que se você não trabalhar direito, poderá fazer com que sua loja leve mais tempo para carregar e perca valiosas posições nos resultados de pesquisa da Google. 

E como eu sei que você não quer que isso aconteça, recomendo (muito!) que leia esse guia completo de otimização de imagens para lojas virtuais.

Agora vamos em frente. Depois de cadastrar seu primeiro produto, você verá a seguinte informação:
começar a vender  em uma loja virtual uol host

Acessando sua nova loja virtual

De fato, sua loja está pronta para começar a vender como diz ali na mensagem. Mas você só cadastrou um produto até agora lembra? E além de adicionar os restantes, preciso te mostrar outras coisas para fazer. Então, clique em Ir para o Painel da loja.

uol host montar loja virtual passo a passo

Você pode acessar normalmente o Painel Administrativo da sua loja virtual através desse link. E a imagem acima, é para você acessar o mesmo painel de uma maneira alternativa. Mas para isso será preciso criar um novo usuário.

Se você quiser, então faça assim: Acesse o Painel Administrativo normalmente. E na página de administração da sua loja virtual, clique em Administrar loja.

como montar loja virtual uol host


Na janela seguinte, na parte inferior esquerda clique em Configurações Gerais, depois em Usuários Administradores.
loja virtual uol host configurações gerais

Na janela de Administradores de loja virtual, clique em Criar novo, preencha os campos e clique em Cadastrar. Obs.: a senha tem de ser diferente da que você criou no primeiro cadastro lá no começo.

De volta à janela de Usuários Administradores, no novo usuário que você criou e clique em Detalhes. Na janela seguinte dê um clique em Liberar Acesso de Todos. Isso fará com que o novo usuário que você adicionou tenha acesso a todas as opções e configurações de sua loja virtual.

Hora de personalizar sua loja virtual

Veja agora em vídeo como customizar sua loja virtual e deixá-la com uma aparência de acordo com o tipo de produto que você pretende vender:


Cadastrando um novo produto na sua loja virtual

Vimos no começo como adicionar um produto na sua loja online, mas é preciso deixá-lo com o máximo de informação possível. Na página de administração, note que há três passos faltando. O primeiro é adicionar o resto dos produtos. Clique lá.

As informações iniciais dos produtos você já sabe, então vamos avançar um pouco para essa parte:
adicionar marca para os produtos da loja virtual

Para adicionar a marca e fornecedor é simples: clique em Criar nova marca, digite o nome depois em Cadastrar. O procedimento é o mesmo para o fornecedor, porém ao invés de Cadastrar você clica em Inserir.
criar marca e categorias de produtos na loja virtual uol host

Agora para categoria, você tem a opção de adicionar uma principal ou subcategoria. Por exemplo categoria Camisas e dentro desta, a subcategoria Camisas Femininas. Para ficar mais claro, o link para essa página na sua loja virtual ficaria assim:

www.nomedasualoja.com.br/produtos/camisas/camisas-femininas

Outra opção interessante no cadastro de produtos é a de exibir um certo produto na vitrine da sua loja por determinado período de tempo. Ideal por exemplo para destacar seus produtos que estão vendendo mais.

cadastrando produto loja virtual uol host

Agora que sabe como criar categorias, confira nesse passo a passo em vídeo como adicionar um produto à sua loja:



Domínio e email personalizado para sua loja virtual

E novamente, confira mais um vídeo dessa vez sobre como fazer para adicionar um domínio próprio e email personalizado em sua loja virtual:


Viu como é fácil montar uma loja virtual na UOL Host?

Com isso, seu projeto de começar a vender produtos na internet está a apenas alguns passos (ou cliques) de se tornar realidade! Mas caso você ainda não tenha se decidido totalmente clique aqui para conhecer as vantagens do plano da UOL Host.

E caso prefira deixar a UOL Host para um projeto futuro, veja aqui como você pode criar uma loja virtual totalmente de graça passo a passo.

Vou deixar também dicas especialmente para você que está começando seu negócio de vendas online.

Leia Mais ►

9 Coisas Para Você Fazer Antes De Montar Uma Loja Virtual

Você já está super empolgado para montar uma loja virtual toda sua não é?

Mas se você deu um pulinho aqui nesse artigo é porque quer ter certeza se está fazendo tudo direitinho antes de lançar oficialmente sua loja online.


Então veja agora quais são as 9 coisas que você precisa fazer antes de dar vida a sua loja.




montar uma loja virtual como começar
9 coisas que você precisa fazer ants mesmo de montar sua loja online


1 - Pesquisar a concorrência

A primeira coisa que você precisa fazer é pesquisar seus concorrentes. Dê uma olhada em lojas virtuais que estão vendendo os mesmos produtos (ou semelhantes) que você irá vender.

Reúna o máximo possível de informação e através dessas crie estratégias para combater sua concorrência. Compare os principais aspectos da sua loja com os dos seus concorrentes, analise de maneira realista e depois disso pergunte a si mesmo se ela é capaz de competir com as outras.

  • Em que ponto sua loja sairá na frente?
  • Preço? Qualidade?
  • Prazo de entrega?
  • Seus produtos estão bem definidos?
  • Suas estratégias para promover seus produtos são tão boas quanto ou melhores que as da concorrência?

Se você não for capaz de competir com eles então é melhor rever seu negócio ou sua loja virtual será uma grande perda de dinheiro. Estamos falando aqui de um dos passos mais importantes em todo o processo de lançamento do seu negócio!

Só lembrando que pesquisa de concorrência é uma das etapas da pesquisa de mercado que você mesmo pode fazer até online. Se quiser saber como dê uma lida nesse artigo.

2 - Planejamento do SEO

Ao contrário do que muitos pensam, SEO não é algo que você aplica em seu site durante o processo de criação, mas antes disso. As pesquisas de palavras chave devem ser feita antes mesmo de você pensar em “rascunhar” sua loja.

Nome da loja, páginas, descrição dos produtos e outras coisas vêm depois de sua pesquisa de SEO estiver pronta. A lista de produtos que você irá vender devem estar em sintonia com a pesquisa de palavras chave realizada.

Se essa tarefa é árdua para você considere contratar uma consultoria de SEO para ajudar você a identificar as principais palavras chaves a serem usadas em sua loja e os passos certos para ranqueá-las na primeira página dos buscadores.

Há também ferramentas como a Google Adwords  KeyWord PlannerSEMRush, Ubersuggest ou Market Samurai que serão grandes companheiras durante esse processo.

E claro que é preciso levar duas grandes coisas em consideração aqui: tempo e investimento. A otimização de um site para alcançar a primeira página é um processo de longo prazo. Por isso que é bom pensar em investir em campanhas de cliques pagos como a Google AdWords para resultados mais imediatos.

Baixe meu Ebook grátis Guia de SEO Para Sites de Ecommerce e veja como você pode tirar o melhor proveito da otimização de sites e deixar sua loja virtual no top 10 da Google.

3 - Imagens dos produtos

Prepare as imagens de todos os produtos que você irá adicionar em sua loja. Se for preciso tirar novas fotos desses produtos você vai querer que sejam além de bonitas, precisas e convincentes.

Então o que fazer? Se você tiver reservado parte do investimento para as imagens da loja, então contrate um fotógrafo. Mas caso isso não seja possível você mesmo pode fazer as fotos com uma câmera digital ou celular de boa resolução.

Há vários vídeos no Youtube ensinando como preparar o cenário e a câmera para garantir ótimas fotos dos produtos.

Além disso as fotos precisam ser otimizadas para ajudar a melhorar o posicionamento da sua loja nos resultados de pesquisa. Veja como você mesmo pode fazer isso nesse guia super completo.

4 - Descrição dos produtos

Não deixe isso para depois! Como você não tem ideia de quanto texto será preciso escrever, garanta que todas ou pelo menos quase todas as descrições dos produtos estejam prontas, pois isso influenciará na taxa de conversão e no ranqueamento da sua loja virtual nas páginas de busca.

As descrições funcionarão como agentes de venda em sua loja. Pois lá deverão estar todas as informações que os visitantes desejarão saber antes de tomar uma decisão em relação ao produto.

Portanto se você quer encantar e convencer os visitantes a comprar seu produto através de descrições irresistíveis dos seus produtos, clique aqui.

5 - Páginas de conteúdo

Não esqueça que cada loja virtual tem páginas estáticas que precisam de conteúdo também. Normalmente elas são a “Sobre”, “Contato”, “Perguntas frequentes”, “Política de troca/devolução”, etc. Fazendo isso você estrá alimentando sua loja com mais conteúdo e o SEO agradece.

Por isso que é importante ter esse tipo de informação já escrito para quando você estiver montando a loja não precisar ficar pensando no que escrever nessas páginas. Assim como no caso da descrição.

6 - Blog dedicado à sua loja virtual

Isso mesmo, um blog! Se você realmente quer pessoas com intenção de compra visitando sua loja o quanto antes, ter um blog com artigos otimizados e com links apontando para as páginas dos produtos fará com que mais pessoas conheçam sua loja virtual.

Mesmo que sejam apenas algumas postagens, construa um blog com conteúdo relacionado aos produtos que você irá vender. Se bem que antes mesmo do blog é preciso já ter as postagens para quando você terminar de montá-lo, já ter algum conteúdo pronto para alimentá-lo.

Um exemplo: se você pretende vender roupas infantis, então porque não criar um blog com excelentes dicas para as mamães de primeira viagem cuidar bem de seus pequenos? Elas irão adorar.

E entre uma postagem e outra elas terão vontade de comprar um conjuntinho novo, ou acessório para a princesinha dela. E essa é a oportunidade de deixar ela saber que em sua loja ela encontrará isso e muito mais.

Quanto mais postagens otimizadas você fizer, mais tráfego e inscritos você conseguirá apenas com o blog.

Quer saber mais sobre os benefícios que essa incrível ferramenta pode trazer para sua loja virtual?clica aqui!

7 - Frete

Quais países você irá realizar entregas? Ou atuará unicamente no Brasil? Você irá oferecer frete grátis mediante alguma condição (para comprar acima de X valor, por exemplo)? E quanto isso irá custar a você? É preciso saber disso antes de definir o preço final do seu produto.

Além do mais, a plataforma que você irá usar para montar sua loja virtual oferece suporte e ferramentas para as questões relativas ao frete? Coisas como aplicações para cálculos de frete e valores exatos para serem mostrados para os clientes no checkout.

Pois se tem uma coisa que compradores online odeiam é não saber o tempo de entrega e preço do frete. Se você vai vender para fora então precisará verificar todos os regulamentos necessários para cada país que você for realizar uma entrega.

8 - Escolha sua plataforma cuidadosamente

Escolha uma plataforma de ecommerce que seja além de popular, com suporte e ferramentas eficientes e que ofereça uma grande variedade de belos designs e estilos para uma loja virtual.

Se você vai querer evitar contatos com códigos, linguagens de programação e coisas do tipo, plataformas como a Shopify, Prestashop (Cloud), UOL Host ou Loja Integrada é o que você precisa para ter sua loja pronta em pouco tempo com planos bem acessíveis para iniciar com uma boa quantidade de produtos.

Agora se você domina linguagens de programação, dê uma olhada na Wordpress com um dos plugins mais populares para ecommerce como o Jigshop ou WooCommerce, na Magento ou uma solução open source dedicada para ecommerce tipo a Open Cart.

Artigo Relacionado: Como montar uma loja virtual na plataforma UOL Host

9 - Newsletter

Uma das armas secretas do ecommerce são as newsletters. Quando você fizer uma venda, convide o cliente para se inscrever na newsletter da sua loja virtual. Em adição, garanta que tenha uma área de inscrição simples para ela na homepage ou topo da sidebar e fácil de ver.

E seu sistema de ecommerce permitir isso, incentive a inscrição com um pequeno cupom de desconto na primeira compra. Funciona bem.

Poucas coisas se comparam a isso. Sério! Pense bem: uma campanha de email marketing irá colocar você na caixa de entrada de seus inscritos e aí as oportunidades são muitas: oferecer cupons, ofertas especiais, anunciar novos produtos, além de ajudar seu público oferecendo informação útil.

Lembra do blog para sua loja virtual que falei no tópico 6? Não esqueça de capturar inscritos lá também. Adicione um formulário simples de inscrição no topo da sidebar e no final das postagens.

Das plataformas de email marketing que posso lhe indicar são: Mailchimp (uso e gosto muito!) Aweber ou Clickmail.

Prefira ter tudo configurado antes de sua loja ficar online. Afinal, se alguém visitar seu site e querer mais, eles irão se inscrever para não perder nada.

Na Shopify, por exemplo, depois de você montar uma loja virtual, há a opção de deixar uma "página em construção" com um formulário simples para as pessoas se inscreverem e receberem as novidades futuras.

Portanto, se eles se inscreverem, estarão na expectativa de em breve estar recebendo emails com novidades. Com essa estratégia você aumenta suas chances de ter vários inscritos antes mesmo de lançar sua loja, ansiosos pelo que ela irá oferecer futuramente.

Além disso, é importante também já ter um bom conteúdo preparado para eles quando a loja online estiver funcionando. Assim você irá atender às expetativas ou quem sabe superá-las, dependendo do conteúdo que você enviar regularmente.

Pronto para montar uma loja virtual de sucesso?


Então, como você vai contar para o mundo sobre sua mais nova loja virtual? Apenas um press release não será o bastante (embora seja recomendável você fazer). 

Você precisará de um plano mais robusto para atrair a atenção do máximo possível de pessoas logo de cara. Você pode fazer isso oferecendo um desconto em todo o site. Ou lançar algum tipo de sorteio. 

Tente construir uma comunidade engajada nas redes sociais da sua loja virtual antes do lançamento e compartilhe mensagens. Entre essas mensagens deixe seus seguidores sabendo o dia do lançamento da sua loja e o que eles vão encontrar de bom lá.

Uma vez que o grande dia chegar, certifique-se de que seu plano de lançamento seja consistente e leve em consideração cada lugar na qual você tenha uma presença online.

Veja também como você pode fazer sua primeira venda depois de montar sua loja virtual aqui e nesse artigo você pode descobrir como usar o Facebook para aumentar suas vendas.
Leia Mais ►

Como Vender Mais Pela Internet Aumentando A Taxa De Conversão

como vender mais pela internet taxa de conversão
Melhore a taxa de conversão para vender mais online

Aumentar a taxa de conversão da sua loja virtual resultará no aumento considerável de suas vendas. Mas o que é taxa de conversão? Em um contexto geral, as conversões são ações desejadas que um cliente executa em determinada página.

No caso das lojas virtuais, a conversão está relacionada principalmente a ação de um visitante realizar uma compra ou cadastro.

Claro que se estamos falando em conversões, é importante que ela seja acompanhada com uma ferramenta de SEO especializada em mensurar dados.

Assim é possível ter informações como quais as páginas estão convertendo mais, quantas foram realizadas em um dia, quanto a taxa de conversão aumentou no mês, ano, etc. Google Analytics é uma ótima ferramenta para tal.

Ok, agora vamos às dicas?

15 dicas práticas para aumentar as conversões da sua loja virtual

1 - Se todos estão competindo em preço, então mude de estratégia: seja competitivo no serviço, variedade de produtos e na agilidade de entrega.

2 - Remova todos os elementos que não são essenciais no processo de check-out. Tenha a página de check-out o mais simples possível.

3 - Adicione o número de telefone em cada passo do processo de check-out com uma mensagem convidando o cliente para ligar se ele precisar de ajuda.

4 - Mantenha sempre o nome do produto, preço e link de compra acima da dobra da página. Esses três itens devem estar sempre visíveis sem que o cliente precise rolar a página.

5 - Tenha uma lista de “produtos Recomendados” e “Outros que os clientes também compraram” com cada item.

6 - Ofereça imagens de qualidade do seu produto. Afinal, pessoas querem ver o que elas estão comprando. No ecommerce, ter imagens otimizadas pode ajudar e muito a aumentar suas vendas.

Mostre os produtos de ângulos diferentes, com a opção de zoom e sempre que for possível, use imagens de pessoas interagindo alegremente usando o produto que você vende.

7 - Nunca deixe um email sem responder por mais do que 48 horas, ou seus clientes lhe deixarão.

8 - Tenha um link de “Ajuda” muito bem visível, para que seus clientes tenham um lugar para ir se tiverem um problema.

9 - Faça com que a página de detalhes dos produtos responda o máximo possível de perguntas dos clientes.

10 - Tenha uma lista de produtos “Mais Vendidos” ou “Mais Populares” na sua página inicial.

11 - Esqueça o copiar/colar. Não vá apenas copiando as descrições do fabricante. tente dar a seus visitantes algo único e descritivo. Quanto mais criativa e atraente for a descrição do seu produto mais o visitante se interessará por ele.

12 - Considere oferecer descontos por tempo limitado. Destaque o quanto eles estarão economizando caso façam aquela compra, o tempo que resta até a oferta expirar (criar senso de urgência) e o número de pessoas (caso tenha) que já compraram o produto daquela oferta. Isso encorajará mais pessoas a comprar.

13 - Não desista dos clientes difíceis! Eles se tornam mais leais quando tratados corretamente e dados o tempo que eles merecem.

14 - Aqui está uma das razões pelo qual muitas pessoas preferem comprar online: avaliações de outras clientes que já compraram determinado produto.

Uma grande quantidade de compradores online recorrem a avaliações de produtos antes de dar continuidade ao processo de compra.

É uma ferramenta que tem uma forte influência na decisão. Portanto se você ainda não tem isso na sua loja, comece a reunir avaliações de seus clientes para mostrar.

15 - Embora seja óbvia a importância de ter uma loja virtual responsiva para aumentar as vendas, muitas ainda não adotaram esse modelo.

Se você faz parte do grupo que ainda não tem uma loja virtual com design responsivo, então procure o quanto antes implementar esse modelo em sua loja, pois até lá você estará perdendo em taxa de conversão para seus concorrentes que já são.

Concluindo

Na medida em que for colocando essas dicas em prática, você começará a notar a melhora da conversão em seu ecommerce e o aumento de suas vendas online.

Agora caso esteja interessado em outras técnicas que podem ajudar sua loja virtual a vender mais então de uma olhada na série especial 18 técnicas de SEO para lojas virtuais.
Leia Mais ►

7 Motivos Para Você Montar Uma Loja Virtual Shopify

montar uma loja virtual plataforma shopify
7 Motivos Para Você Montar Uma Loja Virtual Shopify

Você está decidido a vender seus produtos online mas ainda não sabe em qual plataforma de ecommerce irá montar uma loja virtual ? Já pensou na Shopify? É um sistema completo com belos temas, carrinho de compras, inventário, pagamentos e ferramentas de marketing.

Veja agora 7 motivos que irão lhe ajudar a decidir se a Shopify é ou não a plataforma que você estava procurando:

1 - Montar uma loja virtual shopify é super rápido e seguro

montar uma loja virtual

Um dos desafios em ter uma loja virtual é que há duas principais necessidades quando o assunto é hospedagem: agilidade e segurança para os casos dos processos com cartão de crédito.

Para cada décimo extra de segundo que um cliente espera para a página carregar é um tempo que ele facilmente pode desistir de sua loja e ir para a concorrente.

O fato é, que a maioria dos estudos mostra que pessoas vão esperar entre 3 a 5 segundos para um site carregar antes de desistir. E esse tempo pode ser até mais apertado nos casos de sites de ecommerce.

Por outro lado, você também precisa encaminhar os cartões de crédito de seus clientes através de camadas extras de segurança para permanecer compatível com PCI e processar os cartões.

Muitas lojas terceirizam pagamentos a um fornecedor de terceiros como o PayPal ou Google Wallet, mas essa conexão pode se tornar lenta se sua loja não estiver configurada direito.

Uma solução completa como a Shopify permite que você se livre desses problemas e preocupações com hackers e uma série de questões que estão ligadas a hospedagem de uma loja virtual.

montar loja virtual

Sem contar que em apenas alguns minutos você pode montar sua loja virtual e já colocar alguma coisa para vender. O processo de cadastro é rápido e você pode usar seu próprio domínio ou um subdomínio gratuito da Shopify. Além disso, sabia que você pode migrar uma loja virtual Magento, eBay e outras plataformas de ecommerce?

Lidar com pagamentos pode ser um sofrimento em muitos casos. A Shopify vai facilitar esse trabalho para você com toda segurança. Ela integra sem nenhuma dificuldade mais de 70 gateways de pagamento incluindo PayPal, entre outras empresas conhecidas.

E você pode vender para o mundo todo bastando escolher sua moeda e seu idioma de checkout para localizar sua loja para seus clientes.
vender pela internet com shopify brasil

2 - Rastreie pedidos com seu smartphone

Você pode rastrear pedidos, gerenciar inventário, e responder clientes de seu dispositivo móvel seja ele um iPhone ou Android.
shopify móvel

3 - Obtenha a ajuda dos experts

Os especialistas do Shopify podem lhe ajudar com design, desenvolvimento e marketing da sua loja virtual. Eles listam suas habilidades e preços através de um marketplace de contratação na própria Shopify. (Você poderia por exemplo, contratar um fotógrafo para conseguir imagens profissionais do produto em fundo branco.)

4 - Dê um upgrade em sua loja com um App

montar uma loja virtual shopify app store
A App Store da Shopify tem mais de 300 aplicativos de terceiros para fazer aquele upgrade na sua loja. Alguns dos Apps mais populares são Chimpfield (uma fácil integração com o Mailchimp), ShipStation (sistema de logística mais inteligente), e StitchLabs (gerenciamento de inventário e dados de vendas de produtos).

Alguns aplicativos são pagos enquanto outros gratuitos. Embora nem todos curtam ou tenham uma grande necessidade de fazer email marketing desfrutando dos recursos gratuitos do MailChimp (uma excelente ferramenta de email marketing) pode ser uma boa estratégia para usá-lo para conquistar novos clientes fiéis. Essa ferramenta integra perfeitamente em uma loja Shopify e é grátis.

Há também um API para você criar seu próprio App.

Outro grande destaque da loja de aplicativos Shopify é na categoria Social Media onde tem aplicativos para integrar sua loja virtual no Facebook. E de graça.

montar uma loja virtual shopify loja de aplicativos
Loja de aplicativos Shopify - Social Media

Com todo esse arsenal de aplicativos, você não terá de se preocupar em pagar um desenvolvedor toda vez que precisar adicionar um novo recurso em sua loja, porque possivelmente terá um disponível lá na App Store. Além de sair bem mais em conta e funcionar exatamente como prometido.

5 - Suporte e comunidade especializada

Shopify tem mais de 200 colaboradores, sendo a maioria deles da engenharia e suporte ao cliente para ajudar a manter sua loja funcionando sem problemas. Claro que você também pode enviar um email ou ligar para a equipe de suporte. Eles com certeza terão um representante bem provido de informações. 

Além disso você pode ter acesso fórum da comunidade para obter resposta a qualquer momento ou a uma documentação detalhada com informações essenciais além de dicas para o melhor gerenciamento da sua loja virtual.

6 - Marketing

De que adianta ter uma loja virtual se você não consegue mostrar a ninguém na internet? É aqui que entra o marketing. E isso a Shopify faz muito bem. Ela não oferece a ferramenta de marketing mais extraordinária do planeta (como parte do pacote principal – eles oferecem mais na App Store), mas eles incluem as ferramentas essenciais e garantem que elas sejam realmente eficientes.
montar uma loja virtual shopify seo marketing

Para campanhas de marketing (como emails, FacebookAdWords, etc.), Shopify permite que você crie de forma fácil e rápido landing pages, no qual é um dos fatores chave de diferenciação de outras plataformas.

Já no caso do SEO, Shopify cria códigos totalmente limpos e rastreáveis. É possível personalizar as tags Title e meta descrições – além de itens indispensáveis como o Webmasters Tools, Sitemaps, prevenção de problemas com conteúdo duplicado entre outros recursos que não podem faltar.

Então se você está preocupado em como irá promover suas vendas, a Shopify fornece ferramentas para promover sua loja e fazer com que as pessoas possam encontrar seus produtos:

Analytics para sua loja virtual

Banco de dados de clientes

Integração com email marketing

Blog para sua loja virtual

Gerenciamento de metadados em SEO

Códigos de desconto.

7 - Design

Para atender a um público cada vez mais exigente, uma boa plataforma de ecommerce precisa ter uma customização eficiente. Primeiro a loja virtual deve permitir que você a deixe com uma aparência que combine com o seu tipo de público. Segundo, quando for modificar ou fazer melhoras, as configurações desvem ser fáceis sem toda vez que precise contratar um designer ou programador para tal.

Um bom exemplo disso é a Wordpress: uma plataforma de blogs que funciona muito bem no ecommerce, possui uma centena de temas personalizados que você pode comprar e implementar. E ela vai além podendo até ser usada por um designer profissional para criar um site de altíssima qualidade.

E acredite ou não, tudo isso é possível também na Shopify. Ela possui seu próprio sistema de temas. Há uma boa variedade de temas gratuitos para você escolher, ou temas pagos feitos sob medida que podem ser adquiridos em seu marketplace. 

E a Shopify disponibiliza seus temas de modo que um desenvolvedor ou designer possa customizar e montar qualquer tipo de loja que você quiser. Seja ela de um pequeno nicho ou de um grande setor no mercado.

Para o caso de você estar começando, experimente iniciar com um tema gratuito e fazer um upgrade quando sentir necessidade.

Nos exemplos abaixo você pode conferir um tema gratuito que foi utilizado para montar uma loja virtual de joias.

shopify montar loja virtual
Shopify tema gratuito para loja virtual de joias

E aqui um tema pago usado na criação de uma loja virtual de ternos:

shopify montar uma loja virtual
Shopify tema pago para loja virtual de ternos

Bem, se você estava com dúvidas sobre montar ou não uma loja virtual na Shopify, creio que esse artigo tenha servido para acabar com elas. E então, que tal começar sua nova loja agora

Para o caso de você ter alguma dificuldade em montar sua loja virtual Shopify, veja como fazer passo a passo aqui.

E se você ainda não decidiu nenhum produto, veja essa lista de 5 produtos para vender bem online em qualquer época.
Leia Mais ►

10 Considerações Importantes Sobre Montar Uma Loja Vitual

desenvolvimento de loja virtual cuidados no desenvolvimento de lojas virtuais
Montar uma loja virtual - 10 considerações sobre o desenvolvimento de lojas online


Nessas 10 dicas de desenvolvimento de lojas virtuais você verá os principais cuidados a serem tomados antes de colocar sua loja online no ar e iniciar bem o seu negócio na internet.

Montar uma loja virtual pode ser um grande desafio para pequenas empresas, empreendedores ou qualquer um que está dando os primeiros passos no setor de vendas online.

Mesmo hoje, com tantos recursos, ferramentas e “truques de mágica” criados para facilitar nosso trabalho na montagem de uma virtual, há algumas questões a serem levadas em conta antes de ir dando os primeiros cliques.

Vejamos agora 10 destas questões na qual acredito estarem entre as mais importantes:

Como começar a montar uma loja virtual

Se você não pode se permitir de contratar alguém para montar uma loja virtual personalizada, não se preocupe.

Há várias plataformas de ecommerce que podem lhe ajudar a criar uma rápido.
Graças a elas você estará livre do fardo de lidar com a programação, hospedagem, fazer manutenção, entre outras tarefas mais exigentes.

Plataformas como Shopify, Loja Integrada, UOL Host ou Prestashop, permitem que você desenvolva todo o visual, estilo e funcionalidade de sua loja virtual com facilidade.

Elas também permitem que você faça coisas como o upload do catálogo dos seus produtos, configurar o carrinho de compra, aceitar os pagamentos com segurança e lidar com os pedidos.
Sem contar que esses serviços hospedam de forma segura sua loja virtual em seus próprios servidores.

Serviços de ecommerce como esses normalmente vão exigir de sua parte apenas alguns conhecimentos básicos. Por exemplo, com Shopify você pode escolher o layout de uma loja de um grande conjunto de modelos e personalizar fontes, cores, temas, tamanho da imagem dos produtos, etc. 

Além disso, usuários da Shopify podem fazer o upload de seus próprios logotipos da marca e planos de fundo. Os preços para esta e outras plataformas podem custar em torno de R$ 30,00 a $ 400,00 por mês, dependo da quantidade de produtos que você vende, a quantidade, tipos de serviços oferecidos e outros fatores.

Qual a melhor forma de personalizar o visual da loja virtual?

Nesse quesito, uma das prioridades é escolher a cor do plano de fundo e cores de destaque de maneira que complemente o logotipo do seu ecommerce.

A maioria dos modelos de design de sistemas de ecommerce vem com temas que não exigem conhecimento de HTML ou CSS para personalizar. Desse modo, torna-se relativamente fácil o upload e organização do logotipo, imagens dos produtos e adicionar slideshows, catálogos entre outros.

Qual tipo de sistema de pagamento deve ser usado?

Para começar, o Paypal pode ser a melhor pedida. Principalmente porque esse serviço é tão bem conhecido quanto seguro para aceitar pagamentos online.

Embora não haja nenhuma taxa de inscrição do serviço ou despesa mensal fixa para o serviço básico do Paypal, é importante saber que as taxas de venda devem ser observadas com cautela. As tarifas podem sair em média por 5,4% e 6,4% e mais uma taxa de R$ 0,60 por transação.

Por outro lado, ainda há muitos compradores na internet que preferem pagar online com seus próprios cartões ao invés de usar Paypal ou outros processadores de pagamentos. Você pode adquirir uma conta com cada empresa individual de cartão de crédito.

Muitas cobram taxas por transação que variam de R$ 0,40 a R$ 1,00 mais uma porcentagem do valor total da compra. Algumas também cobram taxas mensais ou anuais.

Como lidar com o atendimento ao cliente

Para responder às questões dos clientes de maneira eficiente, você pode escolher uma plataforma de ecommerce que lhe dê acesso a uma ferramenta confiável de gestão de relacionamento com o cliente. A maioria das plataformas de ecommerce oferecem esse recurso por um custo adicional entre R$ 40,00 e R$ 150,00 por mês.

Ferramentas desse tipo documentam, simplificam e estruturam as diversas maneiras dos vendedores online interagirem com os clientes em uma central, incluindo informação de contato com o cliente, compras recentes, reclamações e pedidos pendentes.

De que forma definir os custos do frete?

As vezes é mais fácil e correto deixar o custo do frete ser calculado de forma precisa (tanto para você quanto para o cliente) pela transportadora que você usa.

A maioria das transportadoras irá calcular os custos do frete gratuitamente e boa parte dos serviços de ecommerce permitirão que você integre esses custos na seção de checkout da sua loja virtual.

Por outro lado, você pode considerar oferecer frete grátis, pelo menos para os pedidos a partir de um determinado valor. Se seus concorrentes diretos oferecem frete grátis, é aconselhável você oferecer também, se as condições lhe permitirem.

A melhor forma de criar imagens e descrições dos produtos

Quanto mais real for a impressão que o cliente tiver do produto que está naquela foto, melhor. Não poupe esforços na tarefa de obter as imagens dos produtos. Por outro lado, você não precisa contratar um fotógrafo profissional para conseguir imagens de alta qualidade. Mas, ao menos uma boa câmera de 13-16 megapixels seria muito bem vinda.

O cuidado com a iluminação também é fundamental. Quanto melhor for o cenário e iluminação para você fotografar os produtos, mais atraentes serão suas fotos.

Uma boa descrição do produto deve ser clara, embora rica nos detalhes mais importantes, o bastante para atrair o interesse dos clientes. Usar adjetivos atraentes e frases que provocam uma emoção quando alguém lê sua descrição é uma ótima estratégia. Claro, sempre evitando os excessos. 

Você pode incluir também as utilidades, medidas e outras características importantes que definam bem o produto.

Avaliações dos clientes e compartilhamentos sociais. Permitir ou não?

Dar aos clientes a possibilidade de comentar sobre os produtos e classificá-los pode ajudar a aumentar a confiança de sua loja. Avaliações positivas e compartilhamentos em redes sociais podem levar a mais vendas, mas também há o risco de comentários negativos.

A maioria de serviços de ecommerce oferecem opções de avaliações dos clientes e permite que você responda ou remova comentários indesejados.

Como começar a atrair compradores

Quando terminar de montar sua loja virtual e deixá-la funcional mostre-a ao mundo tanto online quanto offline. Colocar links no seu perfil social, assinatura de email é um bom começo. Crie páginas nas principais redes sociais para representar sua loja online.

Além disso, antes de montar sua loja virtual, escolha uma plataforma de ecommerce que permita uma boa utilização do SEO para o conteúdo da sua loja. Técnicas de SEO podem dar a sua loja online um ranking melhor nos resultados de pesquisa da Google, Bing e outros.

Qual a melhor forma de lidar com devoluções

Eventualmente, uma loja virtual precisará lidar um dia com itens devolvidos. Certifique-se que sua plataforma de ecommerce disponha de ferramentas integradas na qual permitam que você rapidamente reembolse os valores da compra, reponha o estoque e envie emails para os clientes sobre a situação da devolução.

Como medir o sucesso da loja virtual

Procure escolher uma plataforma de ecommece com um bom serviço gratuito de analytics. Recorra também ao próprio Google Analytics e outras ferramentas do tipo para ajudar a acompanhar o desempenho da sua loja virtual todo o tempo.


Elas poderão lhe dizer quantas pessoas estão visitando sua loja, onde elas moram e como lhe encontraram. Além do mais, podem também mostrar quais sites enviam mais tráfego para sua loja, quais produtos os clientes buscam e compram mais e com qual frequência.

Quer saber mais? Então veja:
Como vender produtos na internet usando uma loja virtual
Como vender produtos na internet com uma loja virtual no Facebook
Leia Mais ►

Como Montar Uma Loja Virtual Shopify

Saiba como montar uma loja virtual no Shopify, uma das melhores plataformas de ecommerce encontrada no mercado que até já foi falada aqui no blog e comece a vender seus produtos pela internet.

Pode ser que enquanto lê esse artigo, você deve estar se perguntando: "Quanto será que terei de pagar para montar uma loja virtual no Shopify?". Bem, a resposta é: para montar a loja, nada. Agora depois que os 14 dias de t de teste expirarem, se você quiser usar um domínio personalizado ou optar por um dos temas pagos, você terá que desembolsar um dinheiro.

Porém, como estamos falando de negócio não vejo problema nisso, visto que é preciso investimento, nem que seja o mínimo. E acredito que o custo benefício de investir em uma loja virtual na Shopify é satisfatório.

Algumas das vantagens de utilizar essa plataforma são:
Mais de 100 temas profissionais
Possibilidade de personalizar sua loja através da edição do HTML ou CSS
Inclui um carrinho de compras para comprar diretamente de dispositivos móveis
Possível usar seu próprio domínio em uma loja virtual Shopify ou comprar um direto na plataforma
E muito mais...

Como montar uma loja virtual: primeiros passos


Primeiro acesse esta página para definir o nome da sua nova loja virtual, depois insira o email e crie uma senha.
como montar uma loja virtual
Comece a montar sua loja virtual na Shopify

Depois clique em Crie já sua loja e você terá a próxima página com a pergunta: where wold you like to start selling today? (Onde você gostaria de começar a vender hoje?) e duas opções: Online Store e Retail Store or Pop up Shop.

A primeira é para você vender pela internet com uma loja virtual e a segunda, usar a plataforma do Shopify para vender em uma loja física. Escolha a primeira e clique em Next.
montar uma loja virtual Shopify Brasil


Agora, preencha formulário com os dados que lhe pedem e clique novamente em Next. A próxima tela (Tell us a little about yourself) há uma rápida pesquisa com quatro perguntas e suas respectivas respostas:

1 - Are you already selling? (Você já está vendendo?)

- Estou apenas brincando
- Eu ainda não comecei a vender produtos
- Eu já vendo, porém não online
- Eu já estou vendendo online usando um sistema diferente

2 - What you will sell? (O que você irá vender?). As respostas são:

- Produtos físicos
- Produtos digitais
- Serviços
- Vender via drop shipping
- Não tenho certeza

3 - What is the expected annual revenue of your business? (Qual é a receita anual esperada do seu negócio?)

- $0 a $250.000
- $250.000 a $500.000
- $500.000 a $750.000
- $750.000 a $1.000.000
- $1.000.000+

4 - Are you setting up a store for a client? - aqui ele pergunta se você está montando uma loja virtual para um cliente.

Depois é só clicar em Enter my store e pronto. Mas não acaba aqui! Continue lendo para saber como terminar de montar sua loja virtual cumprindo as etapas restantes.

Adicione produtos na sua loja virtual

Veja que na Dashboard de sua loja recém criada será preciso completar 3 passos. O primeiro é adicionar alguns produtos. Clique em Add product. A próxima tela é onde você irá adicionar as informações do produto. As primeiras informações são: nome do produto, descrição, tipo e o nome da empresa vendedora do produto.
adicionar produtos loja virtual shopify
Vale muito a pena trabalhar o SEO nessa parte. Use palavras chave relacionadas ao produto no Título, Descrição e outros campos. Só tenha cuidado para não exagerar e o texto acabar ficando com uma aparência estranha para o leitor ou pior: cometer black hat SEO sem querer e ser penalizado pela Google.

Tente fazer a descrição do seu produto não soar como aqueles textos chatos de bula de remédio. Faça o texto parecer agradável, atraente deixando claro o benefício encontrado naquele produto. Em alguns casos usar expressões engraçadas podem ser uma boa pedida.

A opção Charge taxes (cobrar impostos) está ativada. É interessante deixá-la desativada, pois assim você poderá definir um preço já incluindo as taxas, diferente de outros países como os EUA que a taxa é cobrada separadamente do valor.
informações do produto loja virtual shopify

Em Inventory policy você pode optar para que o Shopify rastreie seu inventário. Ao fazer isso, defina a quantidade de itens. Se você optar por permitir que a Shopify rastreie a quantidade de produtos do inventário, poderá decidir se continuará vendendo mesmo quando não tiver mais produto no estoque, marcando a opção Allow customers to purchase this item, even if it is no longer in stock.

Logo em seguida há a opção This product has multiple options. Isso é para o caso de seu produto ter outras opções do mesmo. Como diferentes cores e estilos. Use esse recurso de acordo com suas necessidades. Por exemplo, se você está vendendo um tênis da mesma marca porém em modelos diferentes, será preciso adicionar uma foto para cada modelo.

Seja cauteloso ao preencher os campos relacionados ao SEO. Outro campo além dos que já foram ditos aqui é o Tags. Nele você digitará as palavras chave relacionadas ao produto, separadas por vírgulas.

Não há um limite de quantas palavras chave que você poderá usar, porém evite entupir a página com tags desnecessárias. Busque sempre as mais relevantes para o produto e a página dele.

Termine de preencher os campos e clique Save product. Depois disso, caso deseje ver se ficou tudo certinho clique em View on your website.
montar loja virtual loja virtual de camisas na shopify

Personalizar o tema da loja

De volta à Dashboard, vamos ao segundo passo definindo o template (modelo) de sua loja virtual. Para isso clique em Edit theme (fica logo ao lado de Customize the look of your website). Na janela que surgir na parte esquerda, abaixo de Try a new theme, clique em Visit The Theme Store.
modificar tema na loja virtual shopify

Você tem a disposição uma grande variedade de modelos para sua loja virtual. Escolha o que melhor combinar com o que você irá vender. Vale destacar que há modelos pagos, gratuitos e separados por diversas categorias. Dependendo de sua necessidade, pode valer a pena considerar optar por um modelo pago.
temas de lojas virtuais shopify grátis
Temas de lojas virtuais Shopify gratuitos

Há também os modelos que são responsivos. Um fator que recentemente a Google passou a dar mais importância na hora de ranquear um site nos resultados de pesquisa.

Escolha um de sua preferência e clique em Get Theme na janelinha de visualização. Na próxima janela clique em Publish as my shop's theme. Agora clique em Go to your Theme Manager. Para dar uma personalizada no tema de sua loja. Na próxima página, no canto superior direito clique em Customize theme.

Nessa nova página, você pode personalizar o tema de sua loja de várias formas. Caso tenha um logotipo e queira adicionar à homepage por exemplo, clique na aba Header. Depois marque a opção Use custom logo? e por último clique em Escolher arquivo. Agora é só encontrar o arquivo da logo em seu computador e adicionar à sua loja virtual.
personalizar tema loja virtual shopify


Outro recurso interessante que pode deixar o visual de sua loja virtual mais atraente é o Slideshow. Clicando na aba Homepage e você verá a opção de ativar o Slideshow. Lá é possível definir quantas imagens terão o slide, o tempo de intervalo entre elas, efeitos etc. Você pode adicionar até 10 imagens no slide.
colocar slideshow na página loja virtual shopify

Observe que para cada imagem há o campo ALT text. Não deixe de preenchê-lo, pois isso será bom para o SEO, porque é o atributo ALT que ajuda os motores de busca a identificar o conteúdo de uma imagem.

Lembrando mais uma vez para não escolher imagens muito pesadas que resultam em uma página que levam uma eternidade para carregar.

Para saber mais sobre a melhor forma de otimizar as imagens da sua loja virtual acesse esse guia completo.

Se preferir, você pode optar por apenas adicionar uma imagem de plano de fundo. Escolha uma bem bonita para causar um forte impacto aos visitantes. Uma boa opção é usar a foto de pessoas usando o tipo de produto que você vende.

Como há muitas opções nas configurações do tema, sugiro que antes de você lançar sua loja virtual, separe um tempo para experimentá-las e descobrir o que mais pode ser usado para deixá-la ainda melhor.

Adicionando um domínio

Caso não tenha um domínio próprio, o nome ficará assim: nomedalojavirtual.myshopify.com. Agora se você já tem um, será preciso adicionar em sua loja virtual Shopify. Na Dashboard clique em Add a domain. Na janela seguinte há duas opções: "registrar um novo domínio" e "adicionar um domínio que já possuo".

Se escolher a primeira, então digite o domínio desejado e depois verifique se está disponível. Ele estando você pagará o valor da anuidade que será mostrado ao lado.
registrar novo domínio em loja virtual shopify


Se você já tem um domínio que já adquiriu em um serviço como o Registro.br ou GoDaddy então escolha a segunda opção. Nesse caso será preciso acessar o serviço no qual você comprou o domínio para fazer uma configuração e depois completar o processo na Shopify.

Outras configurações da sua loja virtual

Agora vamos completar algumas configurações importantes da sua loja. Na Dashboard, à esquerda, clique em Settings e nas configurações gerais estão os dados da sua loja virtual. Note que os campos Homepage title e Homepage meta description estão vazios.
como montar uma loja virtual configurar loja


Preencha-os, pois fazendo isso você ajudará a Google e outros motores de busca compreender melhor o conteúdo do seu site e assim melhorar sua posição do seu ecommerce nos resultados de pesquisa.

Utilize palavras chave (sem exageros) relacionadas aos produtos que você pretende vender e seja criativo na descrição de modo a atrair a atenção de seus futuros clientes.

Depois disso, observe os outros campos e confirme se ainda há alguma informação importante a ser preenchida. Terminando clique em Save.

Depois que você terminar os passos restantes, clique em Launch store.
como montar e lançar uma loja virtual


Ok a montagem da sua loja virtual está completa. Aproveite ao máximo os 14 dias gratuitos para fazer testes, conhecer mais a plataforma Shopify e os recursos que ela tem a oferecer e se você gostar, poderá optar por um dos quatro planos que for mais conveniente para você (lembrando que independente do plano que escolher você testar a plataforma de graça por 15 dias).

Agora que você sabe como montar uma loja virtual no Shopify, que tal começar a fazer seu negócio na internet funcionar?

Mas, para o caso de você ainda estar planejando sua loja, então veja 9 coisas super importantes que precisam ser feitas antes de montar uma loja virtual.

E para você a alcançar o sucesso em seu negócio online, aqui estão outras leituras que podem lhe ajudar:
Leia Mais ►