Como Montar Uma Loja Virtual No Facebook Com Shopify

Em uma das últimas postagens vimos como montar uma loja virtual na plataforma Shopify, uma das melhores plataformas de lojas online do mercado.


Agora mostrarei como usar essa mesma plataforma para você montar sua loja virtual no Facebook e começar a vender seus produtos na rede social.

Antes de tudo, é preciso saber que para criar uma loja virtual no Facebook com Shopify será necessário ter uma loja virtual já pronta na plataforma Shopify. A vantagem é que você não pagará nada para adicionar uma versão da sua loja Shopify no Facebook e o processo de montagem também é muito simples.

como montar uma loja virtual no facebook shopify
Como montar uma loja virtual no Facebook - Shopify

Então assumindo que você já tem sua loja Shopify, faça o seguinte: acesse a página do aplicativo Facebook Store e clique em Get App. Em seguida adicione no campo o endereço da sua loja virtual e clique em Log In e na janela seguinte faça o login da sua loja.

Fazendo o login, clique em Install Facebook Store e logo em seguida clique em Connect with Facebook. Entre na sua conta e clique em OK nas duas próximas janelas.

De volta à Dashboard, clique em Add a Facebook store. Agora você precisará de uma fan page na conta do Facebook que você utilizou. Caso ainda não tenha, primeiro crie uma dedicada a sua loja virtual depois volte à esta etapa. Depois de pronta, você poderá escolhê-la.
montar uma loja virtual no facebook

Configurando a loja virtual no Facebook

Com a Facebook store adicionada, vamos terminar de configurá-la. Primeiro adicione o nome que aparecerá na aba da fan page. Depois escolha uma imagem de exibição de pelo menos 111x74 pixels (imagens maiores serão ajustadas).

Em seguida escolha se você deseja que seja mostrado todos os produtos (All products) da loja ou apenas os da página principal de sua loja virtual (Frontpage).
shopify montar uma loja virtual no facebook


Agora em Banner escolha a uma foto de exibição, a quantidade de colunas em Layout e em Optional Settings defina se os clientes poderão comprar diretamente da sua loja virtual no Facebook ou se serão direcionados para a loja no Shopify depois de clicar em um produto. Por último marque se você deseja ou não ocultar os produtos em falta no estoque.
loja virtual no facebook shopify


Terminando as configurações clique em Save, volte ao topo e clique em View on Facebook para conferir o resultado.


Tendo uma versão de sua loja virtual no Facebook pode aumentar consideravelmente suas vendas sendo que através da fan page você poderá atingir um público muito maior.

Quer saber mais? Então veja:
Como vender na internet usando o Facebook
10 considerações fundamentais sobre a criação de uma loja virtual
Porque Anunciar no Facebook? Quais os Melhores Anúncios?
Leia Mais ►

10 Considerações Importantes Sobre Montar Uma Loja Vitual

desenvolvimento de loja virtual cuidados no desenvolvimento de lojas virtuais
Montar uma loja virtual - 10 considerações sobre o desenvolvimento de lojas online


Nessas 10 dicas de desenvolvimento de lojas virtuais você verá os principais cuidados a serem tomados antes de colocar sua loja online no ar e iniciar bem o seu negócio na internet.

Montar uma loja virtual pode ser um grande desafio para pequenas empresas, empreendedores ou qualquer um que está dando os primeiros passos no setor de vendas online.

Mesmo hoje, com tantos recursos, ferramentas e “truques de mágica” criados para facilitar nosso trabalho na montagem de uma virtual, há algumas questões a serem levadas em conta antes de ir dando os primeiros cliques.

Vejamos agora 10 destas questões na qual acredito estarem entre as mais importantes:

Como começar a montar uma loja virtual

Se você não pode se permitir de contratar alguém para montar uma loja virtual personalizada, não se preocupe.

Há várias plataformas de ecommerce que podem lhe ajudar a criar uma rápido.
Graças a elas você estará livre do fardo de lidar com a programação, hospedagem, fazer manutenção, entre outras tarefas mais exigentes.

Plataformas como Shopify, Loja Integrada, UOL Host ou Prestashop, permitem que você desenvolva todo o visual, estilo e funcionalidade de sua loja virtual com facilidade.

Elas também permitem que você faça coisas como o upload do catálogo dos seus produtos, configurar o carrinho de compra, aceitar os pagamentos com segurança e lidar com os pedidos.
Sem contar que esses serviços hospedam de forma segura sua loja virtual em seus próprios servidores.

Serviços de ecommerce como esses normalmente vão exigir de sua parte apenas alguns conhecimentos básicos. Por exemplo, com Shopify você pode escolher o layout de uma loja de um grande conjunto de modelos e personalizar fontes, cores, temas, tamanho da imagem dos produtos, etc. 

Além disso, usuários da Shopify podem fazer o upload de seus próprios logotipos da marca e planos de fundo. Os preços para esta e outras plataformas podem custar em torno de R$ 30,00 a $ 400,00 por mês, dependo da quantidade de produtos que você vende, a quantidade, tipos de serviços oferecidos e outros fatores.

Qual a melhor forma de personalizar o visual da loja virtual?

Nesse quesito, uma das prioridades é escolher a cor do plano de fundo e cores de destaque de maneira que complemente o logotipo do seu ecommerce.

A maioria dos modelos de design de sistemas de ecommerce vem com temas que não exigem conhecimento de HTML ou CSS para personalizar. Desse modo, torna-se relativamente fácil o upload e organização do logotipo, imagens dos produtos e adicionar slideshows, catálogos entre outros.

Qual tipo de sistema de pagamento deve ser usado?

Para começar, o Paypal pode ser a melhor pedida. Principalmente porque esse serviço é tão bem conhecido quanto seguro para aceitar pagamentos online.

Embora não haja nenhuma taxa de inscrição do serviço ou despesa mensal fixa para o serviço básico do Paypal, é importante saber que as taxas de venda devem ser observadas com cautela. As tarifas podem sair em média por 5,4% e 6,4% e mais uma taxa de R$ 0,60 por transação.

Por outro lado, ainda há muitos compradores na internet que preferem pagar online com seus próprios cartões ao invés de usar Paypal ou outros processadores de pagamentos. Você pode adquirir uma conta com cada empresa individual de cartão de crédito.

Muitas cobram taxas por transação que variam de R$ 0,40 a R$ 1,00 mais uma porcentagem do valor total da compra. Algumas também cobram taxas mensais ou anuais.

Como lidar com o atendimento ao cliente

Para responder às questões dos clientes de maneira eficiente, você pode escolher uma plataforma de ecommerce que lhe dê acesso a uma ferramenta confiável de gestão de relacionamento com o cliente. A maioria das plataformas de ecommerce oferecem esse recurso por um custo adicional entre R$ 40,00 e R$ 150,00 por mês.

Ferramentas desse tipo documentam, simplificam e estruturam as diversas maneiras dos vendedores online interagirem com os clientes em uma central, incluindo informação de contato com o cliente, compras recentes, reclamações e pedidos pendentes.

De que forma definir os custos do frete?

As vezes é mais fácil e correto deixar o custo do frete ser calculado de forma precisa (tanto para você quanto para o cliente) pela transportadora que você usa.

A maioria das transportadoras irá calcular os custos do frete gratuitamente e boa parte dos serviços de ecommerce permitirão que você integre esses custos na seção de checkout da sua loja virtual.

Por outro lado, você pode considerar oferecer frete grátis, pelo menos para os pedidos a partir de um determinado valor. Se seus concorrentes diretos oferecem frete grátis, é aconselhável você oferecer também, se as condições lhe permitirem.

A melhor forma de criar imagens e descrições dos produtos

Quanto mais real for a impressão que o cliente tiver do produto que está naquela foto, melhor. Não poupe esforços na tarefa de obter as imagens dos produtos. Por outro lado, você não precisa contratar um fotógrafo profissional para conseguir imagens de alta qualidade. Mas, ao menos uma boa câmera de 13-16 megapixels seria muito bem vinda.

O cuidado com a iluminação também é fundamental. Quanto melhor for o cenário e iluminação para você fotografar os produtos, mais atraentes serão suas fotos.

Uma boa descrição do produto deve ser clara, embora rica nos detalhes mais importantes, o bastante para atrair o interesse dos clientes. Usar adjetivos atraentes e frases que provocam uma emoção quando alguém lê sua descrição é uma ótima estratégia. Claro, sempre evitando os excessos. 

Você pode incluir também as utilidades, medidas e outras características importantes que definam bem o produto.

Avaliações dos clientes e compartilhamentos sociais. Permitir ou não?

Dar aos clientes a possibilidade de comentar sobre os produtos e classificá-los pode ajudar a aumentar a confiança de sua loja. Avaliações positivas e compartilhamentos em redes sociais podem levar a mais vendas, mas também há o risco de comentários negativos.

A maioria de serviços de ecommerce oferecem opções de avaliações dos clientes e permite que você responda ou remova comentários indesejados.

Como começar a atrair compradores

Quando terminar de montar sua loja virtual e deixá-la funcional mostre-a ao mundo tanto online quanto offline. Colocar links no seu perfil social, assinatura de email é um bom começo. Crie páginas nas principais redes sociais para representar sua loja online.

Além disso, antes de montar sua loja virtual, escolha uma plataforma de ecommerce que permita uma boa utilização do SEO para o conteúdo da sua loja. Técnicas de SEO podem dar a sua loja online um ranking melhor nos resultados de pesquisa da Google, Bing e outros.

Qual a melhor forma de lidar com devoluções

Eventualmente, uma loja virtual precisará lidar um dia com itens devolvidos. Certifique-se que sua plataforma de ecommerce disponha de ferramentas integradas na qual permitam que você rapidamente reembolse os valores da compra, reponha o estoque e envie emails para os clientes sobre a situação da devolução.

Como medir o sucesso da loja virtual

Procure escolher uma plataforma de ecommece com um bom serviço gratuito de analytics. Recorra também ao próprio Google Analytics e outras ferramentas do tipo para ajudar a acompanhar o desempenho da sua loja virtual todo o tempo.


Elas poderão lhe dizer quantas pessoas estão visitando sua loja, onde elas moram e como lhe encontraram. Além do mais, podem também mostrar quais sites enviam mais tráfego para sua loja, quais produtos os clientes buscam e compram mais e com qual frequência.

Quer saber mais? Então veja:
Como vender produtos na internet usando uma loja virtual
Como vender produtos na internet com uma loja virtual no Facebook
Leia Mais ►

Como Montar Uma Loja Virtual Shopify

Saiba como montar uma loja virtual no Shopify, uma das melhores plataformas de ecommerce encontrada no mercado que até já foi falada aqui no blog e comece a vender seus produtos pela internet.

Pode ser que enquanto lê esse artigo, você deve estar se perguntando: "Quanto será que terei de pagar para montar uma loja virtual no Shopify?". Bem, a resposta é: para montar a loja, nada. Agora depois que os 14 dias de t de teste expirarem, se você quiser usar um domínio personalizado ou optar por um dos temas pagos, você terá que desembolsar um dinheiro.

Porém, como estamos falando de negócio não vejo problema nisso, visto que é preciso investimento, nem que seja o mínimo. E acredito que o custo benefício de investir em uma loja virtual na Shopify é satisfatório.

Algumas das vantagens de utilizar essa plataforma são:
Mais de 100 temas profissionais
Possibilidade de personalizar sua loja através da edição do HTML ou CSS
Inclui um carrinho de compras para comprar diretamente de dispositivos móveis
Possível usar seu próprio domínio em uma loja virtual Shopify ou comprar um direto na plataforma
E muito mais...

Como montar uma loja virtual: primeiros passos


Primeiro acesse esta página para definir o nome da sua nova loja virtual, depois insira o email e crie uma senha.
como montar uma loja virtual
Comece a montar sua loja virtual na Shopify

Depois clique em Crie já sua loja e você terá a próxima página com a pergunta: where wold you like to start selling today? (Onde você gostaria de começar a vender hoje?) e duas opções: Online Store e Retail Store or Pop up Shop.

A primeira é para você vender pela internet com uma loja virtual e a segunda, usar a plataforma do Shopify para vender em uma loja física. Escolha a primeira e clique em Next.
montar uma loja virtual Shopify Brasil


Agora, preencha formulário com os dados que lhe pedem e clique novamente em Next. A próxima tela (Tell us a little about yourself) há uma rápida pesquisa com quatro perguntas e suas respectivas respostas:

1 - Are you already selling? (Você já está vendendo?)

- Estou apenas brincando
- Eu ainda não comecei a vender produtos
- Eu já vendo, porém não online
- Eu já estou vendendo online usando um sistema diferente

2 - What you will sell? (O que você irá vender?). As respostas são:

- Produtos físicos
- Produtos digitais
- Serviços
- Vender via drop shipping
- Não tenho certeza

3 - What is the expected annual revenue of your business? (Qual é a receita anual esperada do seu negócio?)

- $0 a $250.000
- $250.000 a $500.000
- $500.000 a $750.000
- $750.000 a $1.000.000
- $1.000.000+

4 - Are you setting up a store for a client? - aqui ele pergunta se você está montando uma loja virtual para um cliente.

Depois é só clicar em Enter my store e pronto. Mas não acaba aqui! Continue lendo para saber como terminar de montar sua loja virtual cumprindo as etapas restantes.

Adicione produtos na sua loja virtual

Veja que na Dashboard de sua loja recém criada será preciso completar 3 passos. O primeiro é adicionar alguns produtos. Clique em Add product. A próxima tela é onde você irá adicionar as informações do produto. As primeiras informações são: nome do produto, descrição, tipo e o nome da empresa vendedora do produto.
adicionar produtos loja virtual shopify
Vale muito a pena trabalhar o SEO nessa parte. Use palavras chave relacionadas ao produto no Título, Descrição e outros campos. Só tenha cuidado para não exagerar e o texto acabar ficando com uma aparência estranha para o leitor ou pior: cometer black hat SEO sem querer e ser penalizado pela Google.

Tente fazer a descrição do seu produto não soar como aqueles textos chatos de bula de remédio. Faça o texto parecer agradável, atraente deixando claro o benefício encontrado naquele produto. Em alguns casos usar expressões engraçadas podem ser uma boa pedida.

A opção Charge taxes (cobrar impostos) está ativada. É interessante deixá-la desativada, pois assim você poderá definir um preço já incluindo as taxas, diferente de outros países como os EUA que a taxa é cobrada separadamente do valor.
informações do produto loja virtual shopify

Em Inventory policy você pode optar para que o Shopify rastreie seu inventário. Ao fazer isso, defina a quantidade de itens. Se você optar por permitir que a Shopify rastreie a quantidade de produtos do inventário, poderá decidir se continuará vendendo mesmo quando não tiver mais produto no estoque, marcando a opção Allow customers to purchase this item, even if it is no longer in stock.

Logo em seguida há a opção This product has multiple options. Isso é para o caso de seu produto ter outras opções do mesmo. Como diferentes cores e estilos. Use esse recurso de acordo com suas necessidades. Por exemplo, se você está vendendo um tênis da mesma marca porém em modelos diferentes, será preciso adicionar uma foto para cada modelo.

Seja cauteloso ao preencher os campos relacionados ao SEO. Outro campo além dos que já foram ditos aqui é o Tags. Nele você digitará as palavras chave relacionadas ao produto, separadas por vírgulas.

Não há um limite de quantas palavras chave que você poderá usar, porém evite entupir a página com tags desnecessárias. Busque sempre as mais relevantes para o produto e a página dele.

Termine de preencher os campos e clique Save product. Depois disso, caso deseje ver se ficou tudo certinho clique em View on your website.
montar loja virtual loja virtual de camisas na shopify

Personalizar o tema da loja

De volta à Dashboard, vamos ao segundo passo definindo o template (modelo) de sua loja virtual. Para isso clique em Edit theme (fica logo ao lado de Customize the look of your website). Na janela que surgir na parte esquerda, abaixo de Try a new theme, clique em Visit The Theme Store.
modificar tema na loja virtual shopify

Você tem a disposição uma grande variedade de modelos para sua loja virtual. Escolha o que melhor combinar com o que você irá vender. Vale destacar que há modelos pagos, gratuitos e separados por diversas categorias. Dependendo de sua necessidade, pode valer a pena considerar optar por um modelo pago.
temas de lojas virtuais shopify grátis
Temas de lojas virtuais Shopify gratuitos

Há também os modelos que são responsivos. Um fator que recentemente a Google passou a dar mais importância na hora de ranquear um site nos resultados de pesquisa.

Escolha um de sua preferência e clique em Get Theme na janelinha de visualização. Na próxima janela clique em Publish as my shop's theme. Agora clique em Go to your Theme Manager. Para dar uma personalizada no tema de sua loja. Na próxima página, no canto superior direito clique em Customize theme.

Nessa nova página, você pode personalizar o tema de sua loja de várias formas. Caso tenha um logotipo e queira adicionar à homepage por exemplo, clique na aba Header. Depois marque a opção Use custom logo? e por último clique em Escolher arquivo. Agora é só encontrar o arquivo da logo em seu computador e adicionar à sua loja virtual.
personalizar tema loja virtual shopify


Outro recurso interessante que pode deixar o visual de sua loja virtual mais atraente é o Slideshow. Clicando na aba Homepage e você verá a opção de ativar o Slideshow. Lá é possível definir quantas imagens terão o slide, o tempo de intervalo entre elas, efeitos etc. Você pode adicionar até 10 imagens no slide.
colocar slideshow na página loja virtual shopify

Observe que para cada imagem há o campo ALT text. Não deixe de preenchê-lo, pois isso será bom para o SEO, porque é o atributo ALT que ajuda os motores de busca a identificar o conteúdo de uma imagem.

Lembrando mais uma vez para não escolher imagens muito pesadas que resultam em uma página que levam uma eternidade para carregar.

Para saber mais sobre a melhor forma de otimizar as imagens da sua loja virtual acesse esse guia completo.

Se preferir, você pode optar por apenas adicionar uma imagem de plano de fundo. Escolha uma bem bonita para causar um forte impacto aos visitantes. Uma boa opção é usar a foto de pessoas usando o tipo de produto que você vende.

Como há muitas opções nas configurações do tema, sugiro que antes de você lançar sua loja virtual, separe um tempo para experimentá-las e descobrir o que mais pode ser usado para deixá-la ainda melhor.

Adicionando um domínio

Caso não tenha um domínio próprio, o nome ficará assim: nomedalojavirtual.myshopify.com. Agora se você já tem um, será preciso adicionar em sua loja virtual Shopify. Na Dashboard clique em Add a domain. Na janela seguinte há duas opções: "registrar um novo domínio" e "adicionar um domínio que já possuo".

Se escolher a primeira, então digite o domínio desejado e depois verifique se está disponível. Ele estando você pagará o valor da anuidade que será mostrado ao lado.
registrar novo domínio em loja virtual shopify


Se você já tem um domínio que já adquiriu em um serviço como o Registro.br ou GoDaddy então escolha a segunda opção. Nesse caso será preciso acessar o serviço no qual você comprou o domínio para fazer uma configuração e depois completar o processo na Shopify.

Outras configurações da sua loja virtual

Agora vamos completar algumas configurações importantes da sua loja. Na Dashboard, à esquerda, clique em Settings e nas configurações gerais estão os dados da sua loja virtual. Note que os campos Homepage title e Homepage meta description estão vazios.
como montar uma loja virtual configurar loja


Preencha-os, pois fazendo isso você ajudará a Google e outros motores de busca compreender melhor o conteúdo do seu site e assim melhorar sua posição do seu ecommerce nos resultados de pesquisa.

Utilize palavras chave (sem exageros) relacionadas aos produtos que você pretende vender e seja criativo na descrição de modo a atrair a atenção de seus futuros clientes.

Depois disso, observe os outros campos e confirme se ainda há alguma informação importante a ser preenchida. Terminando clique em Save.

Depois que você terminar os passos restantes, clique em Launch store.
como montar e lançar uma loja virtual


Ok a montagem da sua loja virtual está completa. Aproveite ao máximo os 14 dias gratuitos para fazer testes, conhecer mais a plataforma Shopify e os recursos que ela tem a oferecer e se você gostar, poderá optar por um dos quatro planos que for mais conveniente para você (lembrando que independente do plano que escolher você testar a plataforma de graça por 15 dias).

Agora que você sabe como montar uma loja virtual no Shopify, que tal começar a fazer seu negócio na internet funcionar?

Mas, para o caso de você ainda estar planejando sua loja, então veja 9 coisas super importantes que precisam ser feitas antes de montar uma loja virtual.

E para você a alcançar o sucesso em seu negócio online, aqui estão outras leituras que podem lhe ajudar:
Leia Mais ►

7 Tendências Do E-commerce Marketing Que Fizeram Sucesso Em 2014

tendências do e-commerce marketing 2014
Tendências do e-commerce marketing de destaque em 2014

O e-commerce já percorreu uma longa trajetória com o passar dos anos. Da mesma forma que a tecnologia prossegue em seu ritmo acelerado, lojas de e-commerce veteranas aproveitam novas técnicas e recursos para tornar as vendas na internet e compras online muito mais eficientes e prazerosas.

No ano passado, vimos boa parte dos varejistas online traçar estratégias voltadas para para guest posts, otimização de sites para conseguir maior CTR e taxas de conversão; design responsivo, e melhorias em geral no desempenho do site.

Muitas foram as evoluções no campo da tecnologia desde então, destaque para o setor de tecnologia móvel, redes sociais, big data, analytics e personalização. Essas mudanças começaram a dar origem a novas tendências no mundo do e-commerce marketing.

Agora, vamos dar uma olhada em 7 das grandes mudanças que se tornaram tendências de destaque na área do e-commerce marketing em 2014.

1 - O poder da otimização mobile

Compras via dispositivos móveis tem se tornado cada vez mais importantes para o e-commerce. Esse ano pudemos testemunhar uma melhora em experiências de compras mobile.

Criação de sites que funcionassem bem em smartphones e tablets, foi um dos destaques no e-commerce marketing em 2014, onde vimos donos de lojas virtuais suando a camisa para construir sites que se apresentassem perfeitamente bem em todos os tipos de dispositivos móveis e proporcionasse a melhor experiência de navegação possível para os usuários.

2 - Publicidade móvel

Não somente sites de e-commerce se tornaram muito melhores em dispositivos móveis, mas um número maior de donos de lojas virtuais com design responsivo anunciou seus produtos e serviços em smartphones e tablets.

Publicidade móvel se tornou popular em um tempo relativamente pequeno e os proprietários de grandes lojas de e-commerce estiveram entre os primeiros grandes investidores em anúncios para mobile.

Enquanto empreendedores menores de e-commerce não aderiram logo de cara a essa tendência, grandes lojas online se esforçaram na tentativa de alcançar o maior número de usuários mobile possível. Até os anúncios em formato de vídeo alcançaram uma enorme audiência nas redes sociais.

3 - Crescimento do conteúdo com formato longo

O fato de a Google ter ficado de olho em práticas de link building usando guest post levou os profissionais de e-commerce marketing a criar conteúdos melhores e mais direcionados. Vimos o aumento do conteúdo com formato longo que é bem mais relacionado aos produtos e serviços oferecidos pelas lojas.


Em relação a artigos e outras postagens em blogs, a adição de vídeos e podcasts foram adotados por mais pessoas. A fácil disponibilidade das ferramentas de analytics e dados levaram a criação de mais conteúdos baseados em dados obtidos.

4 - Mais anúncios sociais e de pesquisa

Com a Google tornando mais difícil para os atuantes em marketing de conteúdo tirar proveito de link building através de guest post, mais empresas foram em busca de anúncios de pesquisa e anúncios sociais.

Anúncios sociais direcionados se tornaram mais eficientes e isso resultou em uma grande experiência em anúncios PPC e CPC em pequenas e grandes empresas de e-commerce.

5 - Experiências personalizadas

Já faz anos que lojas virtuais oferecem anúncios personalizados para usuários em potencial. Várias lojas online também usam exibições personalizadas dos produtos e sugestões para usuários cadastrados.

Como os usuários se tornaram mais confortáveis em compartilhar algumas informações com marcas e lojas virtuais confiáveis, vimos donos de sites de e-commerce aumentarem os esforços para uma personalização mais significativa para os usuários.

6 - Marketing local e Branding

Assim como grandes sites de e-commerce aproveitam novas ferramentas e recursos e experimentam novas formas de atrair clientes, lojas de e-commerce menores recorreram táticas locais para sobreviver.

Donos de sites de e-commerce menores usaram o SEO tradicional para alcançar clientes em uma área geográfica limitada e combinam essa estratégia com o engajamento nas redes sociais para personalizar relações com clientes locais. O branding e estratégia de marketing local focaram em pontos que os diferenciassem dos grandes vendedores.

7 - Automação de marketing

Há muitos compradores online que são conhecidos por navegar por um bom tempo em uma loja virtual e acabar saindo sem comprar nada. O marketing direcionado e personalizado (lembram do remarketing do Facebook Ads?) pode ajudá-los a tornar esses compradores em clientes pagantes.

Automação de marketing já vem marcando presença há algum tempo e a tendência de utilizar esse recurso teve seu crescimento presente em 2014. Remarketing, personalização de email, entre outras estratégias estiveram presentes na automação, ajudando até a empresários de pequenas lojas virtuais a conseguir melhores percepções e assim converter mais clientes.


Acabamos de ver algumas das tendências importantes do e-commerce marketing que tiveram grande destaque em 2014. 

E em 2015 não apenas essas tendências prometem continuar marcando presença em peso no e-commerce, mas também outras mais novas que vale a pena ficar de olho. Mas isso já e assunto para outro artigo. E você, o que achou? Há outras tendências conhecidas que gostaria de compartilhar? Comente!

Quer saber mais? Então veja:
Leia Mais ►