18 Técnicas De SEO Para Sites De Ecommerce Parte 3

Chegamos a última parte da nossa série especial "18 técnicas de SEO para sites de ecommerce" onde você vai conferir mais 6 importantes ações a serem executadas em sua loja virtual que irão ajudá-lo a conseguir melhores rankings nos resultados de pesquisa.

Se você ainda não viu a primeira ou segunda parte da série, seguem os links

18 Técnicas de SEO parte 01
18 Técnicas de SEO parte 02


18 técnicas de SEO para sites de ecommerce: parte final

Técnica 13 - Otimize as imagens dos produtos e vídeos

A qualidade de suas imagens, fotos e vídeos irá influenciar em como os visitantes se sentem em relação ao seu produto. Jamais subestime o valor de fazer de fazer clientes em potencial sentirem os benefícios de eu produto.

Imagens interessantes são compartilhadas no Pinterest e outras redes sociais. Fazer seus visitantes se interessar e comentar as fotos também tornam seu conteúdo único. 

Tenha sempre em mente que sua marca se torna mais forte na medida em que mais pessoas falarem bem sobre ela. Com imagens otimizadas, você pode até obter mais tráfego da pesquisa de imagens da Google.

Use imagens de alta qualidade - consiga fotógrafos que criem uma atmosfera, que façam os visitantes sentirem algo. Essas irão converter mais vendas. É claro que o investimento será maior, mas pode valer a pena fazer isso para seus melhores produtos. Vídeos podem funcionar ainda melhor.

Otimize suas imagens - nome do arquivo, tags Alt, legenda, etc., devem ser curtas e ainda assim descritivas. Essas são oportunidades para fornecer aos mecanismos de busca informações de qual é o conteúdo da sua imagem.

Opções de teste A/B - experimente fazer testes de um tipo de imagem vs outro para ver qual dá uma melhor taxa de conversão.

Muito mais pode ser aproveitado da otimização das imagens da sua loja virtual. Saiba como nesse guia super completo.

Técnica 14 - Adaptação ao Mobile commerce

Do jeito que as coisas estão não dá mais para ignorar a plataforma mobile em sua estratégia de SEO para ecommerce

Há pesquisa que digam que lojas virtuais adaptadas para mobile ecommerce podem ter um ritmo de crescimento até 3 vezes maior. Portanto, ser mobile no ecommerce é regra.

Ofereça versões desktop de todas as URLs. Alguns usuários preferem a versão padrão da web, mesmo em dispositivos móveis. 

E ofereça também a opção de alternar entre as versões. Procure garantir que ao alternar o visitante não retorne automaticamente à homepage como muitos sites de ecommerce fazem.

Você pode começar verificando se sua loja virtual é mobile friendly, ou seja, se ela está adaptada para ser acessada de forma amigável em dispositivos móveis.

Para isso vá na página de teste de compatibilidade com dispositivos móveis da Google, digite a URL do seu site lá e clique em Analisar. Aguarde o resultado. Se você ver esta mensagem:
técnicas de seo para lojas virtuais ecommerce


Então meus parabéns! Sua loja é visualizada lindamente em todos os dispositivos móveis. Agora, caso veja esta...
técnicas de seo para loja virtual site mobile friendly

...Bem, é uma pena, mas você vai precisar fazer algo a respeito. Ter um site mobile friendly é um importante fator de ranqueamento e as pessoas estão cada vez mais comprando na internet através de smartphones e tablets. E você não vai querer perder essas vendas não é?

O fato de um site de ecommerce não ser mobile friendly pode ser por causa de diferentes motivos e um deles é a plataforma usada para montar sua loja virtual. Por isso é fundamental levar em consideração esse e outros fatores antes de você montar uma loja online.

Técnica 15 - Mostre que seu ecommerce é seguro

Seus clientes estão preocupados com a segurança online e com toda razão. Afinal eles estão colocando seus dados pessoais e informações financeiras em suas mãos. Você deve dar a garantia de que eles estão seguros.

Deixe as informações de segurança da sua loja visível. Mostre logos e textos certificando que você segue os padrões de segurança.

Mostre a eles seu SSL/Visa, outro padrão ou certificado de segurança e encriptação. Diga a eles que comprar em seu site de ecommerce é 100% seguro. Isso aumenta conversões.

Técnica 16 - Melhore a velocidade do seu ecommerce

A concorrência está ficando cada vez mais acirrada, e o tempo de atenção dos visitantes da sua loja está mais curto do que nunca. Você tem algo em torno de 5 segundos para convencê-los a continuarem em seu site.

Por isso, diminuir o tempo de carregamento de seu site lhe dará uma grande vantagem para manter as pessoas mais tempo nele. Se sua loja virtual carrega rápido, você vai conseguir mais indicações de clientes satisfeitos.

Se eles conseguirem encontrar mais rápido em sua loja, o que estão procurando, eles irão falar sobre o desempenho da sua loja para amigos e outras pessoas.

O objetivo é otimizar seu site de ecommerce para que ele leve pelo menos 5 segundos ou menos para carregar. Portanto se ele for mais lento que isso, então você tem trabalho a fazer.

Como descobrir o tempo de carregamento da sua loja virtual?

Primeiro acesse a ferramenta Pingdom Website Speed Test, digite a URL do seu site e clique em Test Now.

Depois verifique os resultados. Note que seu site pode ser x% mais rápido ou mais lento que outros.
técnicas de seo para ecommerce teste de velocidade do site

Se o seu estiver lento, use as informações que são exibidas logo abaixo do resultado para identificar o que está fazendo as páginas levar tanto tempo para carregar.

Você também pode obter esse tipo de informação de outra ferramenta super útil da própria Google. A Pagespeed Insights verifica a velocidade do seu site na versão desktop e dispositivos móveis. E dá informações preciosas do que pode ser mudado para diminuir o tempo de carregamento.

Técnica 17 - Melhore a navegabilidade do seu ecommerce

Um site com navegação nada intuitiva está fadado a uma taxa de rejeição absurda. Clientes em potencial abandonarão sua loja virtual para nunca mais voltar se eles não puderem encontrar o que estão procurando (rápido). 

Por isso, certifique-se de tornar a navegação (menus principalmente) intuitiva. Fique de olho na quantidade de cliques necessários para um cliente encontrar o que eles estão procurando. 

Para ajudar você nessa etapa, é uma boa alternativa usar ferramentas especializadas em monitorar o comportamento do usuário, do momento em que ele chega à sua loja, até o que ele a deixa.

Para essa tarefa, Hotjar está entre uma de minhas favoritas. Com ela já descobri informações super importantes a respeito dos meus leitores. E com isso pude oferecer o tipo de conteúdo que eles estão procurando.

Técnica 18 - Melhore a pesquisa interna do site

Por incrível que pareça, há muitos que durante a otimização de um site de ecommerce para o buscador da Google não dão muita atenção a própria otimização interna.

Isso às vezes ocorre por simplesmente se passarem nessa parte ou desprezarem o poder de uma otimização interna, e assim perdendo vendas. 

Ative o rastreamento de pesquisa do seu site - use ferramentas que lhe permitam ver as palavras chave que as pessoas estão pesquisando dentro da sua loja virtual e calcule a receita que elas geram.

Calcule as pesquisas populares - elas podem significar que seu produto é popular e pode ser rentável. Elas também podem indicar que as pessoas não estão encontrando o que vierem procurar em sua loja.

Inclua a pesquisa interna em sua pesquisa de palavras chave - analise o que seus visitantes estão procurando através da barra de pesquisa em sua loja, para descobrir novas ideias de palavras chave para seus produtos, localize potenciais áreas para melhoras, identifique produtos populares e resolva problemas de busca e usabilidade.

Teste a pesquisa da sua loja virtual e conserte erros - digite algumas das palavras chave que você descobriu em sua pesquisa interna e veja o que elas encontram como resultado. Caso encontre erros ou links quebrados, conserte-os e poderá sentir um aumento nas conversões.

18 técnicas de seo para sites de ecommerce - Conclusão


Acabou! Enfim concluímos a nossa primeira série especial do blog, dedicada especialmente para o SEO de lojas virtuais. Espero que ela tenha sido de boa utilidade para você e seu ecommerce, pois não é fácil dar vida a um negócio e fazer ele funcionar seja na internet ou fora dela.

Futuramente, pretendo fazer outra série, mas ainda não defini o tema. 

Mas esteja certo de que me dedicarei tanto quanto me dediquei a essa, pois o objetivo desse blog é ajudar você a aproveitar a internet seja para seu negócio existente ou novo empreendimento online.

E se você tiver interessados em mais dicas, aqui tem mais alguns artigos que podem ser úteis:

E-book grátis: Guia de SEO para lojas virtuais
5 erros comuns que impedem sua loja virtual de vender e como resolvê-los
Google Adwords: vale a pena investir em anúncios PPC ou não?
Por anunciar no Faebook? Quais os melhores anúncios?
Leia Mais ►

7 Dicas Para Ter Um Blog De Moda De Sucesso E Ganhar Dinheiro Online

Nesse novo artigo sobre negócios online, vou falar sobre uma modalidade que está se tornando uma das maiores fontes de renda para quem aposta em ganhar dinheiro online com blog: os blogs de moda.

Seja moda masculina ou feminina, muita gente está faturando muito dinheiro na internet com blogs voltados para o assunto. E é um fato que nem precisa de estatísticas para comprovar.

Afinal, não é difícil a gente ver de vez em quando blogueiros aparecendo em programas de TV, ou até propagandas. E normalmente são blogueiros que falam sobre moda!

Blogueiros estão conquistando um espaço fabuloso tanto dentro da internet quanto fora dela. Não sei se você viu mas não faz muito tempo que a blogueira de moda Camila Coutinho apareceu no programa Encontro.

E há muitos outros aparecendo em diversos programas e até fazendo propagandas para grandes produtos na TV.

Embora a maioria esmagadora desse mercado seja de mulheres, também há espaço para os homens.

Portanto se mesmo você, caro leitor de barbas está lendo esse artigo agora e se interessa no assunto, continue a leitura pois a oportunidade que você procurava para lucrar com a internet pode estar nesse artigo.

A partir de agora, vou lhe mostrar os melhores temas para você abordar em seu blog de moda, 7 coisas que não poderá faltar e de quais maneiras você poderá ganhar dinheiro na internet com ele.

ganhar dinheiro online blog de moda de sucesso
Use seus conhecimentos de fashionista para compartilhar
suas dicas de moda e ganhar dinheiro online com seu blog

Assuntos que podem ser abordados em um blog de moda: 

Cabelos - um dos temas que tem apresentado mais tendências de palavras chave crescentes nas pesquisas dos buscadores. Quer um exemplo? Veja o aumento monstruoso nas pesquisas para a palavra chave "hidratação com abacate" do finalzinho de 2015 até o tempo presente:

No site Google Trends você pode acompanhar as variações e
tendências para essa e outras palavras chave sobre qualquer assunto,
em um espaço determinado de tempo

Viu como o povo está procurando cuidar mais dos cabelos para deixar eles bonitos e na moda? Eu lhe garanto que não faltará assunto para você falar em seu blog sobre cabelos, sejam eles cacheados, ondulados ou todos os tipos.

Nesse tema você pode falar sobre produtos, tratamentos, cuidados, pinturas, implantes, perucas especiais, etc.

Roupas - eu até já postei alguns artigos sobre roupas aqui no blog. Estamos falando de um dos produtos mais consumidos no mundo!

E entre esses consumidores, estão aqueles que não compram roupas apenas para se vestir, mas sim para se destacar entre outras pessoas. Esse é o tipo de público que você deve ficar de olho se o foco do seu blog de moda for roupas e como vesti-las com estilo.

Acessórios - Os acessórios são um importante complemento das roupas, portanto, você pode falar sobre bolsas, brincos, pulseiras, colares, anéis, tiaras, bonés e tantos outros. 

É possível você falar tanto de roupas quanto de acessórios no mesmo blog, porém, você terá de atender um público muito maior, assim como maior também será sua concorrência

Cosméticos/maquiagens - essa categoria inclui tanto os produtos voltados especificamente para embelezamento em geral como batons, sombras, lápis, etc, quanto aqueles dedicados ao tratamento de problemas de pele e outras partes do corpo.

Além disso você pode postar tutoriais em vídeo ou foto passo a passo, ensinando como usar produtos e técnicas para melhorar a beleza, ocultar imperfeições como olheiras, cicatrizes, feridas, manchas, sobrancelhas e muito mais.

Unhas - por incrível que pareça, há muito o que falar sobre essas partes tão pequenas do corpo. Ter unhas na moda, atualmente pode ir além de escolher a cor certa do esmalte para combinar com as roupas.

Atualmente as unhas podem ser personalizadas com desenhos, piercings, adesivos especiais, brilhos e tantos outros recursos que não vai faltar assunto para você falar em seu blog e conquistar seu público.

A parte da saúde também pode ser muito bem vinda, pois você pode dar dicas de tratamentos e produtos para conservar a saúde das unhas, evitando quebras, manchas e outros problemas.

7 coisas que não podem faltar em você e no seu blog de moda

como ter um blog de moda de sucesso e ganhar dinheiro online

Apesar de moda ser um tema tão concorrido no que diz a blogs, há uma boa parcela que na verdade não tem nada de realmente útil a oferecer.

E esse pode ser um incentivo e tanto se você tem uma proposta inovadora ou pelo menos tem um conteúdo interessante para conquistar leitores que já estão cheios de ler "mais do mesmo".

É claro que não estou falando de uma tarefa fácil tendo tanta coisa na internet sobre esse assunto, mas como você já deve saber, ganhar dinheiro com blogs nunca foi uma tarefa fácil, assim como qualquer outro negócio online.

Vamos ver agora 7 coisas indispensáveis para começar um blog de moda bem sucedido:


1 - Tenha um domínio próprio 


Atualmente a melhor plataforma para criar blogs é a Wordpress. Isso não significa que só será possível ter um blog de sucesso nessa plataforma, mas de cara é a que eu indico. 

Você pode até tentar a Blogger, mas independente de qual, adquira de antemão seu domínio próprio, pois estamos falando de um blog de nível profissional.

Em sites como Godaddy, Registro br ou Locaweb você pode comprar um domínio e instalá-lo seguindo as orientações do próprio site, ao invés de ter de pagar para alguém fazer isso por você.

Considere também investir em uma boa hospedagem, que no caso da plataforma Wordpress é obrigatório se você quiser montar seu blog na Wordpress.org e usufruir de todos os recursos fundamentais que na Wordpress.com não tem.

Por exemplo, se você quisesse começar a vender produtos em um blog Wordpress, seria preciso instalar plugins focados em ecommerce e isso só é possível na .org.

Além disso, uma hospedagem de qualidade pode fazer com que seu site carregue mais rápido e não fique fora do ar. 

2 - Descubra um ponto em que você se destaca de outros blogueiros


Como já citei umas linhas acima, você precisa oferecer algo diferente. Que os leitores dificilmente encontrarão em outros blogs de moda.

Seja na forma de escrever ou os recursos que seu blog irá oferecer (e-book, mídias, curso online, tutoriais, fórum, aplicativo, etc), você precisa descobrir o que tem de diferente para assim agregar valor ao que irá oferecer aos seus leitores.

Isso é o que fará seu blog se destacar entre milhares. Caso contrário, ele será apenas mais um entre tantos.

3 - Publique os artigos mais incríveis que seu cérebro for capaz de produzir


Se for para ter um blog onde você simplesmente publicará textos meia boca ("daqueles só para encher linguiça"), então é melhor parar por aqui. Sério! Posso estar parecendo repetitivo, mas você precisa ser diferente. E isso inclui escrever conteúdo.

Conteúdo realmente relevante para as pessoas. Daqueles que farão seus leitores compartilhar com todo mundo na internet e ficarem ansiosos pelo seu próximo post.

Você precisa mostrar que está escrevendo não apenas para falar sobre moda de um jeito superficial, mas porque você realmente gosta e entende do assunto.

Mostre que você é um fashionista de opinião sólida e não apenas aquela pessoa que pega opiniões emprestadas da outras para escrever algo.

Quando for dar dicas, ou fazer tutoriais, crie algo que dê um resultado real.

Por exemplo, se você vai escrever um guia ensinando como criar looks perfeitos para o inverno de 2016, seus leitores vão esperar no mínimo que você ensine algo novo. Um visual que impressione e deixe outras pessoas com aquele gostinho de "ah também quero usar isso!".

Por isso, quando for criar seus posts, pesquise, leia, leia e leia um pouco mais. Fique por dentro de tudo possível no que diz respeito ao tema do seu blog. Revise, seu artigo antes de publicá-lo. Você perceberá que ainda dará para deixá-lo melhor.

4 - Não esqueça de fazer network


Faça amizades. Seja amigo dos seus leitores e deixem eles saber que por trás do blog tem alguém realmente empenhado em oferecer conteúdo útil, responder perguntas, tirar dúvidas e através do seu blog ajudar cada um a aparecer bem na foto.

O mesmo vale para outros blogueiros. Faça parte de círculos e tente encontrar blogueiros dispostos não apenas a ajudar você e seu blog, mas também compartilhar conhecimentos sobre o assunto e assim ajudar um ao outro, formar parcerias e claro, amizades.

Seja ativo nos grupos das principais redes sociais e aplicativos, comentando, dando dicas e trocando outras informações importantes ao invés de usar a velha tática de dar uma passadinha para deixar um post.

Faça parte de eventos de moda para ficar por dentro das tendências, conhecer pessoas e sempre que tiver a oportunidade, falar sobre seu blog para quem estiver interessado.

5 - Imagens de qualidade


Estamos falando de moda certo? Um tema que foca muitíssimo no visual. Portanto quando for criar seu blog e publicar artigos, use imagens de qualidade, sem defeitos e que atraiam a atenção dos seus leitores.

Existem alguns tipos de imagens que facilmente captam uma atenção maior de nosso cérebro. Muitos blogueiros experientes sabem disso e as usam com habilidade para prender ainda mais os leitores nas postagens dos blogs e redes sociais.

Por exemplo, fotos de pessoas interagindo com outras, sorrindo, executivos bem sucedidos, pessoas apontando para você são algumas bem eficientes.

Vai dizer que nunca aconteceu com você de ficar olhando mais tempo para uma imagem em especial durante a leitura de um post?

Além do Google Imagens, você pode encontrar fotos fantásticas no Freepik ou Pinterest.

6 - Um belo design


Você pode até conquistar seu público com artigos fantásticos, ou até conseguir a atenção deles por alguns segundos a mais com ótimas imagens, mas antes disso você precisa ter um blog com um design tão belo e agradável quanto os dois itens que acabei de falar.

O design do seu blog estará presente em todas as páginas dele e sendo um blog de moda, ele precisa ser no mínimo bonito e claro bem organizado de modo que a navegação seja fácil e rápida.

Um padrão com no máximo três cores (sendo uma delas a do fundo), letras de fácil compreensão, menus fáceis de ver, categorias organizadas, compatível com dispositivos móveis são algumas das características que você deve levar em consideração na hora de montar o blog.

7 - SEO


Bem, essa vale para qualquer blog que se preze e você já deve até saber, mas é sempre bom lembrar.

Se você não trabalhar bem a otimização do seu blog, vai ser difícil conseguir um bom tráfego, pois o melhor é justamente o que vem dos buscadores.

Escolher as palavras chave certas, otimizar links internos e externos, títulos atraentes, imagens otimizadas, estão entre as técnicas fundamentais de SEO seja para blogs ou para qualquer outro tipo de site que tenha como objetivo a primeira página.

Como ganhar dinheiro online com um blog de moda?

Agora vamos a última mas não menos importante parte do artigo: de que forma você poderá monetizar seu blog de moda e faturar um bom dinheiro com ele?

Há uma boa variedade e você não precisa se prender a apenas uma, mas também não é interessante usar todas.

Por que?

Porque antes de pensar em dinheiro, você precisa pensar nos seus leitores, caso contrário, você acabará fazendo parecer que seu blog tem apenas a intenção de fazer dinheiro e isso incomodará todos os visitantes ao ponto de todos abandoná-lo.

E como resultado você ficará sem leitores, sem dinheiro e no pior dos casos sem blog.

Escolha a(s) maneira(s) que mais se adeque ao seu blog e ganhe dinheiro com ele ao mesmo tempo em que proporciona uma prazerosa leitura aos seus visitantes:

Anúncios - uma das formas mais conhecidas de ganhar dinheiro com blogs são com anúncios que pagam por cada clique ou a cada 1000 visualizações, sendo que o Google Adsense é a plataforma mais utilizada para essa forma de monetização.

A vantagem é que nessa modalidade, você não ganha apenas com seu blog, mas se tiver um canal no Youtube, poderá ter esses anúncios por lá também e ganhar da mesma forma.

Programas de afiliados - você ganha comissão para cada venda que conseguir fazer de um produto ou infoproduto relacionado ao assunto do seu blog.

Exemplo: seu blog fala sobre roupas e você posta um super artigo contando todas as novidades exclusivas sobre a nova linha de peças jeans de determinada marca, que no caso, você se afiliou através do site.

E nessa postagem há links para quando a pessoa clicar, ir para a loja virtual dessa marca. Caso ela compre alguma peça através de um de seus links, uma parte do valor da compra irá para sua conta.

Conteúdo patrocinado - refere-se a conteúdos pagos por determinada marca, através de posts em blogs, Instagram, vídeos do Youtube, etc.

Nessa forma você também pode ganhar um produto de graça ao invés de dinheiro.

Por exemplo, digamos que seu blog fale sobre cabelo e alguma empresa se interessou nisso. Ela poderá lhe propor que em troca de um valor, você fale sobre determinado produto, como um shampoo novo por exemplo, ou lhe dar esse shampoo ou a linha completa para você criar uma resenha.

Um fator curioso é que tem se tornado cada vez mais comum ultimamente, blogueiros usarem a hashtag #anúncio, ou #patrocinado, indicando que o conteúdo é patrocinado por uma marca.

Essa atitude passa transparência para o público, o que é um ponto positivo, portanto considere fazer isso se for optar por essa forma para monetizar seu blog.

Cursos online - Se um blogueiro ganha reconhecimento a ponto de se tornar referência ou autoridade no assunto, as pessoas ficarão tão interessadas no que ele tem a oferecer que estarão dispostas até a pagar para que ele ensine um conteúdo exclusivo através de cursos online, webinars ou consultorias em tempo real através de programas como Skype.

Sites como o Udemy por exemplo, permite que você crie um curso online para qualquer assunto. A plataforma é bem prática e profissional, desde o preparo do curso até o processo para recebimento de pagamentos.

Viu quantas oportunidades de ganhar dinheiro com seu blog de moda?


Se você se interessou por esse tipo de negócio e percebeu que é possível fazer ele funcionar, então agora é hora de você começar a fazer sua parte e planejar seu blog de moda para assim ter sucesso na internet com seu blog, leitores e seu bolso.

Veja também: 

7 ideias criativas para ganhar dinheiro online ou offline com uma câmera digital
Adsense, Afiliados e Loja online: Qual o melhor para ganhar dinheiro na internet?
7 benefícios fantásticos de ter um blog para loja virtual
Como ser um freelancer na internet e ganhar dinheiro online
Leia Mais ►

Como Montar e Personalizar Uma Loja Virtual na UOL Host

Vamos ver agora nesse tutorial bem explicadinho como montar uma loja virtual passo a passo, na plataforma UOL Host e deixá-la pronta para começar a vender seus produtos na internet.

Mas antes, aqui vai uma dica super importante: caso você esteja pensando em montar sua loja virtual assim do nada, sugiro que antes veja 9 coisas importantíssimas que devem ser planejadas antes de colocar seus produtos para vender online.

Pois assim você diminuirá (e muito!) os riscos de seu negócio ter grandes prejuízos logo no começo.

Nota: se você já tiver providenciado pelo menos parte das 9 coisas citadas no link acima, a criação será mais rápida. Algumas dessas coisas são:
  • Palavras chave definidas (para nome da loja, descrição dos produtos, nomes das fotos e outros textos)
  • Nome da loja
  • Fotos dos produtos
  • Outras imagens (ícone, capa, logotipo, etc)
  • Descrição dos produtos

Outra coisa: para o caso de você estar montando uma loja virtual de roupas, e ainda estiver adquirindo produtos para seu estoque, veja onde você pode comprar roupas novas, ou usadas por ótimos preços para revender na sua loja.

Mas, se você já organizou tudo, está com os produtos no estoque e chegou na etapa decisiva para criar sua loja online e começar a vender, então vamos direto ao ponto e ver como ter sua loja virtual na UOL Host!
como montar uma loja virtual de roupas passo a passo
Como montar uma loja virtual na plataforma UOL Host

Montando sua loja virtual: primeiros passos

Antes de tudo você precisa escolher um dos planos disponíveis na UOL Host para montar sua loja. Se está começando, este plano é o ideal para você.

Ao escolher o plano você irá para uma página onde adicionará seu email e logo depois criará um cadastro no site para depois escolher a forma de pagamento.
cadastro montar uma loja virtual uol host
Digite seu email principal e clique em 'Continuar' para concluir seu cadastro no site
Depois de se cadastrar, realizar o pagamento e este for confirmado, você terá o link de acesso para começar a montar sua loja virtual. Na página inicial do painel administrativo você verá as seguintes informações:
UOL Host montar loja virtual

Clique em Começar agora. E a janela que você verá em seguida é:

criar uma loja virtual uol host

Clique em Prosseguir e na janela depois dessa em Começar agora.

começar-a-montar-uma-loja-virtual-de-roupas-na-uol-host


Agora clique em Começar.
iniciar-criação-de-loja-virtual-na-uol-host

A primeira coisa a ser feita é digitar o nome da sua loja. Como você ainda não adicionou o domínio próprio então ficará assim: nomedasualojavirtual.minhalojanauol.com.br. Depois do nome, vem o ícone da sua loja (que aparecerá no canto superior esquerdo da página).
montando uma loja virtual de roupas

É preciso ter muito cuidado para não escolher um arquivo grande. O ícone é pequeno então algo em torno de 64 pixels está bom. Se você mesmo souber criar um ícone, ótimo. Senão, peça ou contrate alguém para isso.

Ou você pode visitar esse site e pesquisar por um ícone relacionado à sua loja virtual, é possível baixar em diversos formatos, cores e tamanhos diferentes. Dê preferência ao formato PNG ou JPG.

Depois do ícone, escolha a cor padrão da sua loja. Cuidado na hora de escolher cores e não exagerar em cores muito diferentes. Prefira manter o padrão. Por exemplo: fundo branco e os outros detalhes com uma ou no máximo duas cores.

A etapa seguinte é adicionar seu primeiro produto. Insira todos os detalhes possíveis pois isso influenciará no SEO e consequentemente no posicionamento da página deste produto nos resultados de pesquisa. Veja o exemplo:
cadastrar produto  montar loja virtual de roupas

Note que "Camiseta Cavalera estampada preta" apresenta bastante informações sobre o produto. Fazendo isso em todos os que você irá vender, aumentará as chances de as pessoas encontrá-los na internet.

Adicione as informações de medidas também. Nesse caso é a medida da embalagem. E na hora de definir o peso, leve em consideração a embalagem.

Para adicionar a imagem do produto, faça o mesmo que fez para adicionar o ícone. E em seguida chegamos em um ponto importantíssimo: como trabalhar com as imagens da sua loja virtual

Tamanho da imagem, tamanho do arquivo, formato, cor de fundo, nome do arquivo da imagem são itens que se você não trabalhar direito, poderá fazer com que sua loja leve mais tempo para carregar e perca valiosas posições nos resultados de pesquisa da Google. 

E como eu sei que você não quer que isso aconteça, recomendo (muito!) que leia esse guia completo de otimização de imagens para lojas virtuais.

Agora vamos em frente. Depois de cadastrar seu primeiro produto, você verá a seguinte informação:
começar a vender  em uma loja virtual uol host

Acessando sua nova loja virtual

De fato, sua loja está pronta para começar a vender como diz ali na mensagem. Mas você só cadastrou um produto até agora lembra? E além de adicionar os restantes, preciso te mostrar outras coisas para fazer. Então, clique em Ir para o Painel da loja.

uol host montar loja virtual passo a passo

Você pode acessar normalmente o Painel Administrativo da sua loja virtual através desse link. E a imagem acima, é para você acessar o mesmo painel de uma maneira alternativa. Mas para isso será preciso criar um novo usuário.

Se você quiser, então faça assim: Acesse o Painel Administrativo normalmente. E na página de administração da sua loja virtual, clique em Administrar loja.

como montar loja virtual uol host


Na janela seguinte, na parte inferior esquerda clique em Configurações Gerais, depois em Usuários Administradores.
loja virtual uol host configurações gerais

Na janela de Administradores de loja virtual, clique em Criar novo, preencha os campos e clique em Cadastrar. Obs.: a senha tem de ser diferente da que você criou no primeiro cadastro lá no começo.

De volta à janela de Usuários Administradores, no novo usuário que você criou e clique em Detalhes. Na janela seguinte dê um clique em Liberar Acesso de Todos. Isso fará com que o novo usuário que você adicionou tenha acesso a todas as opções e configurações de sua loja virtual.

Hora de personalizar sua loja virtual

Veja agora em vídeo como customizar sua loja virtual e deixá-la com uma aparência de acordo com o tipo de produto que você pretende vender:


Cadastrando um novo produto na sua loja virtual

Vimos no começo como adicionar um produto na sua loja online, mas é preciso deixá-lo com o máximo de informação possível. Na página de administração, note que há três passos faltando. O primeiro é adicionar o resto dos produtos. Clique lá.

As informações iniciais dos produtos você já sabe, então vamos avançar um pouco para essa parte:
adicionar marca para os produtos da loja virtual

Para adicionar a marca e fornecedor é simples: clique em Criar nova marca, digite o nome depois em Cadastrar. O procedimento é o mesmo para o fornecedor, porém ao invés de Cadastrar você clica em Inserir.
criar marca e categorias de produtos na loja virtual uol host

Agora para categoria, você tem a opção de adicionar uma principal ou subcategoria. Por exemplo categoria Camisas e dentro desta, a subcategoria Camisas Femininas. Para ficar mais claro, o link para essa página na sua loja virtual ficaria assim:

www.nomedasualoja.com.br/produtos/camisas/camisas-femininas

Outra opção interessante no cadastro de produtos é a de exibir um certo produto na vitrine da sua loja por determinado período de tempo. Ideal por exemplo para destacar seus produtos que estão vendendo mais.

cadastrando produto loja virtual uol host

Agora que sabe como criar categorias, confira nesse passo a passo em vídeo como adicionar um produto à sua loja:



Domínio e email personalizado para sua loja virtual

E novamente, confira mais um vídeo dessa vez sobre como fazer para adicionar um domínio próprio e email personalizado em sua loja virtual:


Viu como é fácil montar uma loja virtual na UOL Host?


Com isso, seu projeto de começar a vender produtos na internet está a apenas alguns passos (ou cliques) de se tornar realidade! Mas caso você ainda não tenha se decidido totalmente clique aqui para conhecer as vantagens do plano da UOL Host.

E caso prefira deixar a UOL Host para um projeto futuro, veja aqui como você pode criar uma loja virtual totalmente de graça passo a passo.

Vou deixar também dicas especialmente para você que está começando seu negócio de vendas online.

Leia Mais ►

16 Ideias De Negócios Na Internet Para Vencer A Crise Em 2016

Você está pensando em uma forma aumentar sua renda para começar 2016 livre do fantasma da crise definitivamente? Ótimo! Porque nessas 16 ideias de negócios na internet está a oportunidade que faltava para dar o primeiro passo. Seja uma ideia de pouco ou médio investimento, o fato é que todas podem ser a solução para muitos dos seus problemas.  


ideias de negócios na internet
16 ideias de negócios online para superar a crise em 2016

1 - Consultoria empresarial online

Se você já atua no ramo de consultoria empresarial, ou possui experiência nos negócios suficiente para oferecer técnicas voltadas para solução de problemas, como tratar melhor os clientes ou desenvolvimento de novos produtos para empresas, então ser um consultor online irá lhe render uma excelente renda.

Muitas empresas estão contratando serviços de consultores capazes de ajudá-las a alcançar o próximo nível.

E graças a internet tão evoluída que temos hoje, é possível tudo ser feito online. As consultorias podem ser realizadas via vídeo conferência no Skype, Hangouts do Google Plus ou aqueles sistemas de produção de webinários. O mesmo vale para a divulgação do serviço, inscrição, pagamento e atendimento.

Além disso, o conteúdo de uma consultoria pode ser oferecido em outros formatos como podcasts e E-books, para serem melhor aproveitados e oferecer mais qualidade e conforto no serviço.

2 - Agência de redação profissional

Qual o formato principal de informação que compõe os sites da internet? Texto! Seja para publicidade, artigos de um blog, reviews especializadas, conteúdos para lojas virtuais, o texto está presente.

Ele é o principal responsável pelo posicionamento dos sites nas primeiras posições dos resultados de pesquisa, e por esse e outros tantos motivos é que, textos escritos de forma profissional se tornaram um produto muito valioso na internet.

Portanto, aqui a oportunidade de negócio está em você montar uma agência de redação profissional online especializada em textos para diversos tipos de segmentos. Veja alguns que tem grande procura no mercado online:
  • Artigos otimizados para blogs e sites
  • Reviews especializadas de produtos ou serviços
  • Estudos de caso
  • Roteiros
  • Planos de negócio
  • Projetos
  • Textos para campanhas publicitárias
  • Artigos para revistas e jornais online

Você pode optar por montar uma agência especializada nos textos que você domina ou atuar com mais pessoas especializadas em outros temas para alcançar uma clientela maior. Assim você poderá lucrar mais, mesmo que a receita líquida seja dividida com seus parceiros.

3 - Produção de trabalhos acadêmicos

Esse é um modelo de negócio no qual o investimento financeiro é baixo, mas em compensação exigirá de você uma grande habilidade com a escrita. Pois além de você ter agilidade para atender às demandas, será preciso estar por dentro das normas da ABNT para produzir todo tipo de trabalho acadêmico para seu público.

Os principais trabalhos acadêmicos que você pode oferecer online são:

  • Monografias
  • Teses
  • Dissertações
  • Artigos
  • Resenhas
  • Relatórios
  • Fichamentos

Você pode montar um site, blog, usar redes sociais ou até mesmo o WhatsApp para promover seu negócio, receber os pedidos, atender os clientes, etc. E você pode usar esses canais para começar seu negócio com seus próprios colegas da faculdade e à partir daí expandir sua audiência.

4 - Crie cursos para vender online

Você é bom em redação? Manda muito bem na cozinha? Domina um monte de assunto sobre tecnologia? Então pode ter muita gente que vai querer aprender isso de você. Portanto, que tal vender seu conhecimento montando um curso online?

Atualmente há plataformas como a Udemy na qual permite que você hospede todas as vídeo aulas que você produzir, e estas sejam acessíveis às pessoas que fizerem a inscrição no seu curso online, mediante um valor definido por você.

E tudo com uma estética muito profissional, o que garante que seu negócio transmita seriedade e confiança ao público.

Falando em público, há um enorme procurando aprender todo tipo de coisa na internet. E você pode até conhecer pessoas assim aí onde você mora. Por isso quando for começar, elas poderão ser seus primeiros clientes.

E lembrando só mais uma vez que após realizar as vídeo aulas, dê um belo tratamento de edição nelas principalmente em relação à qualidade de imagem e som. No mais, se você conseguir adicionar vinhetas ou algum efeito interessante e útil para o cliente, melhor ainda.

5 - Criação de sites para pessoas e empresas 

Você tem experiência com linguagens de programação voltadas para a criação de sites? Ótimo! E caso não tenha, ótimo também! Pois hoje em dia, graças as plataformas online de desenvolvimento de websites, é possível criar um site pessoal ou profissional mesmo que você não esteja familiarizado com as intermináveis linhas de código HTML, CSS entre outras.

E o que isso significa? Que vender sites é uma grande oportunidade de negócio online batendo na sua porta. Pois mesmo sendo tão fácil criar um website há pessoas e empresas que estão dispostas a pagar a alguém para fazer para eles.

Você pode contratar uma plataforma como Weebly, Wix ou SitePX e oferecer seus serviços de criação de sites na internet. Mas uma boa opção para começar é buscar um público mais próximo de você.

Experimente colegas da faculdade, trabalho ou pequenas empresas perto de onde você mora. Com esses você tem a chance de apresentar melhor seu trabalho e o contato visual garante mais confiabilidade ao seu negócio.

E serão esses clientes que lhe ajudarão a expandir seu negócio compartilhando seus serviços com outras pessoas.

6 - Consultoria de moda online

Moda é um setor que engloba produtos no qual estão entre os mais vendidos na internet e isso torna esse setor super rentável, além de oferecer grandes oportunidades de negócios na internet. E assim como há muita gente que gosta de comprar roupas e acessórios, há aquelas também interessadas em vesti-los bem.

A coisa mais importante que você vai precisar, além de um computador com boa conexão com internet é muito conhecimento no assunto. Muito porque seus clientes irão querer saber não apenas qual roupa vestir para tal evento mas também quais acessórios, tipo de cabelo, make e calçado usar para formar o look perfeito.

Além de você ter um site, rede social, uma página em um site freelancer ou blog para esse tipo de negócio, será preciso manter a atividade nas principais redes sociais e aplicativos voltados para vídeo e imagens como Instagram, Pinterest, Flickr e Youtube.

Vale lembrar que é indispensável também estar por dentro das tendências de moda que ocorrem no ano. Ou seja, quanto mais por dentro do assunto você estiver, mais chances seu negócio terá de fazer sucesso no mercado da moda.

7 - Marketing multinível

Marketing Multi Nível (MMN) é um tipo de negócio que de uns anos para cá vem ganhando bastante destaque aqui no Brasil e um dos grandes nomes desse ramo é a Polishop.

Você começa se cadastrando no site e investindo em um dos planos para se tornar um empreendedor. Aí você terá acesso a uma loja virtual personalizada com os produtos da Polishop. Estes variam de acordo com o tipo de kit que você adquirir.

Além disso, você não está limitado apenas a revender os produtos da sua loja virtual (venda direta) mas também intermediando vendas para a Polishop e com isso ganhar excelentes comissões.

Outra maneira de ganhar dinheiro nesse negócio é através de indicações. Se um novo empreendedor Polishop é cadastrado através de uma indicação sua, você será pago por isso.

Você também poderá ganhar bônus por nível de liderança e dependendo de seu desempenho poderá fazer parte de grandes eventos realizados pela empresa e grandes viagens.

Junto à loja virtual você terá acesso a um escritório virtual para administrar seu negócio com a maior eficiência.

8 - Gestão de páginas sociais de empresas

Redes sociais são ferramentas indispensáveis para as empresas conquistarem seus clientes através da internet. Contudo, para tal é preciso tempo e uma boa dose de trabalho extra! E boa parte dos empresários não tem esse tempo disponível para atuar de forma ativa nas páginas de seus empreendimentos em redes sociais como Facebook, Twitter ou LinkedIn.

E aí que está sua chance. Se você tem experiência em administração de páginas, ganhe dinheiro gerenciando as páginas sociais de empresas de todo tipo.

Claro que para isso você precisará de conhecimentos que vão além de fazer um post ou responder comentários e mensagens. Será preciso criar postagens com fotos, vídeos, títulos e textos que atraiam à atenção do público, e você precisa ficar de olho nos horários mais indicados para postar.

Além do mais, será sua tarefa gerar relatórios com informações como: número de novos seguidores por semana, nível de engajamento, qual tipo de post mais interessa o público, etc.

Mas se você mostrar que é capaz de realizar essas tarefas, pode ter certeza de que terá um público bastante interessado em contratar seus serviços.

9 - Revenda online de produtos de outras empresas

Grandes empresas estão oferecendo oportunidades de revenda online onde você pode em apenas alguns passos começar a trabalhar com vendas na internet sem precisar em alguns casos investir em aquisição de produtos. Ou em outros será preciso, mas em compensação seus lucros serão muito maiores.

A variedade de produtos é grande. Tanto físicos quanto digitais. As formas de ganhar dinheiro podem ser comissões, indicações ou até mesmo premiações em alguns casos. O investimento inicial é relativamente baixo se comparado por exemplo, ao custo inicial para ter uma loja virtual pronta para começar a vender.

10 - Venda e edição de fotos online

Se você é um fotógrafo ou domina muito bem as artes da fotografia então use sua câmera para ter um pequeno negócio de venda e edição de fotografias online. Através dos melhores sites se banco de imagens, você pode vender todo tipo de fotografia e outras imagens para pessoas do mundo todo.

Mas caso você prefira trabalhar de uma forma mais profissional e ter um espaço só seu para vender suas fotos, então o mais indicado é montar um blog na plataforma Wordpress e utilizar um dos belíssimos temas que transformarão seu blog em uma loja virtual pronta para a venda de todo tipo de imagem.

E se além de ser bom em tirar fotos, você também entende da edição e tratamento delas, ofereça esse tipo de serviço adicional em seu site, loja virtual ou portfólio num site freelancer. Dentre as edições que você pode oferecer estão:
  • Recuperação de fotos antigas
  • Limpeza - eliminação de todo tipo de elemento que deixam as fotos feias ou dificultam a identificação.
  • Tratamento de iluminação
  • Tratamento em pessoas na foto - remoção de espinhas, olheiras, manchas, feridas, cicatrizes, uma gordurinha aqui, outra ali e outras imperfeições.
  • Montagens dos mais variados tipos

11 - Revenda de hospedagem

Já ouviu falar de revenda de hospedagem? É tipo de plano encontrado em várias empresas de hospedagem e uma de suas características principais é que ela possui um armazenamento maior para os clientes hospedarem vários sites, ao invés de pagar uma hospedagem para cada site (o que sairia mais caro).

Mas você pode transformar isso em um negócio online oferecendo pacotes de hospedagem em um preço mais em conta para clientes que estão à procura de hospedagem para seus sites.

Vamos a um breve exemplo:

Digamos que você comprou o plano de revenda que custa R$ 49,90/mês, que além de outros recursos, lhe dá 50 GB de espaço em disco, 500 GB de transferência de dados e domínios ilimitados.

Agora vamos assumir que você venda pacotes de hospedagem de 100 MB de espaço e 1 GB de transferência a R$ 7,00 para sites pessoais. Assumindo que você consiga 10 clientes no 1º mês e no mês seguinte mais 10, ficará asim:

R$ 70,00 de contração do serviço do 1º mês + R$ 70,00 pela mensalidade dos clientes do 1º mês + R$ 70,00 de outros 10 clientes do 2º mês = R$ 210,00. Agora vamos continuar nesse esquema assumindo que você consiga pelo menos 10 clientes/mês sem que os outros desistam de você.

Até o sexto mês você terá uma receita de R$ 1.470,00. Menos a despesa com seu plano de revendedor = R$ 1.170,60.

Para saber mais sobre o negócio de revenda de hospedagem e se ele é indicado para você, clique aqui.

12 - Franquias virtuais

Sabia que o negócio de franquias está indo muito bem mesmo em tempos de crise? E não apenas no cenário real, mas no virtual também!

Assim como as franquias tradicionais, as virtuais funcionam de acordo com as mesmas regras e diretrizes da lei. Porém, diferente de uma franquia tradicional, você não precisará se preocupar com com o aluguel de um estabelecimento físico ou o mantimento de uma quantidade grande de colaboradores para ter uma franquia virtual.

Devido a isso o investimento torna-se acessivelmente baixo. E a variedade de setores é grande. Há franquias virtuais de provedor de internet, lojas virtuais, recursos humanos, venda de softwares, e tantas outras.

Se você deseja atuar nesse tipo de negócio, é bom antes consultar pessoas que já tenham experiência no assunto para conseguir orientações e dicas valiosas. Além disso, conhecer ferramentas e técnicas de marketing online será um diferencial e tanto.

13 - Serviços de Design Gráfico

Corel Draw, Illustrator e Photoshop estão entre os programas principais quando o assunto é design. Portanto se você é capaz de criar nesses programas, trabalhos incríveis que vão desde um banner até um belo layout para um site, esta é sua chance de combater a crise.

Há inúmeros sites voltados para freelancers onde você pode ter seu portfólio online oferecendo seus serviços de designer na internet. E as oportunidades não se limitam apenas ao Brasil. É possível vender seu trabalho para todo o mundo em sites como o Freelancer.com.

Você pode atuar nos melhores sites freelancer como o que citei acima e além disso montar um site pessoal com o portfólio dos seus trabalhos realizados para aumentar ainda mais seu alcance.

Veja alguns dos serviços de design gráfico mais procurados na internet:

  • Logomarcas
  • Banners
  • Cartões de visita
  • Layouts para websites
  • Embalagens
  • Catálogos
  • Panfletos

14 - Venda de produtos na internet

Como esse é o assunto principal do blog, não poderia deixar de falar dele não é? Mesmo que eu já tenha falado no artigo sobre ideias de negócios online que postei para 2015.

Mas o outro real motivo é simplesmente o fato de que esse é um negócio que está transformando a vida de muita gente! O ecommerce é uma tendência que garante grandes possibilidades de negócios lucrativos mesmo em épocas de crise. E se você está buscando se livrar dela, considere atuar no setor de vendas pela internet.

Há várias modalidades e plataformas para vender online. Seja para quem está começando, quem já tem algum tipo de experiência no assunto, quem não tem muito poder aquisitivo para começar, ou quem está disposto a investir pesado logo de cara. Veja algumas que considero as principais:

Loja virtual - como o nome já implica, é a sua loja na internet onde você poderá vender seus produtos através de um site criado em uma plataforma dedicada ao ecommerce.

Você pode começar criando uma loja virtual de graça e adicionar seus produtos para começar a vender ou investido em uma plataforma paga como a Shopify ou UOL Host para ter maior alcance e um negócio mais rentável.

Redes sociais - não apenas no Facebook, mas redes sociais como a Pinterest ou Twitter estão sendo cada vez mais adaptadas para a comercialização de produtos físicos e digitais.

Blogs - até os blogs podem ser transformados em um site de vendas. E uma vantagem é que as pessoas já estão mais familiarizadas em como administrar um blog do que uma loja virtual, portanto poderá dominar mais rápido o processo de venda nessa plataforma.

Embora eu utilize a plataforma Blogger, para o caso de ecommerce, recomendo a Wordpress que atualmente possui muito mais recursos para esse tipo de atividade.

Brechó online - voltado principalmente para a prática de desapego de produtos novos e seminovos, um brechó online pode ser criado em diversos tipos de plataformas, seja de uma loja virtual ou em um site especializado como o Enjoei.

Marketplaces - vender produtos em sites do tipo marketplace é uma das maneiras mais simples de trabalhar com vendas na internet.

Nele você pode tanto ofertar quanto fazer o comércio dos seus produtos sem que precise dominar linguagens complicadas de programação ou conceitos complexos do Ecommerce.

Além disso, o processo é bem simples. Primeiro você faz o cadastro no site, depois registra o produto e logo em seguida ele já estará sendo exibido no marketplace. Quer um exemplo de marketplace? O site OLX.

Dropshipping - significa que você estará revendendo produtos de uma empresa que forneça os produtos para você divulgar em seu site e, no momento em que o cliente fizer uma compra, a diferença do valor que você definiu pelo valor definido pela empresa é seu lucro líquido.

Ou seja, digamos que você se cadastrou em um determinado site que lhe permita revender via dropshipping. Agora suponhamos que um certo produto de lá está por R$ 70,00 e você decida revendê-lo em seu site por R$ 100,00.

Caso alguém compre esse produto, o pedido e o pagamento serão redirecionados para o site, este fará a entrega diretamente para o cliente e os R$ 30,00 vão para sua conta.

15 - Agência de marketing e publicidade online

Como já faz algum tempo que a internet tem sido a principal ferramenta de marketing e publicidade para muitas empresas e empreendedores, há uma oportunidade e tanto para você aqui.

Atuando nesse ramo você irá oferecer serviços para empresas e outros que queiram destacar o negócio na internet. Para tal será preciso que você seja capaz de desenvolver atividades como:
  • Otimização de sites para os mecanismos de busca (SEO)
  • Divulgação da empresa e seus produtos
  • Criação de anúncios publicitários em mecanismos de busca ou redes sociais
  • Relatórios de resultados (usando ferramentas como a Google Analytics)

Como essas atividades exigem um amplo conhecimento, tempo e dedicação, é recomendável que esse tipo de negócio seja realizado em sociedade com uma ou mais pessoas. Desse modo será possível oferecer um serviço eficiente.

Além disso o investimento para esse modelo de negócio é um pouco maior mas consequentemente o lucro também será maior.

16 - Youtuber: um lucrativo negócio no Youtube

Isso mesmo, torne-se um Youtuber! Se você tem uma câmera digital ou um smartphone de câmera boa, é o tipo de pessoa que curte fazer vídeos, tem algum tipo de conhecimento que seja útil para as pessoas e não tem vergonha de ser visto por várias delas na internet, então esse negócio pode ser seu.

Uma coisa é fato, tem gente ganhando muito dinheiro com o Youtube sim. E mesmo que você não consiga ganhar dinheiro o suficiente para viver unicamente desse tipo de negócio, poderá ter uma renda extra muito bem vinda.

Além dos requisitos que falei acima, você precisará também de um programa de edição de vídeos como o Camtasia Studio e um ambiente devidamente preparado. O cenário pode variar dependendo do tema que você abordará em seu canal.

Falando em tema, veja alguns que estão fazendo sucesso no Youtube:
  • Games
  • Comédia
  • Música
  • Maquiagem
  • Moda
  • Culinária
  • Tecnologia
  • Séries
  • Esporte
Já ouviu falar do canal PewDiePie? Esse é o nome do canal e pseudônimo do maior Youtuber do mundo. Ele ganha nada mais nada menos que 4 milhões de dólares por ano com vídeos dos games que ele joga, além de fazer comentários de vários jogos, e até suas reações durante a jogatina não são deixadas de fora dos vídeos.

Ideias de negócios na internet para 2016 - Conclusão


E aí, vamos se livrar da crise de uma vez por todas? Com essas ideias que você acabou de ver para negócios online, tenho certeza de que poderá começar 2016 com mais dinheiro no bolso e sem aquele medo de ser afetado pela crise.

Mas para isso é preciso dar o próximo passo e trabalhar para que seu novo negócio na internet funcione de verdade. Então mãos à obra!

Quer saber mais? Então veja:
Leia Mais ►

Como Montar Uma Loja Virtual Grátis Passo A Passo

Em nosso 4º post sobre como montar uma loja virtual, você aprenderá como criar uma loja online grátis na plataforma Loja Integrada passo a passo.

Mas antes me deixe esclarecer algumas perguntas que podem estar na sua mente agora sobre o plano grátis da Loja Virtual Integrada:
  • Quantos produtos poderão ser cadastrados? - No plano gratuito você poderá cadastrar até 50 produtos.
  • É possível adicionar um domínio próprio? - sim, você poderá adicionar seu próprio domínio na loja. Por exemplo: minhanovalojavirtual.com.br.
  • É preciso pagar alguma taxa para a Loja Integrada por cada venda? - não. Tudo que você será seu, independente da quantidade ou valor dos produtos.
  • Eu poderei realmente criar uma loja virtual na Loja integrada totalmente de graça? - com certeza. Você não pagará nada para criar e ter sua loja virtual funcionando gratuitamente.
  • Será seguro para mim e meus clientes montar uma loja virtual na Loja Integrada? - totalmente. Sua loja virtual será hospedada em servidores da Amazon com ISO 27001, sendo que este segue os padrões internacionais de Gestão de Segurança da Informação.

Agora aqui vai uma dica super importante: caso você esteja pensando em montar sua loja virtual assim do nada, sugiro que antes veja 9 coisas importantíssimas que devem ser planejadas antes de colocar seus produtos para vender online.

Pois assim você diminuirá (e muito!) os riscos de seu negócio ter grandes prejuízos logo no começo.

Dica: se você já tiver providenciado pelo menos parte das 9 coisas citadas no link acima, a criação será mais rápida. Algumas delas são:

  • Palavras chave definidas (para nome da loja, descrição dos produtos, nomes das fotos e outros textos)
  • Nome da loja
  • Fotos dos produtos
  • Outras imagens (ícone, capa, logotipo, etc)
  • Descrição dos produtos

Outra coisa: caso esteja querendo montar uma loja virtual de roupas você já tem no estoque os produtos prontos para vender? Pois caso ainda não tenha, veja onde você pode comprar roupas novas, seminovas ou usadas por ótimos preços para vender na sua loja.

Ídice de tópicos do artigo

1 - Primeiros passos - cadastrando sua loja virtual

2 - Completando as informações da sua loja virtual

3 - Melhorando a aparência da sua loja virtual (com vídeo)

4 - Adicionar páginas e conteúdo

5 - Cadastrando produtos na loja (com vídeo)

6 - Como definir as formas de pagamento e envio

7 - Integração da loja com as redes sociais

8 - Últimos passos e testes

9 - Vamos começar a vender com sua nova loja virtual?

Com isso podemos dar continuidade a criação da sua loja virtual gratuita. Outras dúvidas que surgirem vão ser respondidas no decorrer do post e se ainda restar alguma, é só comentar ok?
Como montar uma loja virtual gratis na plataforma Loja Integrada

1 - Primeiros passos - cadastro da sua loja virtual

Para começar clique nesse link e no campo abaixo de "Crie sua loja virtual grátis", digite seu email e depois clique em Criar loja. Em seguida digite seu nome, crie uma senha e tecle Enter.

Na próxima tela coloque o nome da sua loja seguido do endereço. Cuidado com endereços muito longos ou de difícil compreensão.
criando loja virtual gratis loja integrada

Quanto mais fácil de as pessoas memorizarem, melhor. Mas é legal também lembrar que se possível, colocar pelo menos uma das palavras chave principais que você irá usar na construção da sua loja virtual.

Sendo esse guia sobre uma loja virtual de roupas então o endereço ficou assim: http://temporario-bestshirt.lojaintegrada.com.br. Depois disso clique em Prosseguir.

Agora preencha esse pequeno formulário com as informações que pedem e prossiga.
dados da loja virtual gratuita

Na parte dos planos só queria fazer uma observação: note que o plano grátis permite até 5000 visitas por mês. 
loja virtual integrada plano grátis

Isso pode parecer pouco para algumas pessoas, mas é importante lembrar que são 5000 visitas únicas, ou seja se a mesma pessoa visualizar a mesma página várias vezes, ainda conta como uma única visita.

E na medida em que seu negócio for crescendo, você pode considerar aumentar o limite de visitas contratando um plano pago.

Afinal, todo negócio que tenha como objetivo crescer no futuro, precisará de investimento em algum momento.

E na próxima janela você já tem uma loja virtual pronta. Mas isso é só o começo. Vamos aos próximos passos para deixar seu ecommerce pronto e funcionando.
loja virtual gratis
Viu como é simples ter uma loja virtual gratis? Mas vamos em frente que isso é só o começo!

Depois de criar sua loja virtual dê um pulo rápido no seu email para poder confirmá-lo. Você verá uma mensagem desse tipo:
confirmação de email loja virtual integrada

2 - Completando as informações da sua loja virtual

Após a confirmação, vamos voltar ao painel principal da sua nova loja virtual. E a 1ª coisas que vamos fazer a partir de agora é adicionar o restante das informações importantes do seu ecommerce. Para isso vá na parte superior, no menu Minha loja e clique em Dados da loja

Note que as primeiras informações são do seu endereço baseado no CEP que você forneceu no cadastro lá no começo. Até um mapa de localização do endereço foi adicionado à página "Fale conosco".

Agora vamos preencher os dados que faltam:
informações da loja virtual integrada


Nome da loja no <title> - é como se fosse uma extensão do nome da sua loja. Ele será mostrado nas pesquisas logo após o nome da sua loja e na aba do navegador.

Como como a loja que criei no exemplo é de camisetas então coloquei assim: camisetas estampadas personalizadas masculina e feminina. Evite passar dos 60 caracteres (contando com espaços).

Descrição - Digite em no máx 155 caracteres (contando com espaços) um texto que melhor descreva sua loja. Lembre de inserir sua palavra chave principal, pois isso também influenciará no posicionamento do seu ecommerce. Na minha coloquei assim:

Loja virtual de t-shirts, camisetas e camisas com estampas personalizadas para moda masculina e feminina. Vendemos camisetas para todo Brasil

Endereço do blog - se você já tinha preparado um blog para seu ecommerce, então coloque o endereço dele ali. 

Ou você pode deixar isso para outra hora. Embora eu recomende que você providencie um o quanto antes. Pois ter um blog para sua loja virtual resultará em mais visitas e mais vendas para você.

Depois disso vem o telefone para contato e um outro para o WhatsApp. Se você é ativo nesse aplicativo então vale a pena deixar o contato em sua loja virtual. Muitas fazem isso hoje para usá-lo como canal de atendimento e ferramenta de marketing.

Skype e email são os dois últimos campos. É bom ter tanto um email quanto um Skype dedicado apenas para sua loja virtual. 

Fica mais profissional e assim você poderá falar apenas com clientes e não será interrompido por outras pessoas enquanto trabalha.

Por último escolha o ramo de atividade (no caso de roupas, escolhi "Moda e Acessórios"). Salve as alterações e vamos em frente. 

3 - Melhorando a aparência da sua loja virtual

Chegamos em uma das partes que mais gosto! Vamos dar um up no visual da sua loja e deixá-la irresistível. Por enquanto a minha está assim:
criando uma loja virtual na loja integrada

A primeira coisa que vamos adicionar é a logo. Caso você já tenha uma, ótimo! Senão você pode criar uma ou se não souber contrate um profissional ou peça a alguém para fazer.

Vá no menu Minha loja e clique em Logo. Depois clique em Escolher arquivo, localize a logo em seu PC e adicione em sua loja. os formatos indicados são JPEG e PNG. Na minha loja de exemplo escolhi PNG e a medida ficou 300 x 300 pixels. O tamanho do arquivo ficou em torno de 20Kb.
adicionar logo na loja virtual grátis

Ficou pequena não acha? Por isso você pode experimentar outros tamanhos e escolher o ideal para sua loja.

Aproveitando que chegamos nesse assunto, recomendo que leia esse guia completo de otimização de imagens para sua loja virtual caso você ainda não saiba como fazer. 

É super importante otimizar as imagens do seu ecommerce pois assim poderá garantir melhores posições nos resultados de pesquisa e deixar o carregamento das suas páginas mais rápido.

Para adicionar o ícone é quase a mesma coisa, porém a medida é bem menor e o formato recomendado para aparecer em todos os navegadores é o .ico. (se não tiver como pode usar um PNG ou JPEG mesmo). 

Você pode encontrar milhares de ícones nesse ou outros formatos, cores e tamanhos totalmente grátis nesse site.

Vamos agora na opção Visual da loja que fica no menu Minha loja. Como são muitas opções, para essa parte fiz um vídeo mostrando cada uma das opções que utilizei:


Você pode mudar o que quiser na hora que quiser. O interessante é fazer testes para ver quais as melhores combinações de cores, tamanhos e outros detalhes ficam melhor na sua loja.

Agora vamos adicionar um banner. No menu Minha loja, clique em banners. Note que há a possibilidade de inserir banners de diferentes tamanhos e locais da página.

Nesse exemplo vou adicionar um na parte superior de modo que apareça apenas na página inicial. Para isso vou usar o modelo "Full Banner".
loja virtual grátis integrada mudando aparência

Depois de clicar em "Criar novo banner", basta dar um nome a ele, definir em qual página ele será mostrado, se abrirá na mesma página ou em outra, título e adicionar a imagem.

É importante saber que a imagem precisa estar na medida recomendada. Por exemplo, para full banner é 1140 x 300 px.

E depois de mexer aqui e ali, a loja virtual por enquanto está assim:
loja virtual gratis montar loja virtual passo a passo
Por enquanto nossa loja virtual grátis está assim

4 - Adicionar páginas e conteúdo

Vamos adicionar algumas páginas? E um pouco de conteúdo também. Afinal nossa loja está um pouco vazia não é?

Novamente no menu Minha loja, clique em Páginas extras e na página seguinte em Criar página. Nesse exemplo vou criar uma página chamada "A loja" onde será adicionado um breve perfil da loja virtual.

O 1º item destacado em vermelho é o link da nova página. E o 2º é a ferramenta para inserir imagens na página. 

Caso a imagem ainda não esteja no servidor da plataforma, será preciso enviá-la. É simples: depois de clicar na ferramenta, vá em Enviar -> Escolher arquivo. Escolha uma imagem no seu computador, depois clique em Enviar para o Servidor e dê OK.

Na janela seguinte, digite um texto alternativo para a imagem, defina o tamanho dela e dê OK. Na minha loja virtual, cada link para página que eu criar, aparecerá no canto esquerdo no rodapé.

Para mudar a posição basta mudar o layout em Minha loja -> visual da loja.

5 - Cadastrando produtos na loja

Antes de adicionar um produto, preciso te mostrar como criar dois itens importantes para organizar sua loja: categoria e marca.

Vá em Produtos -> Categorias -> Criar categoria. Existem dois tipos: a categoria principal (pai) e a subcategoria. Por exemplo, eu criei uma categoria principal chamada Camisetas.

Lembre de descrever bem a categoria, utilizando as palavras chave da sua loja virtual, pois isso irá influenciar no SEO.

Tá vendo aquela URL destacada ali em cima? Depois de digitar a categoria, o nome dela aparece no final da URL. Mas caso ache necessário, você pode personalizá-la clicando no lápis. Desse jeito:

Por último preencha as Tag Title e Meta Tag Description.

Para adicionar a marca é quase a mesma coisa da categoria. As diferenças são que não há marca principal ou secundária, você pode adicionar uma imagem com o logotipo da marca e não há
Tag Title e Meta Tag Description para preencher.
criar loja virtual de graça adicionar marca do produto

Agora confira no vídeo o passo a passo para adicionar um produto na sua loja virtual:


Antes de terminar, gostaria de acrescentar algumas observações:
  • A imagem utilizada no exemplo está otimizada para os buscadores. Lembra que falei disso no 3º tópico?
  • Entendeu agora porque preferi criar a categoria e marca antes de adicionar um produto? Para nessa hora já ter a categoria e marca listada para escolher.
  • Depois de salvar as alterações, surgirá na parte superior direita um botão vermelho para definir o tipo de produto. Isso ficou fora do vídeo por uma falha minha (sorry!) que só percebi depois.
  • Escolha o tipo de produtos que mais combina com seu ecommerce. Como nesse exemplo é uma loja de roupas então escolhi Vestuário.
  • Descrição - além das informações principais, você pode dar um toque especial à descrição do produto para encantar/surpreender o visitante e aumentar as chances de ele comprar.
  • Se quiser saber como criar descrições que irão fazer a diferença nos seus produtos clique aqui.
  • Meta Tag Description é o texto que aparecerá junto com o link da página do produto nos resultados de pesquisa. Use sempre a palavra chave que você deseja ranquear para tal página. E cuidado com o tamanho pois o máximo de caracteres (contando espaços) é 155.

6 - Como definir as formas de pagamento e envio

Pagamento


No menu Minha loja clique em formas de pagamento. Há uma boa diversidade delas e todas estão ativas, sendo que parte delas são disponíveis apenas no plano pago (como pagamento por boleto). No exemplo escolhi a Paypal.
montar uma loja virtual gratis formas de pagamento


Depois de clicar em Paypal, ative o pagamento, e insira o email que você utilizou no cadastro de sua conta Paypal caso já tenha. Caso ainda não, note que lá mesmo há um botão para você criar sua conta.

Você também pode definir um valor mínimo para o cliente realizar pagamentos via Paypal. Há também se preferir, a opção de definir um valor mínimo para pagamento parcelado. Caso não queira nada disso, deixe os valores zerados e clique em Salvar alterações.

Envio


Vá em Minha loja -> Formas de envio.  Depois escolha uma das formas de envio para sua loja. Aqui escolhi via PAC.
como montar uma loja virtual grátis formas de envio

Depois de escolher a forma de envio, ative-a e adicione as seguintes informações:

  • CEP de origem - o seu CEP
  • Prazo adicional - dias a mais adicionado ao prazo de envio. Por segurança, a quantidade recomendada é 1.
  • Acrescentar o frete - você tem 2 opções: adicionar um valor fixo, ou uma % para o valor do produto. Escolha a qual melhor se adequar ao seu negócio.
  • Possui contrato com os correios? - referente à lojas virtuais que fazem parcerias com os Correios para serviços de entrega, tendo benefícios como desconto no envio além de não precisar pagar na hora pelas postagens. Para saber mais clique aqui.
  • Serviços adicionais prestados pelos correios - serviços adicionais para tornar ainda mais eficiente a experiência de entrega dos produtos (todos são pagos) e o valor de cada um será acrescentado ao frete:
  1. Entrega em mão própria
  2. Declarar valor dos produtos
  3. Aviso de recebimento

Por último salve as alterações. Repita o procedimento para outras formas de pagamento que você achar necessárias. Esteja ciente de que dependendo da forma de envio podem haver mais opções para configurar.

7 - Integração da loja com as redes sociais

Nem pense em deixar de lado as redes sociais! Sua loja virtual tem de estar lá. Clicando em Redes sociais (no menu Minha loja) você poderá adicionar o link da página da sua loja em cada uma das principais redes sociais. Se você ainda não criou, poderá fazer mais tarde. Porém, quanto antes fizer melhor.
loja virtual grátis nas redes sociais
Depois de adicionar os links, clique em Salvar alterações. Assim os links farão parte da loja virtual na parte de contato. E isso também é bom para o link building SEO.

8 - Últimos passos e testes

Não vá cair na besteira de montar toda sua loja virtual e depois lançá-la para começar a vender sem ao menos se certificar se tudo está funcionando direito.

Já pensou se na hora de sua primeira venda, ocorre algum erro na hora de o cliente realizar o pagamento?

Portanto verifique tudo direitinho, teste todas as páginas, cadastre-se em sua própria newsletter, simule uma compra e toda vez que você fizer mudanças em sua loja, visualize-a em seguida.

9 - Viu como você mesmo pode montar sua loja virtual?

Chegamos ao fim de um imenso post. Espero muito que ele tenha ajudado você na sua tarefa de criar seu ecommerce. E como eu falei lá no começo, se há dúvidas, pergunta para mim nos comentários.

E depois que sua loja estiver pronta para vender você já sabe como irá realizar sua primeira venda? Não? Então descubra aqui.

Saiba também como usar o Facebook para conseguir mais vendas e dê uma olhada em minha série especial de SEO para lojas virtuais para conseguir posições ainda melhores nas pesquisas da Google.

E se você chegar à conclusão de que a plataforma Loja Integrada não é para você, então experimente algo mais completo como a Shopify ou UOL Host.
Leia Mais ►