9 ideias de negócios e produtos para vender online em tempos difíceis

Já estamos em 2017 e embora 2016 tenha sido o conhecido como o ano da crise, o tempo presente ainda se mostra difícil financeiramente falando.

Mas não estou aqui para lamentar dificuldades, e sim lhe mostrar ideias de negócios e produtos físicos ou digitais que você pode vender online para aumentar sua renda ou mesmo conseguir viver unicamente disso.

São oportunidades relativamente acessíveis e muito bem vindas, principalmente quando enfrentamos tempos econômicos tão difíceis quanto os de atualmente.


ideias de negócios online produtos para vender na internet
7 ideias de negócios e produtos para vender pela internet em tempos difíceis

Primeiro, vamos aos negócios:

IDEIAS DE NEGÓCIOS NA INTERNET


Freelancer online

"Se você é bom alguma coisa, nunca faça de graça"

Já ouviu essa frase? Do personagem Coringa do filme Batman: O Cavaleiro das Trevas. Embora seja um tanto extrema, gosto muito dela. E tem muito a ver com trabalhar como freelancer.

Não estou dizendo para você deixar a boa vontade de lado e sair cobrando por tudo que faz para os outros, só porque você é bom naquilo que faz.

Mas se você ainda não ganha dinheiro com isso, então é hora de começar.

Porque acredite ou não, tem muita gente procurando alguém como você, que é fera em Corel Draw, manja dos assuntos de criação de sites ou escreve super bem, e essas pessoas estão dispostas a pagar você por esses e outros tipos de serviço.

Daí você imagina: "Como pode ter tanta gente procurando serviços de freelancers na internet, quando dinheiro está tão difícil?

A resposta é simples: os freelancers podem oferecer serviços tão bons quanto os das empresas do ramo, porém com um preço muito mais em conta.

O bacana de se trabalhar na internet como freelancer é que você poderá encontrar nos melhores sites oportunidades para atuar em diversas áreas.

É claro que há categorias que sempre são mais procuradas como web design, escrita profissional, programação e outros.

Mas mesmo assim, se você é bom em alguma coisa, então com certeza terá trabalho (e dinheiro) esperando por você lá.

É importante ser detalhista nessa parte pois assim você poderá extrair o melhor de suas habilidades para ganhar dinheiro pela internet.

Quer um exemplo? Digamos que você manda muito bem na escrita. Então como freelancer você pode realizar os seguintes trabalhos na internet:

  • Escrever artigos para blogs (pessoais e de negócios)
  • Escrever roteiros, contos e outros textos literários
  • Resumos de livros e outras obras
  • Elaboração de projetos dos mais variados setores
  • Produção de currículos profissionais

Designer gráfico online

negócio designer gráfico online
Sem sair de casa você pode desenvolver seus trabalhos de
designer gráfico para vender online

A arte digital está presente em praticamente tudo que vemos na internet.

Sites, blogs, lojas online, entre outros, possuem em sua estrutura elementos gráficos que constituem quase toda a parte visual das páginas dos websites como vemos hoje em dia.

Se você é um amante da arte digital e tem a habilidade de criação dos mais variados trabalhos gráficos, então esse negócio é para você.

Há um número enorme de pessoas pela internet dispostos a contratar serviços de produção de:


  • Banners para sites
  • Temas personalizados para blogs
  • Banners para anúncios publicitários
  • Charges e cartoons para revistas
  • Logotipos
  • Personagens e mais um tanto de outros trabalhos. 


Para atuar nesse tipo de negócio é indispensável que você domine bem programas como Corel Draw e Photoshop.

Mas será ainda melhor se você também for capaz usar outros programas como Fireworks, Illustrator ou até os mais simples como Photoscape ou Inkscape.

Vale lembrar que como esses são programas mais pesados e que exigem mais do computador, então vale a pena considerar dar um upgrade em sua máquina caso ela não tenha configurações potentes.

Além de vender seus serviços gráficos em sua própria página na internet e nas redes sociais, você pode ganhar dinheiro com suas habilidades em sites como o Freepik.

Revenda online de produtos e serviços de outras empresas

Uma das principais despesas da criação de um negócio, está na aquisição dos produtos. E não é sempre que temos recursos disponíveis para adquirir o produto ideal para comercializar.

Em situações assim, você pode recorrer a empresas que disponibilizam em seus sites a opção de revender os produtos deles em troca de boas comissões.

Alguns desses sites são Magazine Você e Hotmart. Para conhecer mais sobre essa modalidade de negócio, clique aqui.

Marketing Multinível

Marketing Multi Nível (MMN) é um tipo de negócio que de uns anos para cá vem ganhando bastante destaque aqui no Brasil e um dos grandes nomes desse ramo é a Polishop.

Você começa se cadastrando no site e investindo em um dos planos para se tornar um empreendedor.

Aí você terá acesso a uma loja virtual personalizada com os produtos da Polishop. Estes variam de acordo com o tipo de kit que você adquirir.

Além disso, você não está limitado apenas a revender os produtos da sua loja virtual (venda direta) mas também intermediando vendas para a Polishop e com isso ganhar excelentes comissões.

Outra maneira de ganhar dinheiro nesse negócio é através de indicações.

Se um novo empreendedor Polishop é cadastrado através de uma indicação sua, você será pago por isso.

Você também poderá ganhar bônus por nível de liderança e dependendo de seu desempenho poderá fazer parte de grandes eventos realizados pela empresa e grandes viagens.

Junto à loja virtual você terá acesso a um escritório virtual para administrar seu negócio com a maior eficiência.

Cursos online

Você é bom em fotografia? Manda muito bem na cozinha? Domina um monte de assunto sobre tecnologia? Então pode ter muita gente que vai querer aprender isso de você.

Portanto, que tal vender seu conhecimento montando um curso online?

Atualmente há plataformas como a Udemy na qual permite que você hospede todas as vídeo aulas que você produzir, e estas sejam acessíveis às pessoas que fizerem a inscrição no seu curso online, mediante um valor definido por você.

ideias de negócios na internet vender cursos online udemy
Venda seus cursos na internet com o site Udemy

E tudo com uma estética muito profissional, o que garante que seu negócio transmita seriedade e confiança ao público.

Falando em público, há um enorme procurando aprender todo tipo de coisa na internet e por um preço mais acessível que o dos cursos presenciais.

E você pode até conhecer pessoas assim aí onde você mora. Por isso quando for começar, elas poderão ser seus primeiros clientes.

E lembrando só mais uma vez que após realizar as vídeo aulas, dê um belo tratamento de edição nelas principalmente em relação à qualidade de imagem e som.

No mais, se você conseguir adicionar vinhetas ou algum efeito interessante e útil para o cliente, melhor ainda.

IDEIAS DE PRODUTOS PARA VENDER NA INTERNET


Venda de artesanatos, produtos feitos à mão

artesanato para vender online em tempos de crise
Já pensou no quanto pode ser prazeroso ganhar dinheiro vendendo
belos trabalhos como esses na internet?

Artesanatos estão super em alta.

Seja para decorar um apartamento recém comprado, ornamentar uma festa infantil, ou dar um visual mais natural a um ambiente, esses trabalhos artísticos tem cada vez mais se tornado a primeira opção de muitos compradores.

Algumas razões disso estão no fato de que podem sair bem mais baratos do que outros objetos de decoração, são únicos e podem ser feitos de acordo com seu gosto, personalidade e ambiente.

Veja a lista de alguns dos artesanatos que estão fazendo sucesso nos lares de muitas pessoas:


  • Conjuntos para cozinha, banheiro, sala
  • Lençóis e fronhas
  • Forro para almofadas
  • Tapetes
  • Artes em garrafas
  • Bolsas
  • Colares
  • Toalhas de mesa
  • Enfeites diversos de parede


etsy brasil site para vender artesanato online
No site Etsy você pode vender artesanatos e vários outros produtos feitos à mão
Uma loja virtual seria ideal para vender artesanatos online.

Mas caso queira uma alternativa mais em conta, ou não tenha muitos produtos para vender inicialmente, os grupos de compra e venda do Facebook ou o site Etsy são duas grandes opções para vender.

O Etsy é um marketplace dedicado especialmente a venda de artesanatos, outros produtos feitos à mão e seminovos. 

Além disso, lá você também pode adquirir diversos materiais para a fabricação de produtos.

Venda online de semijoias

semijoias para vender pela internet
Atualmente pode-se encontrar semijoias de ótima qualidade com preços
bem acessíveis de atacado para revenda

Se produzir bem para um evento inesquecível faz parte do estilo de vida de muitos homens e (principalmente) mulheres.

Porém não é sempre que dá para comprar um belo par de brincos ou um colar feito com lindas joias.

E em momentos assim, as semijoias são um prato cheio para ficar muito bem na foto, sem precisar gastar muito.

E o mesmo vale para você! Sem gastar tanto, é possível adquirir um kit completo de belas peças e revendê-las online por um preço bem lucrativo.

Você pode adquirir esses produtos em sites como Imagens e Folheados ou Rommanel que já atuam há anos nesse mercado.

Desenhos feitos à mão

ganhar dinheiro na crise vendendo desenhos online
Muitos desenhistas de vários estilos estão faturando muito bem vendendo seus trabalhos online

Como eu gosto muito de desenhar, não podia deixar de falar desse assunto aqui no blog.

De uns tempos para cá, tenho visto muitas pessoas, algumas até amigos meus, muito felizes com o dinheiro que estão ganhando, vendendo desenhos na internet.

Então se você é um amante da arte de desenhar e domina muito bem essa área, que tal começar a pensar nisso como uma oportunidade de aumentar sua renda e superar a crise?

Você pode vender seus desenhos no Facebook ou no Instagram, como vejo muitos desenhistas talentosos fazerem.

Você também pode aumentar suas vendas comercializando seus desenhos na DevianArt, uma comunidade voltada para desenhistas.

Produtos usados

vender produtos usados na internet
Em tempos de crise, comprar produtos novos pode ser um desafio e tanto. Principalmente se for um produto que por sua própria natureza possui um preço alto (carro, iPhone, notebook, etc.).

E por causa disso, tem muita gente que está recorrendo aos usados, para satisfazer seu desejo ou necessidade de adquirir um novo produto.

E é aqui que mora a oportunidade que já está sendo aproveitada por muitos!

Se você possui algum produto em bom estado, peças de roupa, acessórios ou outros itens na mesma situação, então essa é a hora perfeita para montar seu brechó online e fazer um bom dinheiro, ao mesmo tempo em que se desfaz das coisas que não tem mais vontade de usar.

Você pode montar um brechó online, usando uma plataforma grátis como a Loja Integrada, ou uma mais sofisticada e com mais recursos como a Shopify.

Além disso, você pode optar por um marketplace como o Enjoei, que cobrará uma taxa para cada venda que você realizar, ou desapegar dos seus usados no OLX.

Alguns dos produtos usados mais procurados pelas pessoas na internet atualmente são:

  • Carros
  • Motos
  • Celulares (iPhone é um dos mais buscados nessa categoria)
  • Bicicleta
  • Notebooks
  • Livros
  • Roupas

Pronto para começar a trabalhar online? 


As ideias que você acabou de ver, podem ser uma saída para conseguir um dinheiro extra, ou até mesmo para viver unicamente disso. 

Tudo vai depender de quanto dinheiro e tempo você terá disponíveis para investir, quais estratégias usará para lidar com a concorrência e a sua própria dedicação.

Sucesso e boas vendas!

Gostou? Então leia também:
Leia Mais ►

7 Dicas Para Vender (E MUITO!) Produtos Afiliados Em Um Blog

Vender produtos afiliados é sem dúvida uma forma real de ganhar dinheiro com blogs na internet. Porém a coisa complica quando lembramos que atualmente existem milhões de blogs online e esse número não para de crescer!

Então vem aquela pergunta: "será que vale a pena dedicar tempo e dinheiro investindo em um blog para revender produtos afiliados?"

Para sua alegria, a resposta é SIM!

Porém (sempre há um porém não é?), ganhar muito dinheiro vendendo produtos afiliados não é algo que você irá conseguir da noite para o dia.

Mas se você seguir os passos certos, será capaz de começar a vender os produtos com seu blog até chegar ao ponto de conseguir uma excelente renda mensal, sem precisar levar uma eternidade para isso, ou quebrar tanto a cabeça como acontece com muita gente desinformada.

E falando em informação, vou listar aqui 7 dicas que irão lhe ajudar a vender muito bem os seus produtos afiliados em seu blog, independente do tipo de produto ou infoproduto que pretende vender.

Mas antes um pequeno aviso a você querido leitor: esse artigo foi cuidadosamente criado levando em consideração que você já sabe como funciona o sistema de vendas de produtos afiliados em blogs ou até mesmo já começou a atuar nesse tipo de negócio.

Portanto se você ainda não sabe nada sobre marketing de afiliados, sugiro que leia esse artigo.
Lá você encontrará um tópico explicando direitinho como funciona a venda de produtos afiliados em blogs.

Assim você não ficará perdido ou com muitas dúvidas quando chegar em determinado ponto desse artigo.

Dito isso, vamos em frente!



Dica 1: Ao invés de vender o produto, ofereça a solução de um problema

Muitos pensam que vender um produto consiste em simplesmente tentar convencer alguém a comprar algo, apresentando suas características e preço. Só que é bem mais que isso.

Quando você for vender produtos afiliados em seu blog, tenha em mente de que seu público está procurando a solução para um problema que ainda não conseguiu encontrar em outro lugar.

Então você precisa convencer seu público de que ele encontrará os benefícios e soluções que estão procurando ao comprar o produto em seu blog, seja ele para satisfazer um desejo ou uma necessidade.

Esse princípio é muito usado pelas lojas virtuais, para escrever descrições que convencem o visitante a comprar um produto.

Ao invés de fazer um único post falando sobre o produto para tentar vendê-lo através deste post, faça outras postagens sobre esse produto falando dos benefícios, mostrando dados como gráficos, depoimentos, novidades e resultados reais das soluções e benefícios que o produto promete.

Dica 2: Construa uma lista de email segmentada

Aqui está uma das coisas mais importantes a serem trabalhadas em seu blog: a sua lista de emails.

Pessoas acessam emails praticamente todos os dias (eu por exemplo acesso todo santo dia). Quando você consegue um inscrito em sua lista, isso significa que você conseguiu o interesse do visitante pelo o que seu blog tem a oferecer.

Mesmo que inicialmente ele não esteja interessado em comprar produto algum, essa é a chance perfeita para você dar mais do que ele está buscando.

Por isso que é fundamental quando você for construir seu blog, definir bem o tipo de assunto a ser tratado.

Por exemplo, se você for falar sobre esportes, fará isso de um modo geral ou atuará em um nicho mais específico como futebol? Ou ainda mais afunilado, como por exemplo falar de um só time?

Digamos você decida lançar um blog sobre moda masculina ou feminina. Esse é um tema que abrange muito conteúdo certo? E digamos que depois de um tempo você consiga 30 inscritos.

E que desses 30 inscritos, 11 se inscreveram na sua lista porque gostaram de uma postagem super bacana que você fez sobre uma nova marca de tênis, enquanto os outros 19 se inscreveram através de postagens de assuntos variados.

Agora imagine que atualmente os únicos produtos afiliados que você está dedicando seus maiores esforços para vender em seu blog são roupas. E que um belo dia você cria um novo artigo falando de uma calça jeans que está super na moda e com uma promoção irresistível.

Advinha o que vai acontecer quando você lançar uma campanha de email marketing para promover esse novo artigo para sua lista de 30 inscritos? As chances de alguém comprar essa calça através do seu post é quase nula.

Ou no pior caso o leitor sequer vai abrir o email.

Entendeu porque é importante ter uma lista segmentada de emails? Fazendo isso você terá chances muito maiores de converter vendas.

Lembre-se que falar de um assunto com um público enorme é uma faca de dois gumes: você terá mais oportunidades ao mesmo tempo em que terá uma concorrência muito mais cruel para enfrentar.

Portanto considere afunilar seu nicho falando de algo mais específico ao invés de generalizar tanto. a não ser que você trabalhe em parceria com outras pessoas para escrever artigos com você, ou fazer como muita gente faz e comprar artigos otimizados em sites freelancer.

Ao atuar em um nicho mais específico, você poderá dedicar todos os seus esforços para um único assunto e poderá produzir mais artigos sobre isso, terá de lidar apenas com um tipo de público e focar em um único tipo de produto, infoproduto ou serviço para revender.

Agora para aumentar as chances de um visitante se inscrever em sua lista, vale a pena usar algumas estratégias como:


  • Posicione o formulário de inscrição em locais estratégicos - como no final das postagens ou no meio delas. Nesse caso é interessante colocar um texto tipo: "Está gostando da leitura? Então se inscreva em nossa lista e não perca mais nenhum artigo!".
Agora um pequeno segredinho: tá vendo essa barra? Ela fica lá no topo do meu blog, e depois que a coloquei, minha quantidade de inscritos aumentou lindamente. :)

  • Usar call to action atraentes - a call to action pode ser um botão, link ou imagem que incentiva um visitante a fazer algo no seu blog. Nesse caso a se inscrever em sua lista. Quanto mais clara for sua call to action, mais fácil ela chamará a atenção dos seus leitores.
call to action vender produtos afiliados com blog
Exemplo de Call to Action

  • Ofereça algo em troca - outra estratégia já conhecida e que ainda funciona muito bem. Incentive seus leitores a se inscrever em seu blog em troca de um E-book, guia, planilha, etc. Se você oferecer um item realmente útil e usando as palavras certas, será praticamente irresistível para o visitante sair do seu blog sem se inscrever nele.
  • Deixe o formulário o mais resumido possível - o mais indicado é exigir apenas o email. Mas se você precisa de outras informações como nome, faça da forma mais resumida possível. Peça apenas o primeiro nome. Não caia no erro de exigir mais informação do que o visitante está disposto a dar, como telefones ou endereço.

Dica 3: Crie avaliações detalhadas e críveis do produto que está vendendo

Aqui está outro fator determinante do sucesso do seu blog de afiliados: avaliações dos produtos.

Você pretende ganhar belas comissões revendendo produtos afiliados em seu blog certo? Mas para isso precisará falar sobre ele e convencer o visitante a comprá-lo correto?

Então, tudo que você precisa fazer é reunir todas as informações sobre o produto, jogá-las em uma postagem e pronto! As vendas começam a acontecer certo?

Errado.

Sabe por que hoje em dia muitos blogs estão se dando bem, vendendo produtos afiliados online, mesmo naqueles mercados saturados como ganhar dinheiro online, relacionamento ou saúde?

Porque tem um monte de gente que antes de comprar um produto na internet, pesquisa sobre esse produto em blogs e fóruns, pois é lá que vão encontrar muito mais informações do que na própria loja virtual desse produto.

É lá que estão as preciosas resenhas de produtos.

Uma boa resenha vai muito além de uma descrição e informações técnicas. Nela está também o relato e dicas valiosas de quem já usou o produto e conhece de verdade seus prós e contras.

É por isso que hoje em dia, quase todas as lojas virtuais bem sucedidas possuem um blog e usam essa ferramenta para fazer com que as pessoas conheçam ainda mais seus produtos e benefícios.

As pessoas se sentem mais seguras a comprar algo quando vêem a opinião de outras pessoas que já compraram e se satisfizeram, seja na hora do pagamento, recebimento ou uso do produto.

Por isso, quando for escrever a resenha de um produto (seja ele digital ou físico) ou serviço, saiba do que está falando, porque se for para simplesmente falar para o leitor o que ele já sabe, é melhor nem começar.

Dica 4: Evite ir atirando para todos os lados

ganhar dinheiro com blog produtos afiliados diversos
Não caia na besteira de tentar vender vários
produtos afiliados diferentes

Uma prática muito conhecida pelos especialistas no assunto e condenada por todos eles.

Se inscrever em várias plataformas de afiliados para tentar vender um monte de produtos diferentes para ver se no final consegue se dar bem pelo menos em dois ou três produtos.

No final, isso poderá lhe render absolutamente nada, além de muito trabalho, investimento de tempo e dinheiro.

Foque em um produto se você estiver no início. E quando as coisas começarem a dar certo, aí é a hora de experimentar outros produtos, até descobrir o que está vendendo mais em seu blog e assim focar 100% nestes.


Dica 5: Faça um uso eficiente das redes sociais para divulgar seus posts

Ter pelo menos uma página no Facebook e no Instagram para divulgar seu blog é regra. E fazer isso do jeito certo é fundamental.

Colocar um link nas suas páginas sociais esperando que as pessoas cliquem, não vau funcionar tão bem. É preciso proporcionar o engajamento, ser ativo nas redes, criar parcerias e fazer networking.

Além disso, tire o máximo proveito dos recursos que as redes oferecem, usando imagens poderosas e com qualidade. Vídeos, hashtags

Criar enquetes competições também é uma ótima forma de engajar o público. A regra é não deixar suas redes paradas e proporcionar informações úteis e que entretenham o público.

Caso você consiga vender muito bem depois de um tempo, considere separar um dinheiro para investir em publicidade, seja no Facebook ou Instagram.

Se você fizer corretamente seu retorno sobre investimento valerá cada centavo investido.

Dica 6: Convide seu público para conhecer um novo produto com um webinar

Webinars são poderosos. Não tenha dúvida disso.

Pense bem: se você tivesse a oportunidade de conhecer um produto através de uma resenha em um blog ou em um webinar, qual você escolheria?

vender produtos afiliados com webinars
Uma ferramenta como a Leadpage permite que você crie uma landing page onde as pessoas poderão se inscrever. E na ferramenta Google Hangouts você pode apresentar seu webinar.

A dicas mais importantes aqui são: preparar tudo com antecedência. O webinar, conteúdo que você irá apresentar sobre o produto, etc.

Webinars são perfeitos para promover o produto que você vendendo, em tempo real, ao mesmo tempo em que engaja com o público.

É o cenário ideal para apresentar um produto e tirar as dúvidas que surgir das pessoas.
Tire o proveito máximo de um webinar para fazer coisas como:

  • Apresentar as características do produto
  • Informar os prós e contras
  • Contar sua história pessoal em relação ao produto
  • Diferentes utilidades para o produto
  • como as pessoas podem aproveitar o máximo a função do produto.

E no final da apresentação, coloque o link de afiliado para o produto que está vendendo. Se você fez uma apresentação impecável do produto, as vendas virão naturalmente.

Dica 07: Crie um artigo do tipo "como usar" o seu produto afiliado

Um dos artigos preferidos pelos blogueiros é o bom e velho "como usar" ou "como fazer". E isso não é atoa. Afinal, se tem uma coisa que os internautas procuram na internet é como fazer ou usar alguma coisa.

Crie um artigo ensinando a usar o produto que você está vendendo. Faça de uma forma que pareça muito mais atraente aprender a usar o produto lendo seu artigo, do que lendo as informações técnicas que existem no site do produto ou no manual deste.

Use linguagens mais simples e um pouco de humor, quando conveniente. Mas sem deixar de ser profissional e nem ocultar informações relevantes.

Usar imagens que ajudem na compreensão do tutorial também dará bons resultados.

Assim, as pessoas se sentirão ainda mais interessadas em adquirir o produto, já que graças a seu artigo, elas agora já sabem como usar e estão ansiosas para experimentar.

Chegou a hora de se tornar um afiliado bem sucedido!



Você acabou de ver 7 dicas que podem ser o que estava faltando para dar aquela turbinada nas vendas dos produtos afiliados do seu blog.

No mais, vale lembrar que para essas dicas funcionarem ainda melhor, é bom estar com seu blog bem trabalhado no SEO, ser ativo também nas redes sociais voltadas para o assunto e criar postagens regularmente.

Dito isso, mãos a obra e boas vendas!

Veja também:
7 maneiras de ganhar dinheiro na internet e fora dela com sua câmera digital
7 dicas para realizar sua primeira venda na internet
Como realizar uma pesquisa de mercado na internet de graça
Como vender o seu conhecimento online
9 ideias de negócios e produtos para vender na internet em tempos de crise
Leia Mais ►

Como Anunciar E Vender Produtos Pela Internet No Site Enjoei

O site Enjoei está entre os melhores sites marketplaces para quem deseja vender produtos novos ou usados pela internet, principalmente se esses produtos são roupas.

Por isso escolhi essa plataforma para criar esse tutorial bem explicadinho de como você poderá anunciar um ou mais produtos e vendê-lo nesse site, de um jeito fácil, com toda segurança e no conforto de sua casa, seja esse produto uma peça de roupa ou qualquer outra coisa em bom estado que esteja querendo se desfazer.

como vender pela internet no site enjoei


Mas antes de começar, preciso esclarecer algumas questões que podem estar surgindo em sua mente agora:

É seguro vender no site enjoei?
Sim. É totalmente seguro colocar suas coisas lá para vender.

É preciso pagar alguma coisa para montar um site de vendas no enjoei?
Não. Você poderá criar seu site de vendas de graça.

Depois de criar o site de vendas, há algum custo ou taxa adicional para começar a vender?
Você só será cobrado se realizar uma venda. Para cada venda realizada, serão descontados 20% do valor da venda mais R$ 2,15 da taxa de anúncio.

Há um limite de quantos produtos poderão ser vendidos no site?
Sim, o limite é de

Quais as formas de pagamento possíveis para vender um produto no site Enjoei?
Cartão de crédito e boleto bancário.

Montando e personalizando sua página de vendas

Tiradas algumas dúvidas, vamos em frente e ver como começar sua primeira venda no Enjoei:

Na página inicial do site, clique no botão "Quero vender". E na página seguinte, localize e clique na opção "Crie sua conta", logo abaixo do botão "Entrar".

Preencha o formulário e clique em Criar conta. Depois disso você precisará confirmar seu email. Para isso, acesse sua conta e abra o email enviado pelo site. Clique no link de confirmação e volte para o site. Agora ele é todo seu.

O próximo passo é preencher os dados de perfil e outras informações importantes. Para isso, vá na carinha sorridente, e clique em Configurações.

Na página de configurações, escolha uma foto para seu perfil e outra para capa. Depois preencha a bio, escolha um nome para sua página de vendas e por último clique em Salvar Alterações.
criar lojinha virtual no site enjoei perfil
Escolha imagens bonitas e que tenha tudo a ver com sua loja.
Depois preencha os campos direitin :)

Preencha também os campos Aniversário, CPF, Telefone, e Endereço. Só lembrando que o CPF deve ser o mesmo do titular da conta bancária.

Colocando os produtos para vender online

Vá no botão de menu (que antes era uma carinha) e depois em À venda. Na página seguinte, clique no botão bora vender. Primeiro escolha uma ou mais fotos do produto, imagem de etiqueta ou outro detalhe relevante.

O próximo passo é escolher a categoria que melhor se encaixa o seu produto. Escolha a categoria e as subcategorias de acordo com o seu produto.

Por último, adicione as seguintes informações do produto: nome, descrição, marca (caso tenha), tamanho, condição (se já foi usada ou não), cor, preço, peso e a quantidade dele no estoque. Tenha cuidado no peso, pois se o produto estiver acima do peso ele será devolvido.

Defina também o frete. Você tem três opções: Entregar em mão, frete grátis (podendo ser para todo Brasil, seu estado ou cidade) e cobrar por peso. Para entender como funciona o frete no site enjoei, clique aqui.

Por último, clique em Enviar Produto. Agora, é preciso esperar até 72 horas para que ele seja avaliado e aprovado. Enquanto isso, você pode adicionar mais produtos.
como anuciar e vender produtos pela internet site enjoei

Depois que seu(s) produto(s) for(em) aprovado(s) é hora de vender! E para isso uma boa divulgação é a melhor pedida. Note que você pode compartilhar seu produto diretamente no Facebook e Twitter:
vender produtos no enjoei divulgando nas redes sociais

Mas não se resuma apenas as redes sociais. Você pode usar formas criativas de divulgar sua lojinha online fora da internet também.

Recebimento do dinheiro

Quando você realiza uma venda, o pagamento ficará disponível no enjubank, até oito dias após a confirmação do recebimento do produto pelo comprador.

Quando isso ocorrer, você poderá sacar o dinheiro através do enjubank. E para isso você terá de cadastrar sua conta bancária nesse serviço. Assim você poderá transferir o pagamento diretamente para sua conta através do site.

Para ficar por dentro de como funciona o Enjubank na prática, clique aqui.

5 dicas para sua lojinha online Enjoei vender bem:

Assim como em qualquer outra plataforma de vendas pela internet, é imprescindível você adotar algumas técnicas para para conseguir vender bem seus produtos. Veja:

1 - Redes sociais - compartilhe nas principais redes sociais para aumentar suas vendas. Facebook, Instagram, Twitter, etc. No Facebook por exemplo há ótimos grupos voltados para a troca e venda de produtos novos e seminovos. Com certeza terá pessoas lá procurando muitos produtos que você pode oferecer.

Falando em grupos, não esqueça do WhatsApp! Não dá para ignorar um aplicativo tão usado hoje tanto para uso pessoal quanto para os negócios.

O WhatsApp está cheio de grupos de compra e venda assim como no Facebook, portanto venda seu peixe por lá também.

Agora cuidado: quando for compartilhar sua loja nesses grupos de venda, faça sem ser chato. Entrar no grupo só para tentar vender não dará bons resultados.

É preciso interagir, comentar, trocar informações úteis, conhecer pessoas, fazer parcerias, ou seja, busque ser tão útil para o grupo quanto ele será para você.

2 - Divulgação offline - como já mencionei ali em cima, use além das redes sociais, outras formas de divulgação. Não se limite apenas a internet. Divulgue fora dela também.

3 - Frete suavivizeitor - este é um recurso do próprio site. Com ele você pode dar um desconto no frete e o Enjoei lhe dá uma cortesia, complementando o valor do desconto. Assim seu produto terá chances de vender mais rápido. Para saber mais sobre o frete suavizeitor, clique aqui.

4 - Otimize sua loja para os buscadores

Quando se fala se site, SEO estará sempre presente independente do tipo. E aqui a regra não muda.

Embora você não tenha recursos avançados para otimizar sua loja virtual para os buscadores, há algumas técnicas que podem ser usadas para garantir posições melhores como:

Otimização de imagens: todas as fotos da sua loja precisam estar otimizadas. Desde o tamanho da imagem ao tamanho do arquivo precisam ser bem definidos. Neste guia você pode aprender tudo que precisa sobre otimização de imagens para lojas virtuais e assim ganhar boas posições nos buscadores.

Descrição do produto: crie uma descrição do produto que não apenas fale sobre ele mas sobre os benefícios. Fala sobre seu produto de uma maneira que encante o visitante o deixe tentado a querer comprá-lo. Para saber como você pode escrever descrições desse tipo clique aqui.

Link sua loja: coloque o link da sua loja em seus perfis sociais. Assim ao visitarem seu perfil as pessoas vão saber que você vende produtos pela internet e vão querer conhecer. E isso também é bom para o SEO.

5 - Amizade elegante - esse na verdade não é focado em ganhar com venda mas sim por indicação. Funciona assim: você convida um amigo para se cadastrar no site através do link da sua loja online e caso ele se cadastre, ele terá R$ 20,00 para gastar no site, e quando ele fizer uma compra, R$ 10,00 serão seus. E R$ 20,00 vão para seu bolso se ele fizer uma venda.
como vender no enjoei desapega online
Aumente seus ganhos no Enjoei participando da Amizade Elegante

Concluindo


No marketplace Enjoei pode estar aquela oportunidade que você estava procurando para se desfazer de um punhado de peças de roupas acessórios ou outros itens em ótimo estado, sem precisar montar uma loja física.

Muitas pessoas usam esse tipo de site para montar um brechó online e vender seus produtos na internet por um baixo custo. Além disso, é mais fácil de usar pois não requer grandes conhecimentos em criação de lojas virtuais.

Dito isso, mãos à obra e boas vendas!

Gostou? Então veja também:

7 dicas para fazer sua primeira venda na internet
Onde comprar online roupas novas ou usadas e baratas para revender?
7 sites para trabalhar com revenda de produtos na internet
5 ideias de ótimos produtos para vender em qualquer época
11 dicas para conseguir vender mais roupas online
Leia Mais ►

3 Razões De Sua Loja Virtual Estar Perdendo Visitas [+ soluções]

Imagine o seguinte cenário: você tem uma loja virtual e já conseguiu passar por aquela fase árdua de construir uma considerável quantidade de tráfego orgânico.


Está começando a ir bem nas vendas, ainda continua com algumas dificuldades aqui e ali, mas seu negócio online está dando frutos. E de repente...



como recuperar visitas de loja virtual
Sua loja virtual começa a perder visitas. E agora, como recuperar?


Isso mesmo.

O tráfego da sua loja virtual começa a cair de forma súbita e drasticamente, fazendo você pôr as mãos na cabeça enquanto se pergunta: "por que estou perdendo visitas?", ou algo assim.

Bem, a partir de agora, você verá 3 razões bem possíveis que estão sendo responsáveis pela queda de tráfego da sua loja virtual e a solução para cada um desses problemas para que você possa recuperar as visitas do seu site.

Isso mesmo, vou apresentar soluções e não apenas problemas. Pois se não fosse assim, ler esse artigo só valeria metade do tempo que você está dedicando a ele não concorda? Dito isso vamos em frente.

1 - Você está perdendo para a concorrência

Um dos fatores mais óbvios, mas mesmo assim ainda muito despercebido por lojistas online. Se você tem concorrentes então deve estar preparado para lidar com eles, principalmente se estiver atuando em um nicho muito concorrido, pois queda de tráfego pode ocorrer a qualquer momento.

Imagine por exemplo que sua loja virtual vende roupas. E uma das páginas que está na 1ª posição dos resultados, ranqueada para a palavra chave calça jeans, de repente perde posições. O que pode ter acontecido?

1 - Outras lojas virtuais que tem páginas ranqueadas para a mesma palavra chave que a sua começou a realizar campanhas bem sucedidas no Google Adwords.

2 - Sua concorrência conseguiu excelentes links de sites de grande autoridade apontando para a página, conseguindo assim um posicionamento melhor que o seu.

3 - Alguns dos seus concorrentes, investiram em um blog otimizado para a loja virtual deles, produzindo poderosos artigos que ajudaram a otimizar drasticamente a página dos produtos na qual está ranqueada aquela palavra chave que citei no exemplo.

4 - Seus concorrentes estão usando tão bem SEO para ecommerce que possivelmente você ainda não aplicou em sua loja e conseguiram fazer o buscador da Google dar mais atenção ao ecommerce deles do que ao seu.

Solução:


Se você ainda não fez nenhuma campanha de cliques pagos, utilizando serviços como Google AdWords ou Facebook Ads, então comece a pensar no assunto.

Sei que muitos acabam não optando por esse tipo de recurso para atrair clientes pelo custo de investimento que pode ser bem alto.

Mas se fizer um estudo aprofundado, poderá descobrir que há como colocar sua loja virtual na primeira página ranqueando boas palavras chaves sem gastar muito.

Para conhecer mais sobre o Google Adwords, clique aqui ou aqui para o Facebook Ads.

Sua loja virtual já tem um blog? Se sim, ótimo, senão comece a planejar um. Sério. Grandes nomes no ecommerce usam essa ferramenta e não é atoa.

Blogs são incríveis canalizadores de tráfego qualificado e vendas para lojas virtuais. Veja aqui os benefícios de você ter um blog para seu ecommerce.

Você tem feito SEO na sua loja virtual com a mesma eficiência do seu concorrente? Para garantir isso e até conseguir superá-lo, dê uma olhada em nossa série especial de SEO para ecommerce.

2 - Sua loja virtual pode ter sido penalizada pela Google

Você já deve ter ouvido falar das atualizações que ocorreram em alguns algoritmos da Google há algum tempo, no qual afetou um monte de sites pelo mundo todo.

Depois desse evento, ficou bem mais difícil conseguir boas posições nos resultados de pesquisa e os espetinhos que tiravam proveito unicamente de black hat SEO para chegar ao topo das pesquisas se deram mal.

Além disso, mesmo os webmasters que andam na linha podem acabar sendo penalizados por executar uma prática ilegal de SEO sem estar ciente disso. Um exemplo: o uso de textos âncora específicos demais nas páginas ou posts (caso a sua loja virtual tenha um blog).

Ou no pior dos casos seu site pode ter sido vítima de hackers e recebido um monte de spammy links.

Solução:


Algumas das práticas que a Google fica de olho quando vai monitorar um site em busca de atividades proibidas:

  • Compra de links;
  • Troca de links;
  • Spam excessivo em fóruns ou artigos de blogs.

Fique longe dessas práticas ao máximo!

Nada de comentar em vários fóruns ou posts de blogs só para deixar o link da sua loja virtual, comprar ou trocar links para melhorar o rank nos resultados entre outras práticas do tipo.

Com certeza isso irá desagradar a Google e seu site será penalizado sem dó.

Já no caso de seu site ter sido hackeado, um tipo de ataque muito comum é o de envio de vários spammy links apontando para seu site, e ele acaba sendo penalizado por causa disso.

Nesse caso você pode tentar remover manualmente esses links usando a ferramenta Google Disavow Links Tool.

Para isso primeiro vá ao Google Search Tool clicando aqui.

Depois selecione o site no qual você quer remover os links spam.

Na página seguinte, à esquerda, clique no menu Tráfego de pesquisa, seguida da opção links para seu site.

Na próxima página, clique no link "Mais", que fica no final da lista "Maior quantidade de links".

E agora vem a parte que pode ser a mais trabalhosa de todo o processo: selecionar os links apontando para seu site que serão removidos.

Você pode baixar os links em uma planilha, clicando em Fazer download dessa tabela. Porém, a lista que você irá criar tem de ser no formato .txt (para isso use o bom e velho bloco de notas).

Uma vez que sua lista estiver pronta, salve-a. Depois clique aqui para acessar a ferramenta Disavow Links Tool e escolha o domínio.

remover links spam de site recuperar visitas de loja virtual
Escolha o site no qual você quer remover os links spam e
clique em Rejeitar Links

Na próxima página, clique novamente em Rejeitas links. E na página seguinte clique em Escolher arquivo, faça o upload do arquivo contendo a lista de links spams que você criou. Por último, clique em Enviar.
Rejeitar links spam recuperar tráfego de loja virtual
Cuidado ao usar essa ferramenta. Use-a com atenção para não enviar um link importante
acidentalmente e acabar piorando a situação do seu site.


Pronto! Assim, todos os links indesejados apontando para seu site, serão reportados para a Google.

Aqui está um vídeo (em inglês) onde o próprio Mat Cutts fala com detalhes sobre a Google Disavow Links Tool. Vale a pena dar uma conferida no vídeo para assim usar a ferramenta com mais segurança.

3 - Links quebrados que apontavam para seu site

Pense aí: você tem um ecommerce de tênis. E depois de um tempo conhece um blogueiro fanático por tênis que fala de tudo um pouco sobre o assunto no blog dele. E esse blog é super acessado.

Digamos que você conseguiu fazer um parceria com ele, e naquela postagem que fala do tênis da marca "Best Feet", ele pôs um link apontando para a página desse mesmo tênis que você está vendendo em sua loja.

Isso rende para você um belo tráfego e pessoas comprando o tal tênis.

Só que em um dia não tão belo, por alguma razão, o post sobre o tênis foi excluído do blog, ou pior, todo o blog foi excluído ou hackeado, enfim. E o blogueiro esqueceu de te contar.

O que vai acontecer? Suas visitas vão cair claro! E com isso as vendas do tênis "Best Feet" também. E no começo você vai suar a camisa para saber porque do nada seu tráfego começou a cair.

Solução:


Quando ocorrer esse tipo de situação, use uma ferramenta que faça uma verificação em todo seu site para encontrar possíveis links quebrados. A Broken Link Cheker é uma boa opção.

Se o caso do link quebrado for de uma situação como a do exemplo acima, você pode falar com o dono do site para que remova o link quebrado apontando para sua loja virtual. E se possível obtenha um de outro post.

Outra situação que pode ocorrer é o link quebrado ser da sua própria loja virtual.

Daí alguém que está navegando entre as páginas do seu ecommerce, de repente clica no link para a página do produto que estava procurando e este não funciona. Resultado: bye bye venda.

E isso também fará com que a taxa de rejeição do seu site aumente e consequentemente, perca posições preciosas nos buscadores.

Se o produto em questão não estiver disponível em sua loja no momento, use técnicas para convencer o cliente a permanecer nela e se interessar em outros produtos similares.

Isso aumentará o tempo de acesso em seu site e isso é muito bom para os rankings de busca.

Portanto mesmo que você não chegue a vender, não terá um aumento na taxa de rejeição e terá uma melhora no tráfego.

Concluindo


Você acabou de ver três motivos que podem levar as visitas da sua loja virtual a caírem repentinamente. E embora existam outras causas, coisas assim não são difíceis de acontecer. 

Portanto, é sempre bom ficar de olho e monitorar regularmente sua loja virtual, usando ferramentas como Google Analytics, Google Search Tool, e buscar estar sempre por dentro das mudanças que ocorrem nos algoritmos da Google. 


Veja também:

Leia Mais ►

18 Técnicas De SEO Para Sites De Ecommerce Parte 3

Chegamos a última parte da nossa série especial "18 técnicas de SEO para sites de ecommerce" onde você vai conferir mais 6 importantes ações a serem executadas em sua loja virtual que irão ajudá-lo a conseguir melhores rankings nos resultados de pesquisa.

Se você ainda não viu a primeira ou segunda parte da série, seguem os links


18 Técnicas de SEO parte 01
18 Técnicas de SEO parte 02


18 técnicas de SEO para sites de ecommerce: parte final

Técnica 13 - Otimize as imagens dos produtos e vídeos

A qualidade de suas imagens, fotos e vídeos irá influenciar em como os visitantes se sentem em relação ao seu produto. Jamais subestime o valor de fazer de fazer clientes em potencial sentirem os benefícios de eu produto.

Imagens interessantes são compartilhadas no Pinterest e outras redes sociais. Fazer seus visitantes se interessar e comentar as fotos também tornam seu conteúdo único. 

Tenha sempre em mente que sua marca se torna mais forte na medida em que mais pessoas falarem bem sobre ela. Com imagens otimizadas, você pode até obter mais tráfego da pesquisa de imagens da Google.

Use imagens de alta qualidade - consiga fotógrafos que criem uma atmosfera, que façam os visitantes sentirem algo. Essas irão converter mais vendas. É claro que o investimento será maior, mas pode valer a pena fazer isso para seus melhores produtos. Vídeos podem funcionar ainda melhor.

Otimize suas imagens - nome do arquivo, tags Alt, legenda, etc., devem ser curtas e ainda assim descritivas. Essas são oportunidades para fornecer aos mecanismos de busca informações de qual é o conteúdo da sua imagem.

Opções de teste A/B - experimente fazer testes de um tipo de imagem vs outro para ver qual dá uma melhor taxa de conversão.

Muito mais pode ser aproveitado da otimização das imagens da sua loja virtual. Saiba como nesse guia super completo.

Técnica 14 - Adaptação ao Mobile commerce

Do jeito que as coisas estão não dá mais para ignorar a plataforma mobile em sua estratégia de SEO para ecommerce

Há pesquisa que digam que lojas virtuais adaptadas para mobile ecommerce podem ter um ritmo de crescimento até 3 vezes maior. Portanto, ser mobile no ecommerce é regra.

Ofereça versões desktop de todas as URLs. Alguns usuários preferem a versão padrão da web, mesmo em dispositivos móveis. 

E ofereça também a opção de alternar entre as versões. Procure garantir que ao alternar o visitante não retorne automaticamente à homepage como muitos sites de ecommerce fazem.

Você pode começar verificando se sua loja virtual é mobile friendly, ou seja, se ela está adaptada para ser acessada de forma amigável em dispositivos móveis.

Para isso vá na página de teste de compatibilidade com dispositivos móveis da Google, digite a URL do seu site lá e clique em Analisar. Aguarde o resultado. Se você ver esta mensagem:
técnicas de seo para lojas virtuais ecommerce


Então meus parabéns! Sua loja é visualizada lindamente em todos os dispositivos móveis. Agora, caso veja esta...
técnicas de seo para loja virtual site mobile friendly

...Bem, é uma pena, mas você vai precisar fazer algo a respeito. Ter um site mobile friendly é um importante fator de ranqueamento e as pessoas estão cada vez mais comprando na internet através de smartphones e tablets. E você não vai querer perder essas vendas não é?

O fato de um site de ecommerce não ser mobile friendly pode ser por causa de diferentes motivos e um deles é a plataforma usada para montar sua loja virtual. Por isso é fundamental levar em consideração esse e outros fatores antes de você montar uma loja online.

Técnica 15 - Mostre que seu ecommerce é seguro

Seus clientes estão preocupados com a segurança online e com toda razão. Afinal eles estão colocando seus dados pessoais e informações financeiras em suas mãos. Você deve dar a garantia de que eles estão seguros.

Deixe as informações de segurança da sua loja visível. Mostre logos e textos certificando que você segue os padrões de segurança.

Mostre a eles seu SSL/Visa, outro padrão ou certificado de segurança e encriptação. Diga a eles que comprar em seu site de ecommerce é 100% seguro. Isso aumenta conversões.

Técnica 16 - Melhore a velocidade do seu ecommerce

A concorrência está ficando cada vez mais acirrada, e o tempo de atenção dos visitantes da sua loja está mais curto do que nunca. Você tem algo em torno de 5 segundos para convencê-los a continuarem em seu site.

Por isso, diminuir o tempo de carregamento de seu site lhe dará uma grande vantagem para manter as pessoas mais tempo nele. Se sua loja virtual carrega rápido, você vai conseguir mais indicações de clientes satisfeitos.

Se eles conseguirem encontrar mais rápido em sua loja, o que estão procurando, eles irão falar sobre o desempenho da sua loja para amigos e outras pessoas.

O objetivo é otimizar seu site de ecommerce para que ele leve pelo menos 5 segundos ou menos para carregar. Portanto se ele for mais lento que isso, então você tem trabalho a fazer.

Como descobrir o tempo de carregamento da sua loja virtual?

Primeiro acesse a ferramenta Pingdom Website Speed Test, digite a URL do seu site e clique em Test Now.

Depois verifique os resultados. Note que seu site pode ser x% mais rápido ou mais lento que outros.
técnicas de seo para ecommerce teste de velocidade do site

Se o seu estiver lento, use as informações que são exibidas logo abaixo do resultado para identificar o que está fazendo as páginas levar tanto tempo para carregar.

Você também pode obter esse tipo de informação de outra ferramenta super útil da própria Google. A Pagespeed Insights verifica a velocidade do seu site na versão desktop e dispositivos móveis. E dá informações preciosas do que pode ser mudado para diminuir o tempo de carregamento.

Técnica 17 - Melhore a navegabilidade do seu ecommerce

Um site com navegação nada intuitiva está fadado a uma taxa de rejeição absurda. Clientes em potencial abandonarão sua loja virtual para nunca mais voltar se eles não puderem encontrar o que estão procurando (rápido). 

Por isso, certifique-se de tornar a navegação (menus principalmente) intuitiva. Fique de olho na quantidade de cliques necessários para um cliente encontrar o que eles estão procurando. 

Para ajudar você nessa etapa, é uma boa alternativa usar ferramentas especializadas em monitorar o comportamento do usuário, do momento em que ele chega à sua loja, até o que ele a deixa.

Para essa tarefa, Hotjar está entre uma de minhas favoritas. Com ela já descobri informações super importantes a respeito dos meus leitores. E com isso pude oferecer o tipo de conteúdo que eles estão procurando.

Técnica 18 - Melhore a pesquisa interna do site

Por incrível que pareça, há muitos que durante a otimização de um site de ecommerce para o buscador da Google não dão muita atenção a própria otimização interna.

Isso às vezes ocorre por simplesmente se passarem nessa parte ou desprezarem o poder de uma otimização interna, e assim perdendo vendas. 

Ative o rastreamento de pesquisa do seu site - use ferramentas que lhe permitam ver as palavras chave que as pessoas estão pesquisando dentro da sua loja virtual e calcule a receita que elas geram.

Calcule as pesquisas populares - elas podem significar que seu produto é popular e pode ser rentável. Elas também podem indicar que as pessoas não estão encontrando o que vierem procurar em sua loja.

Inclua a pesquisa interna em sua pesquisa de palavras chave - analise o que seus visitantes estão procurando através da barra de pesquisa em sua loja, para descobrir novas ideias de palavras chave para seus produtos, localize potenciais áreas para melhoras, identifique produtos populares e resolva problemas de busca e usabilidade.

Teste a pesquisa da sua loja virtual e conserte erros - digite algumas das palavras chave que você descobriu em sua pesquisa interna e veja o que elas encontram como resultado. Caso encontre erros ou links quebrados, conserte-os e poderá sentir um aumento nas conversões.

18 técnicas de seo para sites de ecommerce - Conclusão


Acabou! Enfim concluímos a nossa primeira série especial do blog, dedicada especialmente para o SEO de lojas virtuais. Espero que ela tenha sido de boa utilidade para você e seu ecommerce, pois não é fácil dar vida a um negócio e fazer ele funcionar seja na internet ou fora dela.

Futuramente, pretendo fazer outra série, mas ainda não defini o tema. 

Mas esteja certo de que me dedicarei tanto quanto me dediquei a essa, pois o objetivo desse blog é ajudar você a aproveitar a internet seja para seu negócio existente ou novo empreendimento online.

E se você tiver interessados em mais dicas, aqui tem mais alguns artigos que podem ser úteis:

E-book grátis: Guia de SEO para lojas virtuais
5 erros comuns que impedem sua loja virtual de vender e como resolvê-los
Google Adwords: vale a pena investir em anúncios PPC ou não?
Por anunciar no Faebook? Quais os melhores anúncios?
Leia Mais ►