7 Tendências Do E-commerce Marketing Que Fizeram Sucesso Em 2014

tendências do e-commerce marketing 2014
Tendências do e-commerce marketing de destaque em 2014

O e-commerce já percorreu uma longa trajetória com o passar dos anos. Da mesma forma que a tecnologia prossegue em seu ritmo acelerado, lojas de e-commerce veteranas aproveitam novas técnicas e recursos para tornar as vendas na internet e compras online muito mais eficientes e prazerosas.

No ano passado, vimos boa parte dos varejistas online traçar estratégias voltadas para para guest posts, otimização de sites para conseguir maior CTR e taxas de conversão; design responsivo, e melhorias em geral no desempenho do site.

Muitas foram as evoluções no campo da tecnologia desde então, destaque para o setor de tecnologia móvel, redes sociais, big data, analytics e personalização. Essas mudanças começaram a dar origem a novas tendências no mundo do e-commerce marketing.

Agora, vamos dar uma olhada em 7 das grandes mudanças que se tornaram tendências de destaque na área do e-commerce marketing em 2014.

1 - O poder da otimização mobile

Compras via dispositivos móveis tem se tornado cada vez mais importantes para o e-commerce. Esse ano pudemos testemunhar uma melhora em experiências de compras mobile.

Criação de sites que funcionassem bem em smartphones e tablets, foi um dos destaques no e-commerce marketing em 2014, onde vimos donos de lojas virtuais suando a camisa para construir sites que se apresentassem perfeitamente bem em todos os tipos de dispositivos móveis e proporcionasse a melhor experiência de navegação possível para os usuários.

2 - Publicidade móvel

Não somente sites de e-commerce se tornaram muito melhores em dispositivos móveis, mas um número maior de donos de lojas virtuais com design responsivo anunciou seus produtos e serviços em smartphones e tablets.

Publicidade móvel se tornou popular em um tempo relativamente pequeno e os proprietários de grandes lojas de e-commerce estiveram entre os primeiros grandes investidores em anúncios para mobile.

Enquanto empreendedores menores de e-commerce não aderiram logo de cara a essa tendência, grandes lojas online se esforçaram na tentativa de alcançar o maior número de usuários mobile possível. Até os anúncios em formato de vídeo alcançaram uma enorme audiência nas redes sociais.

3 - Crescimento do conteúdo com formato longo

O fato de a Google ter ficado de olho em práticas de link building usando guest post levou os profissionais de e-commerce marketing a criar conteúdos melhores e mais direcionados. Vimos o aumento do conteúdo com formato longo que é bem mais relacionado aos produtos e serviços oferecidos pelas lojas.


Em relação a artigos e outras postagens em blogs, a adição de vídeos e podcasts foram adotados por mais pessoas. A fácil disponibilidade das ferramentas de analytics e dados levaram a criação de mais conteúdos baseados em dados obtidos.

4 - Mais anúncios sociais e de pesquisa

Com a Google tornando mais difícil para os atuantes em marketing de conteúdo tirar proveito de link building através de guest post, mais empresas foram em busca de anúncios de pesquisa e anúncios sociais.

Anúncios sociais direcionados se tornaram mais eficientes e isso resultou em uma grande experiência em anúncios PPC e CPC em pequenas e grandes empresas de e-commerce.

5 - Experiências personalizadas

Já faz anos que lojas virtuais oferecem anúncios personalizados para usuários em potencial. Várias lojas online também usam exibições personalizadas dos produtos e sugestões para usuários cadastrados.

Como os usuários se tornaram mais confortáveis em compartilhar algumas informações com marcas e lojas virtuais confiáveis, vimos donos de sites de e-commerce aumentarem os esforços para uma personalização mais significativa para os usuários.

6 - Marketing local e Branding

Assim como grandes sites de e-commerce aproveitam novas ferramentas e recursos e experimentam novas formas de atrair clientes, lojas de e-commerce menores recorreram táticas locais para sobreviver.

Donos de sites de e-commerce menores usaram o SEO tradicional para alcançar clientes em uma área geográfica limitada e combinam essa estratégia com o engajamento nas redes sociais para personalizar relações com clientes locais. O branding e estratégia de marketing local focaram em pontos que os diferenciassem dos grandes vendedores.

7 - Automação de marketing

Há muitos compradores online que são conhecidos por navegar por um bom tempo em uma loja virtual e acabar saindo sem comprar nada. O marketing direcionado e personalizado (lembram do remarketing do Facebook Ads?) pode ajudá-los a tornar esses compradores em clientes pagantes.

Automação de marketing já vem marcando presença há algum tempo e a tendência de utilizar esse recurso teve seu crescimento presente em 2014. Remarketing, personalização de email, entre outras estratégias estiveram presentes na automação, ajudando até a empresários de pequenas lojas virtuais a conseguir melhores percepções e assim converter mais clientes.



Acabamos de ver algumas das tendências importantes do e-commerce marketing que tiveram grande destaque em 2014. 

E em 2015 não apenas essas tendências prometem continuar marcando presença em peso no e-commerce, mas também outras mais novas que vale a pena ficar de olho. Mas isso já e assunto para outro artigo. E você, o que achou? Há outras tendências conhecidas que gostaria de compartilhar? Comente!

Quer saber mais? Então veja:

Nenhum comentário
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...