Canal do blog Como Vender Pela Internet no Youtube. Vem ver!

Isso mesmo, nosso blog está com um canal no Youtube! 😀

Agora você também terá conteúdo em vídeo para tornar seu aprendizado ainda melhor.
canal no youtube blog como vender pela internet
O nosso blog agora também está no Youtube!

Todos os vídeos do canal irão seguir a mesma linha do blog, onde você poderá aprender como vender produtos pela internet com lojas virtuais, blogs e redes sociais. Também terá ideias de negócios online, SEO e dicas de como vender mais.

Claro que assim como no blog, lá no canal também terá conteúdo exclusivo como esse vídeo onde falo sobre como aumentar as visitas do blog sem precisar de anúncios.

Clique aqui para acessar o canal. E se você gostar do que ver por lá, curta, se inscreva e ative as notificações para saber quando tiver vídeo novo.

Te espero lá! E se tiver qualquer dúvida ou quiser mandar sugestões de vídeos, deixa aí nos comentários valeu? Abraços!
Leia Mais ►

5 Razões Para Começar a Vender Na Internet Com o Pinterest

Em número de usuários, o Pinterest ainda é uma garotinha comparada com Facebook ou Instagram. Mas mesmo assim, essa garotinha tem feito um barulho e tanto principalmente quando o assunto é usar as redes sociais para os negócios.

Então, se você está em busca de novas alternativas para vender seus produtos na internet sem precisar investir muito para isso, o Pinterest pode ser o que está procurando.

Mas antes de começar, o que de fato é o Pinterest?

Trata-se de uma plataforma que oferece descobertas para os mais diversos conteúdos sobre qualquer coisa.

Através de publicações em imagens ou vídeos, as pessoas podem encontrar ideias para decoração, culinária, inspirações de looks, dicas de viagens e muito mais.

As publicações ou pins como são chamadas no Pinterest podem ser guardadas em pastas. Você pode criar quantas pastas quiser e até mesmo defini-las como públicas ou secretas para que somente as pessoas que você convidar possam ver o conteúdo.

Assim como em outras redes sociais existe a possibilidade de seguir. Porém no Pinterest você pode optar por: 1 - seguir um usuário ou 2 - seguir algumas pastas.

No primeiro caso, automaticamente todas as pastas desse usuário serão seguidas enquanto no segundo só serão seguidas as pastas que você escolher.

A rede foi lançada em 2010 e atualmente conta com mais de 320 milhões de usuários mensais.

Dito isso, agora seguimos para os 5 motivos de você começar a vender a na internet usando o Pinterest:
começar a vender pela internet com pinterest
Hora de começar a vender no Pinterest e alavancar seu negócio!

1. Imagens de tamanhos diversos

Diferente de outras redes, o Pinterest se destaca e muito quando o assunto é imagem. Porque permite publicações de tamanhos bem maiores e isso é ótimo!

Você pode postar desde a já conhecida foto com uma frase de motivação, até o mais incrível infográfico. Aliás, esse último é super recomendado porque funciona muito bem no Pinterest.

Não tenha dúvidas de que esse é um tipo de conteúdo que fará as pessoas engajar mais com você. Veja o exemplo abaixo:

vender com infográfico no Pinterest
Tá vendo como essa imagem tem dimensões enormes? Você pode
postar uma dessas lá no Pinterest sem ter problemas com recortes

Você não terá o problema de publicar uma imagem com tamanho de 1000x1500 no Pinterest e ela ser cortada como aconteceria no Instagram que permite imagens de até 1080x1080 no feed.

E por essa razão que você tem uma liberdade muito maior para trabalhar o conteúdo dos posts com imagens.

Se você tiver interesse em começar a criar infográficos, recomendo que use o Canva ou Piktochart. Nesses dois sites dá para criar belíssimos trabalhos sem precisar gastar nenhum centavo.

2. Menor concorrência 

Novamente comparado com outras redes, o Pinterest ainda é "pequeno" em número de usuários. E é justamente isso que faz com que sua concorrência por lá seja menor.

Quando falamos em usar as rede sociais para vender produtos, logo de cara se pensa em Facebook e Instagram. O que de fato não é errado, pois são onde há grandes oportunidades de negócios.

Mas imagine o quanto não deve ser complicado começar em plataformas onde o número de usuários já está na casa do bilhão e com várias empresas de todos os tamanhos investindo pesado em publicidade?

Em razão disso, pode ser vantajoso começar em uma rede social onde há menos empresas anunciando e um número menor de usuários, mas que por outro lado estejam interessados no que as marcas tenham a oferecer. Esse é o caso do Pinterest.

Não é à toa que pequenos negócios estão se dando muito bem por lá. Quer uma prova? Veja nesse link oito casos de sucesso onde pequenas empresas conseguiram resultados incríveis com o Pinterest.

3. As pessoas preferem engajar mais com as marcas no Pinterest

vender pela internet com pinterest

Um dos maiores desafios que muitas marcas enfrentam quando estão tentando engajar o público através das mídias sociais é a dificuldade de fazer isso sem parecer intrusivo. 

Afinal, os usuários estão cientes que uma empresa está interessada vender seus produtos e convencer as pessoas a comprá-lo, mesmo quando as publicações sugerirem outra coisa.

Felizmente, uma das características que favorecem as marcas ao vender no Pinterest, é que as pessoas que estão lá simplesmente porque adoram consumir conteúdo de marca! 

Só para você ter uma ideia, 98% experimentaram algo novo que descobriram por lá, 84% usam o Pinterest quando estão decidindo o que comprar e 77% descobriram novas marcas e produtos usando Pinterest.

Para ver mais estatísticas úteis clique aqui

Vale ressaltar que isso não significa que você vai transformar seu Pinterest em uma página de vendas e publicar apenas imagens dos seus produtos. 

É bom lembrar que as redes sociais foram feitas para interagir. Portanto, foque em oferecer conteúdo de valor e que mostre autoridade no assunto relacionado ao seu produto.

4. As mulheres amam o Pinterest

Seu público é exclusivamente feminino? Então não perca a oportunidade de conquistar suas clientes com o Pinterest!

Porque inicialmente era uma rede que tinha a maioria esmagadora de mulheres em sua base de usuários. E apesar de o público masculino ter conquistado sua fatia de 40% nos dias de hoje, o Pinterest ainda é dominado por elas.

vender no pinterest para mulheres

5. Você não precisa de uma loja virtual para vender no Pinterest

Isso mesmo! E além da vantagem de não precisar investir em uma plataforma de loja virtual, você pode focar todos os seus esforços desenvolvendo suas estratégias de vendas unicamente no Pinterest.

Assim como em outras redes, você tem à disposição recursos para comercializar seus produtos, desde o primeiro contato até o fechamento do pedido.

É possível inserir links nos pins, para o caso de enviar o cliente para alguma página de compra, enviar mensagens privadas, e recursos mais voltados para venda como a busca visual que permite o usuário descobrir o nome e outras informações de determinado item em uma foto.

Tem também o shop the look dedicado a compra de produtos de moda através da plataforma.
shop the look vender no pinterest
Shop the look

Dica extra: uma indispensável fonte de tráfego

Se você já tem um canal de vendas na internet independente dele ser uma loja virtual, blog ou outra rede social, considere usar o Pinterest como uma fonte de tráfego para atrair mais pessoas para sua página de vendas.

Se você fizer um bom trabalho poderá aumentar consideravelmente o número de visitas e consequentemente suas vendas. E se tiver sorte pode ter um de seus pins viralizado!

Só para você ter uma ideia, mesmo com apenas 201 seguidores, consigo gerar um bom número de visitas para esse blog com o Pinterest. Na verdade ele já se tornou minha principal fonte de tráfego social. E consegui isso com uma base de 201 seguidores!


No gráfico acima temos o número de impressões do meu perfil contando de janeiro de 2019 até hoje. Foram mais de 380000 impressões. 

E é por esse motivo que cada vez mais estou investindo em publicações no Pinterest!

Se quiser me acompanhar por lá acesse esse link

Chegou a hora de começar a vender no Pinterest


E aí, que tal começar a planejar os primeiros passos no Pinterest? Com as informações acima já da para ter uma ideia vasta das possibilidades que esse rede a social oferece. Do meu ponto de vista a tendência é que cada vez mais as pessoas a usem para vender na internet.

Também acredito muito que o Pinterest ainda investirá em novos recursos que nos ajudarão ainda mais nos negócios. É esperar para ver. Mas enquanto isso não acontece, bora vender?


Quer saber mais? Então veja:
11 Dicas imperdíveis para vender mais roupas pela internet
Como usar o Facebook para vender mais
Como vender pela internet gastando menos
Como otimizar as imagens da sua loja virtual (guia completo)
Leia Mais ►

Como Trabalhar Com o Google Adsense: Ganhe Dinheiro Com Seu Blog

Você decidiu começar a trabalhar com o Google Adsense e ganhar dinheiro com seu blog? Então esse guia é para você! E não se preocupe se você ainda não criou seu blog ou sequer tirou sua ideia do papel. Porque esse artigo vai estar aqui te esperando sempre que precisar.

Antes de mais nada, as ferramentas que estão envolvidas na construção desse guia, e que você com certeza irá precisar são:

Blog - em minha opinião a principal plataforma atualmente para ganhar dinheiro com anúncios do AdSense.

Planejador de Palavras-chave da Google - Ferramenta gratuita da Google para pesquisar palavras-chave.

Google AdSense - Além de ser uma das primeiras formas de monetização escolhida pelos blogueiros de todo o mundo, é o serviço mais eficiente para ganhar dinheiro com cliques em anúncios.

É claro que há outras ferramentas que você irá precisar em sua jornada, mas aqui vou me resumir a falar das que são fundamentais e mais focadas no assunto.

E os tópicos abordados neste guia são:

  • Como funciona o sistema de ganhar dinheiro com cliques em anúncios?
  • Qual tecnologia a Google utiliza para exibir anúncios relevantes no blog?
  • Como funciona o sistema de lances entre anunciantes do Google Ads?
  • Quanto o Google AdSense paga por clique?
  • O que é preciso para se cadastrar no Google AdSense?
  • O que fazer depois que o blog for aprovado pelo Adsense?
  • Como inserir um bloco de anúncio do Adsense? Quais os melhores locais?
  • Recebendo pagamentos do Google Adsense
  • Dicas para ganhar dinheiro trabalhando no Google AdSense
  • Cuidado para não ter sua conta banida 
  • Hora de começar a trabalhar com a Google

como trabalhar com google adsense
Como trabalhar com Google Adsense


Como funciona o sistema de ganhar dinheiro com cliques em anúncios?

Basicamente, você ganhará dinheiro cada vez que algum visitante clicar em um dos anúncios de uma página. Seja ela de um site, blog ou portal. 

Agora vamos a uma explicação um pouco mais detalhada. Para isso usarei como referência o programa de anúncios Google AdSense.

Digamos que você tenha um blog sobre computadores e acessórios de Informática. Se cadastrando no Google AdSense, você cederia espaços em seu blog para que anúncios nas páginas fossem exibidos para os visitantes interessados clicarem.

Graças a uma tecnologia do Google AdSense, o conteúdo do seu blog será identificado e anunciantes que derem o lance mais alto exibirão anúncios em seu blog. 

A maioria dos anúncios que irão aparecer serão relacionados ao conteúdo do exemplo acima (computadores e acessórios de Informática).

E você seria pago com uma porcentagem do valor de cada clique dado pelos visitantes ou a cada mil visualizações.

Qual tecnologia a Google utiliza para exibir anúncios relevantes no blog?

Graças ao rastreador do Google AdSense a maioria dos anúncios exibidos em seu blog serão relacionados ao conteúdo principal dele.

A cada duas semanas o rastreador fará uma "varredura" no blog para identificar se novos conteúdos foram adicionados, se houve alterações nas páginas, nos conteúdos mais antigos... Enfim. Uma verdadeira atualização.

Além disso o Google AdSense permite a segmentação com base em palavras-chave (contextual), com base na URL do seu blog (por canal) e segmentação de usuários específicos com base no ID do Cookie (por usuário).

Como funciona o sistema de lances entre anunciantes do Google Ads?

pesquisar no google ads palavras chave para blogs
Google Ads: publicidade online

Eu sei, estamos falando de como ganhar dinheiro com Adsense. Mas para suas chances de sucesso serem maiores, é importante que você entenda um pouco de Google Ads (antes Google Adwords).

Então me acompanhe.

Muitas pessoas e empresas que investem em publicidade online para aumentar suas vendas na internet, estão cadastrados no programa publicidade de links do Google Ads.

Através desse programa eles podem estabelecer um valor que estão dispostos a investir por X quantidade de cliques em links nos resultados de pesquisa, contendo determinada palavra-chave que leve ao site deles.

Um exemplo:

Vamos supor que eu tenha uma loja virtual de camisetas e quero aumentar as vendas através do buscador da Google.

Então vou me cadastrar no Google Ads, procurar pelas palavras-chave mais indicadas e dar lances por elas.

Digamos que eu tenha interesse pela palavra-chave "comprar camisetas de rock", para toda vez que alguém pesquisar essa palavra-chave no Google, minha loja virtual apareça na primeira página.

Tipo como ocorre com as lojas virtuais nos anúncios da imagem abaixo: 
exemplos de anúncios do google
Anúncios pagos na primeira página do buscador da Google

Já reparou que quando pesquisamos no Google, quase sempre aparecem no topo e à direita da página, anúncios em forma de links?

Esses são os anúncios o qual as empresas pagam para exibir seus produtos nas melhores posições dos resultados de pesquisa.

O tráfego de um site obtido através anúncios é chamado de tráfego pago. E o obtido sem anúncios pagos é o tráfego orgânico. 

A imagem anterior mostra o resultado para a pesquisa da palavra-chave "comprar camisetas de rock".

Agora voltando ao exemplo da minha loja virtual.

Veja no planejador de palavras-chave da Google quanto eu teria de pagar em média por clique para essa palavra-chave:
google ads custo das palavras chave
Custo de palavras-chave no Google Ads

R$ 0,17 centavos por clique é o mínimo que eu teria de desembolsar para essa palavra-chave.

Conforme é mostrado na lista acima esse é o menor valor, podendo mudar. E dependendo da concorrência para essa palavra-chave (que nesse caso é alta) esse valor aumenta.

E como em qualquer leilão, no fim quem pagar mais leva (nesse caso a palavra-chave).

Caso queira experimentar o planejador de palavras-chave para começar a pesquisar as mais relevantes para seu blog clique aqui. Ah e ele é grátis.

Apenas vendo essas informações dá para começar a ter uma ideia de quanto dinheiro a Google fatura por ano com anúncios.

Quanto o Google Adsense paga por clique?

Falando em faturar vamos falar sobre um assunto que deve te interessar muito.

quanto o google adsense paga
Já pensou você fazendo parte disso?

Eu expliquei no tópico anterior que para cada clique por determinada palavra-chave, um anunciante pagará X valor.

Mas não vá pensando que esse é o mesmo valor que você ganhará, cada vez que alguém clicar em um desses anúncios em seu blog.

"Por que?" você pergunta? Porque uma parte desse valor vai para a Google (caso você ainda não saiba, essa é sua principal fonte de renda).

Na verdade, o anunciante está pagando a Google pela palavra-chave e parte desse pagamento a Google direciona a você que está exibindo o anúncio dele em seu blog.

Você trabalha para a Google, que trabalha para o anunciante que por sua vez, trabalha para seus clientes (online e offline) e assim todo mundo sai ganhando.

Sacou?

Digamos que em seu blog tenha um anúncio para uma palavra-chave no qual o anunciante está pagando R$1,00 por clique. Quando um visitante clicar nesse anúncio, 68% do valor do clique (R$ 0,68) serão seus.

Mas o Google AdSense não foi feito para ganhar dinheiro só com cliques em anúncios! É possível ganhar também a cada 1000 visualizações. Ex: um anunciante paga R$ 3,00 para cada mil visualizações em seu anúncio.

Nesse caso você receberia R$ 2,04 (68%) para cada mil impressões nesse anúncio em seu blog.

E caso você insira anúncios de pesquisa, que são os que aparecem exclusivamente quando um visitante pesquisa algo dentro de seu blog, você ganhará 51% do valor de cada clique no anúncio.

Além disso, há outros fatores a serem considerados na hora de definir quanto o AdSense lhe pagará por cada clique. Vou destacar aqui os que acredito estarem entre os principais:

Nicho do seu blog

Preço das palavras-chave

Quantidade de visitas diárias

Quantidade de anúncios por página

O tipo de público que visita seu blog

O que é preciso para se cadastrar no Google AdSense?


Primeiro você precisa de um blog (como já mencionei, acredito que seja a melhor plataforma para ganhar dinheiro com os anúncios atualmente).

Você precisará criar uma conta no Google AdSense e depois cadastrar seu blog nele para começar a exibir os anúncios. E terá de criar também uma conta da Google caso o blog não seja criado no Blogger.

Porém, não pense que simplesmente, criando um blog e escrevendo alguns posts poderá se cadastrar e ser aceito pelo AdSense para inserir os anúncios e sair ganhando dinheiro.

O Google AdSense é um programa bem rigoroso. Para que seu blog seja aceito, é preciso que ele esteja dentro das políticas e regras estabelecidas pelo programa.

Portanto, ao começar a preparar seu blog para o AdSense, é fundamental o quanto antes estar a par das políticas para que seu blog seja aprovado.

Para saber o que é preciso, leia as políticas do programa, onde há tudo que precisa saber para ser aprovado no Google Adsense (mas é para ler mesmo!).

Obs.: no momento da inscrição, é super importante que o nome do beneficiário, seja digitado exatamente da mesma forma que está na conta bancária que receberá os pagamentos.

Depois de enviar sua inscrição, seu blog será avaliado pela equipe do Google AdSense. O tempo de avaliação pode variar muito de blog para blog.

Sugiro que aguarde pelo menos 1 a 2 semanas.

O que fazer depois que o blog for aprovado pelo Adsense?

como ser aprovado pelo google adsense
Ao ter seu blog aprovado, você receberá um email de confirmação e informações indicando os próximos passos. Um deles é criar seu primeiro bloco de anúncios e inserir em seu blog para que a ativação seja completa.

A princípio será exibido um bloco em branco na página ao invés do anúncio, mas isso é normal.

Depois de algumas horas após a ativação, o anúncio aparecerá.

Quando completar os primeiros $10,00, você receberá dentro de 2 a 4 semanas pelo correio o seu código PIN que tem que ser adicionado na sua conta Adsense.

Nesse período você receberá uma notificação para inserir esse código na sua conta.

Outra coisa muito importante para fazer é definir a forma de pagamento, acrescentando os dados fiscais como a conta bancária.

Como inserir um bloco de anúncio do Adsense? Quais os melhores locais?


É bem simples. Veja só:

Primeiro vá na sua conta do Google AdSense e no menu superior esquerdo clique em Anúncios.

Depois em Bloco de Anúncios e Novo bloco de Anúncios.
Como criar blocos de anúncios do Google Adsense


Na página seguinte, você terá quatro categorias principais:

  • Anúncios gráficos e de texto
  • Conteúdo correspondente
  • Anúncios In-feed
  • Anúncios In-article

Para um começo vou usar a primeira categoria como modelo.

Após escolher a categoria, você vai dar um nome ao anúncio e definirá o tamanho.

Entre os formatos de anúncio, há o responsivo o qual é recomendado pela Google.

De fato, esse formato é ótimo pois seu tamanho vai se adaptar de acordo com a tela do visitante que estiver acessando seu blog.

Entre os outros formatos há alguns que também merecem destaque, como o banner vertical de 300x600 ou retangular de 336x280. É importante fazer testes para descobrir quais irão funcionar melhor em seu blog.

Quando for criar o nome do anúncio faça isso se baseando no tamanho dele e em que local da página ficará.

criando um bloco de anúncios google adsense
Criando um bloco de anúncios do Google Adsense

Logo abaixo você terá mais 4 configurações.

Tipo de anúncio:
Aqui você opta por exibir anúncios gráficos, de texto ou gráficos e de texto.

Estilo do anúncio de texto:
Permite que você modifique a fonte, tamanho da fonte, links, cor de plano de fundo e borda dos anúncios contendo apenas textos.

Critérios personalizados:
Isso aqui é importantíssimo! Criar um critério personalizado permite dizer aos seus possíveis anunciantes as características do seu anúncio, em que local da página ele irá ficar e para qual tipo de conteúdo do seu blog ele está destinado.

Fazendo isso você aumenta suas chances de conseguir anúncios melhores que tem mais chances de serem clicados pelos seus visitantes.

Se não houver anúncios disponíveis
Essa opção é para o caso de não houver anúncios disponíveis no momento para o bloco que você não criou. Escolha o que você quer que seja exibido nessa ocasião.

Com o anúncio criado, clique em Salvar e obter código. Ele ficará guardado em sua conta e você já terá um código para inseri-lo em seu blog.

Para inserir um anúncio na página de um blog criado no Blogger, basta utilizar o gadget "HTML/JavaScript".

Agora em relação aos melhores locais para inserir os anúncios, veja esse modelo de página cedido pela Google:

melhores posições para inserir anúnciso do adsense
Melhores posições para inserir anúnciso do Adsense

Os locais considerados "hotspots" são aqueles em vermelho e laranja.

Esses locais são os que tem mais interação dos usuários e chances altíssimas de cliques. Portanto fique de olho neles.

Para tornar mais fácil sua decisão de onde colocar os anúncios, veja esse exemplo da página de um blog sobre imobiliária e os melhores locais para os anúncios de um blog desse nicho:

melhores locais para anúncios do adsense
Exemplo: melhores locais para inserir anúncios no
blog de imobiliária 

Recebendo pagamentos do Google Adsense

como receber os pagamentos do google adsense
Como receber os pagamentos do Google Adsense?

Para receber o pagamento pela primeira vez, é preciso que você atinja seus primeiros $100,00.

Quando atingir essa meta, se você já fez tudo certinho na sua conta AdSense (definir forma de pagamento, inserir código PIN, etc.) o pagamento será emitido no dia 21 do mês. Caso já tenha passado essa data, eles emitirão o pagamento no dia 21 do mês seguinte.

Você também será notificado por email quando for emitido um pagamento.

Quando a transferência for feita, o valor será convertido em reais e você poderá sacá-lo. Seu banco ficará com uma porcentagem do valor.

Depois que você receber o primeiro pagamento, poderá receber os próximos a partir de qualquer valor toda vez que o ciclo mensal de pagamentos for fechado.

Além disso você também pode definir um valor limite que quando atingido, o AdSense fará a liberação do pagamento ao ser completado o ciclo mensal.

Por exemplo:

Suponhamos que você estabeleça o limite de $ 300,00. Quando seus ganhos atingirem esse valor, no dia 21 será emitido um pagamento. Caso o valor supere o limite estabelecido você receberá todo o valor ao invés de $300,00.

Se até o dia 21 esse limite não for atingido, você só receberá quando o atingir, no próximo ciclo de pagamentos.

Para definir o valor limite do pagamento, faz assim:

No menu principal, clique em Pagamentos.

Na página que exibir, vá em Detalhes e clique em Gerenciar Configurações.

Na próxima página, em Conta de pagamentos clique em Calendário de pagamentos.

Defina o limite que achar melhor e pronto.

Dicas para ganhar dinheiro trabalhando no Google AdSense


São básicas, mas...

Se executadas corretamente podem fazer com que seus ganhos aumentem consideravelmente:

1 - Não caia na tentação de entupir sua página com vários anúncios achando que ganhará muito mais dinheiro com isso.

Embora a Google permita que você insira 3 blocos de anúncios de texto e 3 de imagens por página, limite-se a inserir no máximo 3 blocos nos "hot spots" por página.

2 - Use cores e estilos de fontes nos anúncios iguais as utilizadas em seu blog. Além disso, remova a borda do anúncio e use a cor do plano de fundo igual a cor do plano de fundo do seu blog.

Com isso ele parecerá mais natural para o visitante, como se fosse uma parte integrante do seu blog. Isso vai melhorar a experiência do usuário e as chances de alguém clicar nos anúncios aumentarão.

3 - O Google AdSense depende muito de tráfego (principalmente orgânico). Quanto mais você tiver, mais chances de ganhar dinheiro você terá.

Portanto é fundamental que trabalhe o SEO do seu blog para garantir que fique em boas posições (de preferência na primeira página) nos resultados de pesquisa.

4 - Faça uma pesquisa no Planejador de Palavras-Chave da Google para definir quais as melhores para seu blog. Aquelas que possuam uma boa quantidade de visitas e que tenham um bom valor de CPC (Custo Por Clique).

Porém tome cuidado nessa hora para não escolher palavras-chave muito difíceis de ranquear. Pois se fizer isso, seu blog dificilmente chegará as primeira páginas dos resultados e mais difícil será para você ganhar dinheiro.

5 - De vez em quando dê uma verificada em seu blog para ver quais anúncios estão sendo exibidos.

Pois pode ocorrer de estarem sendo exibidos anúncios que não tem nada a ver com o assunto do seu blog, ocupando locais preciosos em que poderiam ter anúncios melhores.

Quando isso ocorrer, veja o link do anúncio indesejado e bloqueio-o em sua conta do Google Adsense.

Assim anunciantes novos (e melhores) poderão surgir. Só peço para tomar cuidado e não ir bloqueando anúncios demais.

6 - Essa na verdade é uma dica de economia que resultará em mais dinheiro na hora que for receber os pagamentos. Ao invés de recebê-los diretamente em sua conta bancária, opte pelo Banco Rendimento para fazer a transação.

Pois, diferente dos bancos que cobram taxas altíssimas para a transferência, o Banco Rendimento cobra um valor fixo de $20,00.

Cuidado para não ter sua conta banida

Agora um último aviso: NUNCA clique em seus próprios anúncios ou incentive alguém a clicar neles.

Por que?

Simples: porque a Google não é idiota e sabe muito bem identificar quando alguém está dando uma de esperto tentando ganhar dinheiro fácil no Google AdSense.
como não ser banido do google adsense
Vai por mim... você não vai querer ter sua conta banida depois de tanto trabalho, não é?

E se você insistir em fazer isso, os cliques serão considerados inválidos e você estará infringindo uma das regras mais importantes das políticas do AdSense.

E como punição sua conta será cancelada e aí adeus ao seu trabalho na Google.

Hora de começar a trabalhar com a Google


Chegamos ao fim do artigo, mas para você a aventura está apenas começando...

Espero que com esse guia você tenha tudo que precisa saber para começar a trabalhar com o Google Adsense e vou torcer muito para que você tenha sucesso em sua empreitada!

Caso tenha restado alguma dúvida ou queira deixar sua opinião deixa um comentário aqui que eu te respondo. Faço questão!

Só mais uma coisa: além do AdSense existem outras formas de ganhar dinheiro na internet que podem ser ainda melhores, dependendo do quanto você pretende se dedicar ao seu negócio online.

Vale a pena estudá-las na medida em que você for ganhando mais experiência com seu blog.
Leia Mais ►

5 Maneiras de Vender Pela Internet Sem Ter Loja Virtual

Quando se fala em vender pela internet, logo vem à mente a ideia de ter uma loja virtual. Contudo, há quem prefira vender seus produtos sem ter de contratar uma loja online.

O que não é uma coisa ruim visto que hoje é possível vender e muito bem em outras plataformas. Tudo é uma questão de escolher a que melhor se adapte ao modelo e tamanho do seu negócio.

Veja agora 5 alternativas para você vender seus produtos sem ter de se preocupar com criar e administrar uma loja virtual.


Como vender pela internet
Como vender pela internet sem investir em loja virtual


Facebook

vender pela internet sem ter loja virtual
Um dos melhores sites para vender sem loja virtual

Mesmo diante de tantos contras que vêm ocorrendo ultimamente com o Facebook, como o escândalo da Cambridge Analytica ou os problemas com Fake News, o Facebook ainda é a rede social mais utilizada no mundo com seus incríveis 2,2 bilhões de usuários, segundo o Olhar Digital.

E não apenas o seu número de usuários é crescente mas também sua receita: só nesse primeiro trimestre a empresa lucrou 12 bilhões de dólares com sua grande maioria vinda da publicidade. 4 bilhões a mais do que o mesmo período em 2017.

Você pode ter sua própria loja virtual no Facebook mesmo sem precisar contratar um serviço do tipo.

Para isso basta criar uma fan page, configurá-la para o modelo de compra e adicionar os seus produtos.
Configuração da página do Facebook para o modo de compras

Além disso, há a possibilidade de vender seus produtos nos grupos que cada vez mais vem sofrendo melhorias na comercialização de produtos e serviços. Tanto que atualmente um grupo pode ser tipo comum ou tipo compras e vendas. Para saber mais veja isso.
Grupos de vendas no Facebook

Ou se preferir você pode vender diretamente no marketplace do Facebook:
Facebook Marketplace

Para acessar o Facebook Marketplace, baste clicar na opção com esse nome, no menu principal à esquerda, na página inicial do seu perfil.

Instagram


Tendo chegado recentemente a marca de 1 bilhão de usuários, o Instagram cresce em uma velocidade incrível.

Da mesma forma acontece com suas atualizações que cada vez mais vem trazendo benefícios para os usuários interessados em vender seus produtos no aplicativo.

Até mesmo marcar fotos de produtos com botão de compra já é possível no Instagram. O recurso funciona em perfis comerciais e através dele o visitante pode saber mais detalhes sobre o produto, ou ir para a página de compra com apenas um toque.

Botão de compra do Instagram

E o melhor de tudo é que mesmo sem você ter uma loja virtual, é possível ter acesso a esse recurso! Para saber mais sobre isso, veja o artigo sobre como vender pelo Instagram.

WhatsApp Business

vender online com whatsapp business
WhatsApp para negócios

Com mais de 1 bilhão de usuários atualmente, o WhatsApp é outra grande alternativa para vender produtos pela internet sem ter de recorrer a uma loja virtual.

De tão bem eficiente que se mostrou para os negócios, foi criada uma versão exclusiva do aplicativo para essa finalidade: o WhatsApp Business.

Com ele você tem recursos exclusivos para seus negócios e atender aos seus clientes com muito mais eficiência. São eles:

Perfil comercial - com isso seus cliente terão acesso a informações úteis sobre o seu negócio como nome da empresa, endereço, email ou site.
Vender pela internet com whatsapp

Etiquetas - perfeitas para organizar e classificar seus contatos de modo que você possa localizá-los com muito mais facilidade.

Respostas rápidas - Para aquelas mensagens que você envia com mais frequência, você pode salvá-las e reutilizá-las para responder perguntas comuns com mais agilidade.
vendas pelo whatsapp business

Estatísticas do fluxo de mensagens - Número de mensagens entregues, lidas e enviadas com sucesso, são algumas as importantes estatísticas oferecidas para otimizar as atividades do seu negócio no WhatsApp, através da mensuração de dados do seu público.

Mensagens automatizadas - Você pode definir uma mensagem de saudação ou ausência, entre tantas outras para otimizar o tempo no seu negócio através do envio de mensagens automáticas.

Marketplace

Como vender na internet sem loja virtual
Vendas no marketplace

Pense em um marketplace como uma espécie de grande shopping ou feira na internet. Vender produtos em sites como marketplace é uma maneira mais simples de trabalhar com vendas na internet.

Nele você pode tanto ofertar quanto fazer o comércio dos seus produtos sem que precise dominar linguagens complicadas de programação ou conceitos complexos do e-commerce.

Além disso, o processo é bem simples. Primeiro você faz o cadastro no site, depois registra o produto e logo depois de ser aprovado ele já estará sendo exibido no marketplace.

Algumas vantagens de vender seus produtos em um marketplace:

Baixo investimento - inicialmente, seu investimento será apenas da taxa que pagará por cada produto que você anunciar for vendido. É como a maioria funciona.

Economia de tempo - para que seus produtos estejam prontos para venda, basta fazer seu cadastro no site e em seguida começar a adicionar os produtos.

Alguns exemplos de marketplaces que se destacam na internet são:




Blog

como vender pela internet
Transforme seu blog em um e-commerce

Já não é de agora que os blogs estão no Top de melhores ferramentas de mídias sociais. Boa parte dos conteúdos que encontramos online estão neles. Sejam informativos, downloads, entretenimento, etc.

E algumas razões desse tipo de site ser tão utilizado para vender produtos na internet são a facilidade de utilização, suas ferramentas e o poder de ranqueamento nos sites de busca.

Graças as grandes possibilidades de personalização (seja editando o código HTML ou instalando widgets), é possível deixar um blog com a aparência de uma loja virtual super atraente.

Embora, optar por um template (tema) voltado para Ecommerce possa trazer um resultado muito melhor e com menos trabalho.

Outra vantagem de usar um blog para vender na internet é que você pode usar suas ferramentas para obter o melhor do SEO e dessa forma conseguir as melhores posições nos resultados de pesquisas. O que resultará em mais vendas.

Três grandes serviços de criação de blogs atualmente são:

blogs para vender pela internet
Plataformas para criar blog de vendas

Aqui o destaque vai para a Wordpress que dispõe de uma quantidade enorme de belos temas grátis e pagos para deixar seu blog com a aparência de um site de vendas profissional.

Há também ótimos plugins gratuitos de carrinhos de compras. E lembrando também do famoso plugin SEO by Yoast. Fundamental para a otimização das páginas e posts.

Contudo, Wordpress requer um investimento maior em relação às outras duas, principalmente porque para instalar os plugins, é preciso utilizar a versão .org que diferente da .com, é paga.

Além do mais, na Wordpress.org é possível personalizar seu blog editando o HTML de acordo com suas necessidades entre outros grandes benefícios.

Por último, vale lembrar que como você não estará usando uma loja virtual, precisará optar por um serviço de terceiros para lidar com questões referente a pagamentos. Dois bons serviços do tipo são o Paypal e Pagseguro.

Hora de você começar a vender pela internet


Agora que você já conhece outras alternativas para vender na internet sem ter de se preocupar com uma loja virtual, é hora de definir a que mais de adeque ao seu modelo de negócio e começar a vender. E que sua escolha resulte em sucesso no seu negócio!

Quer saber mais? Então veja:
O que vender na internet para ganhar dinheiro extra?
11 Dicas imperdíveis para vender mais roupas pela internet
Como preparar seus pedidos para enviar pelo correio
Como usar o Facebook para vender mais
Como vender pela internet gastando menos
Leia Mais ►

Como preparar o produto para vender online e enviar pelos Correios

Ter um produto vendido na internet é a maior felicidade para quem tem uma loja online. Mas a venda não se resume só em vender e receber o dinheiro. Há um cuidado especial com o produto que começa desde seu preparo até o envio pelos Correios.

Veja agora esses cuidados e previna-se de imprevistos com o seu produto que podem atrapalhar seu negócio e lhe fazer perder clientes valiosos:

como enviar um produto pelos correios
Como preparar e enviar um produto adequadamente pelos Correios

Preparando a embalagem interna

A embalagem interna irá cumprir dois papéis pelo seu produto: protegê-lo e destacar para seu cliente a identidade visual da sua loja e como ela se diferencia das outras.

Ou seja, aqui estamos falando naquele detalhe que vai além do seu produto e ajuda a encantar ainda mais seu cliente fazendo-o querer comprar sempre de você.

Um exemplo disso são as pessoas que trabalham com artesanato e capricham nos detalhes da embalagem interna de um jeito que a própria embalagem fica parecendo um item decorativo.

Outros exemplos são os brindes como cartões de mensagens, cupom de frete grátis ou 10% de desconto na próxima compra e acessórios simples, mas que já acrescentam valor e diferencial no produto.

Contudo é preciso ter cuidado. Se for recorrer a essa prática, lembre-se de que seus custos devem sempre ser levados em consideração e prefira sempre brindes de baixo custo e que sejam leves para não deixar o frete mais caro.

Outra coisa que você precisa ter cuidado é na proteção do produto. A depender do que você vende essa proteção pode variar, mas será sempre indispensável. Portanto proteja bem seu produto com plástico bolha, espuma, tecido em retalhos entre outros. 

enviar produtos pelos correios vender online
Tenha todos os cuidados possíveis ao embalar
o produto, principalmente se ele for frágil.
Se você tiver condições, invista em embalagens próprias ou compre os materiais para tal. 

Isso será de grande ajuda principalmente se você trabalha com produtos que precisam de cuidados especiais tanto na proteção quanto na conservação, como é o caso de doces e salgados.

Essa precaução vai garantir que seu cliente não corra o risco de ter a desagradável surpresa de receber um produto danificado.


A embalagem externa

Os Correios tem um padrão de embalagens e medidas permitidas para envio. Para saber mais sobre isso clique aqui.

Vale a pena ficar por dentro desse assunto para evitar erros como escolher uma embalagem externa muito grande, fazendo com que a embalagem interna fique solta e com isso danificar o produto. Além do mais, esse tipo de erro pode fazer o frete sair mais caro.

No caso da embalagem ser pequena demais, pode acontecer de os Correios não permitir que ela seja usada para envio.

Se você tiver embalagens de papelão em bom estado na sua casa, pode reaproveitá-las. Nesse caso, basta ter um cuidado de revestir com um papel liso para ocultar manchas ou outras imperfeições. Caso não tenha, compre em papelarias ou empresas especializadas. 

Essa última pode ser uma escolha mais interessante pois geralmente oferecem a opção de venda no atacado, o que vai ajudar a reduzir seus custos com caixas.
Os Correios também vendem suas próprias embalagens, mas não é uma boa ideia pois são mais caras. 

Por último lembre de fechar a caixa bem firme com fita adesiva. 

O tipo de frete definido por você, peso e volume do pacote são os três fatores levados em consideração na hora de calcular o frete. Use uma régua para tirar as medidas e para pesar seu produto você pode usar uma daquelas balanças mais simples que são usadas nas cozinhas.

Tendo essas informações, você pode acessar a página de Cálculo de preços e prazos dos Correios e definir o frete para o seu produto rapidinho. Veja:

enviar produto online calcular valor do frete

Depois de clicar em "Enviar", será mostrado em outra página o resultado da sua pesquisa:

valor do frete enviar um produto pelos correios

Vale ressaltar que o preço obtido desta calculadora é apenas informativo, ou seja, será confirmado no ato da postagem. Mas ainda assim, é uma ferramenta bastante útil.

Enviando o produto pelos Correios

Agora que o produto está bem embalado, chegou a hora de enviá-lo pelos Correios. Nessa etapa você colocará o endereço do remetente (quem envia) e do destinatário (quem irá receber o produto).

Na face superior da caixa ficará a etiqueta com seu endereço e o do destinatário. E deve ser reservado também um espaço nessa mesma face para o funcionário dos Correios colar a etiqueta com o código identificador de encomendas. 

Por isso é recomendável que a etiqueta seja colada na borda da caixa e nunca no meio, conforme imagem abaixo:
Preparar produto para vender online

As etiquetas podem ser escritas à mão ou impressas com todas as informações preenchidas através do site do correios. Nesse link você tem acesso à ferramenta de endereçamento de etiquetas para encomendas onde é possível criar e imprimir diretamente do site as etiquetas para seus produtos.

Agora é hora de escolher o frete. Atualmente você terá o PAC e SEDEX como os principais tipos de frete dos Correios. Veja a diferença de cada um e escolha aquele que se encaixar melhor nas suas necessidades:

pac e sedex correios


PAC - O modelo de frete mais em conta e o que possui um prazo de entrega mais longo, sendo que este prazo pode ser bem maior a depender da localização. O PAC permite que os produtos sejam enviados apenas em embalagens do tipo caixa. Além disso, se você declarar o valor na postagem, poderá receber 30% do valor declarado no caso de atraso na entrega. 

SEDEX - Indicado para compras que exijam maior agilidade na entrega. Nesse frete o produto pode chegar mais rápido e assim como o PAC, pode levar um pouco mais de tempo dependendo da localidade. O SEDEX também possui indenização em caso de atraso na entrega e o envio de produtos pode ser feito por caixas ou envelopes padronizados.

E o E-SEDEX?

O E-SEDEX era um modelo de frete disponível para grandes empresas com elevado volume de entregas. Porém esse serviço foi desativado pelos Correios em 19-06-2017.
fim do e-sedex correios

Rastreando o produto

Por último o rastreio. Assim que postar seu produto você vai receber um comprovante que deverá ter em mãos até o cliente receber o produto. Pois é através do código de rastreio existente nele que você poderá confirmar a entrega de um produto. 



DICA EXTRA: jamais esqueça de agradecer. Por mais que você tenha conseguido vender seu produto sem nenhum problema do início ao fim, é super importante dar atenção ao cliente mesmo depois que ele receber a encomenda. Portanto uma mensagem de obrigado é regra. 

Além disso, essa é a oportunidade de você obter o feedback do cliente. Se você tiver um sistema de feedbacks da sua loja online ou uma página dedicada a avaliações de um produto, convide-o na mensagem de agradecimento a participar.

Leia Mais ►

Negócio Online: 5 Coisas Que Você Precisa Saber Antes de Iniciar

Iniciar um negócio online é tão desafiador quanto iniciar um negócio fora da internet.

Porque assim como no mundo físico, no virtual há todo tipo de risco e desafios.

E embora haja tantas ferramentas e recursos sendo muitos desses gratuitos para ajudar você a desenvolver seu novo empreendimento, há uma série de coisas que você precisa saber antes mesmo de dar o primeiro passo.

Assim você diminui e muito suas chances de fracassar logo de cara.

Veja agora 5 coisas que você precisa saber antes de iniciar um negócio online, seja ele qual for:

iniciar um negócio na internet o que é preciso saber
Seja qual for o tipo de negócio na internet, veja 5 coisas que você precisa saber antes de iniciar

Conheça seu público

Para quem você pretende oferecer seu produto ou serviço na internet? Qual o perfil do seu público? Feminino, masculino ou ambos? Adulto ou infantil? Onde mora esse público? O que eles fazem e com o que gastam seu tempo livre e dinheiro?

identificar público alvo na internet
Qual o seu público alvo na internet?

Com tantas perguntas assim, até parece que será difícil sair do lugar. Mas com as ferramentas certas você pode descobrir essas e muitas outras informações sobre o mercado e tipo de público que você visa atender.

Uma pesquisa de mercado online pode ser conduzida para obter todo tipo de informação necessária sobre seu público. Veja aqui como você mesmo pode fazer essa pesquisa sem gastar nada.

Conheça seus concorrentes

Conhecer seus concorrentes pode ser tão importante quanto saber quem será seu público na internet.

Identificar seus principais competidores ajudará você a lidar com eles, desenvolver estratégias para não ser esmagado pela concorrência logo no início e até mesmo aprender algumas estratégias que eles usam que você também poderá aplicar em seu negócio.

A pesquisa de mercado online mencionada no tópico anterior também pode ser usada para descobrir quem serão os concorrentes do seu negócio na internet.

Defina sua marca e o propósito do seu negócio

Lançar um negócio na internet sem nenhum propósito dificilmente vai ajudar você a se destacar entre tantos.

Estamos em uma era em que os consumidores são mais que consumidores. Há uma exigência muito maior. Eles não buscam apenas por um bom produto ou serviço. Eles buscam por soluções definitivas para um problema ou necessidade.

Seu negócio precisa ter um propósito que vai além de simplesmente vender um produto. Ele precisará disso como fator diferencial. Pois é disso que o público está atrás. Do diferencial.

E tudo isso deve estar bem representado na sua marca. Tanto o nome quanto a logomarca deve constar uma mensagem clara e objetiva do que se trata e quais objetivos e propósito do seu negócio.

Evite nomes longos e logomarca com muitos detalhes e cores (salvo algumas exceções como o ramo de tintas ou arte). Seja direto, original mas sem perder o bom senso de estética. Veja alguns exemplos:
ideias de logotipos criativos negócio online
Logotipos criativos de negócios diversos

Embora sejam simples, todas são visualmente atraentes e não é preciso esforço para identificar a que tipo de negócio pertencem.

Leve esse detalhes em consideração na hora de criar o nome e logo. Mas caso você não domine desenho digital, contrate um profissional ou um freelancer. Há vários na internet que fazem excelentes trabalhos por um valor bem mais acessível.

Além disso sites como o Withoomph pode te ajudar a criar você mesmo sua logomarca online e por um preço que cabe no seu bolso.

Estratégia de Marketing

estratégias de marketing digital
Você já pensou em como pretende fazer as pessoas conhecerem seu produto ou serviço? 

Porque se acha que depois de tudo pronto, basta sair compartilhando o link da sua loja virtual ou página de produtos nas redes, é melhor pensar de novo. Porque só isso não vai funcionar.

Você precisará uma estratégia de marketing bem definida para garantir que seu produto ao ser lançado na internet, seja visualizado pelas pessoas certas e a maior quantidade delas possível.

E isso é só o começo. Porque ter um monte de gente online fazendo o primeiro contato com seu negócio é super bacana, só que o mais bacana é quando você consegue atrair o interesse dessas pessoas a conhecer melhor o seu produto, visitando seu ecommerce e após isso conseguir a conversão.

Mesmo que no começo a conversão não seja uma venda, ela pode ser a inscrição na newsletter, cadastro no site, etc. 

O importante é fazer com que o visitante fique conectado ao seu site e volte para ele novamente em outra oportunidade. Assim, você conseguirá vender para ele mais de uma vez.

Para isso é necessário um cuidadoso planejamento da sua estratégia de marketing envolvendo campanhas muito bem elaboradas de anúncios nas principais mídias como Facebook Ads, Google Adwords ou Instagram Ads.

E claro que uma boa ferramenta de email marketing também não pode ficar de fora. Com ela você irá obter sua lista de inscritos para enviar todo tipo de novidade sobre seu negócio diretamente no email deles.

O uso de cada uma dessas ferramentas deve ser muito bem planejada dentro da sua estratégia de marketing digital. Porque só assim você vai conseguir ter um retorno satisfatório do investimento de cada campanha executada.

Fique por dentro das leis

iniciar um negócio online leis para o ecommerce
Artigo 1º das novas regras para o
e-commerce no Brasil
Isso mesmo. Leis. Da mesma forma que nos negócios no mundo de pedra, no ambiente de bits há leis específicas que você precisa ficar por dentro para não sofrer penalidades no futuro.

Por exemplo, no e-commerce há um conjunto de leis que você precisa se inteirar antes de colocar sua loja virtual no ar.

Nessa página do SEBRAE, você tem acesso ao regulamento de aspectos legais do e-commerce, também disponível para download em PDF. É um bom lugar para começar a estudar o assunto.

Além disso, vale a pena dar uma olhada também na lei que regulamenta o uso da internet no Brasil. Pois quanto mais por dentro das leis você ficar, mais seguro será para o eu negócio online.


Concluindo



Você acabou de ver 5 coisas importantes para saber antes de dar vida ao seu negócio na internet.

É claro que há outras informações que vale a pena saber além dessas, sendo que algumas pode variar de acordo com o tipo de negócio que você pretende iniciar.

Por isso, independente de você estar pensando em trabalhar como freelancer, blogueiro, montar uma loja virtual, quanto mais você estudar sobre seu campo de atuação, maiores serão suas chances de empreender com sucesso na internet.


Quer saber mais? Então veja:
Leia Mais ►

Receba dicas valiosas no seu email