Como Decidir Qual A Melhor Hospedagem Para Loja Virtual

qual a melhor hospedagem de loja virtual
Qual a melhor hospedagem para loja virtual?

A importância de encontrar a melhor hospedagem para uma loja virtual está principalmente ligada a questões de segurança, velocidade e compromisso no suporte técnico. Além do mais, toda loja virtual que se preze (seja de produtos ou serviços) precisa de um carrinho de compras.

Por causa dessa natureza, ter uma hospedagem de loja virtual confiável e segura é fundamental.

O objetivo desse artigo é ajudar você a identificar a hospedagem de loja virtual que melhor se encaixa em suas necessidades e assim evitar prejuízos logo no começo de seu negócio.

Características da hospedagem de loja virtual

hospedagem de loja virtual qual a melhor
Quais as principais características da hospedagem de uma loja virtual
O que torna a hospedagem própria para uma loja virtual é sua adaptação para o ecommerce. E para isso ela precisa oferecer um alto nível de desempenho e segurança. Além disso, deve ser compatível com uma boa variedade de carrinhos de compra e oferecer certificados SSL.

Os principais fatores que diferenciam a hospedagem de loja virtual, de uma hospedagem normal são seus recursos oferecidos. Por exemplo, um plano típico pode vir com um conjunto de recursos tais como construtor de sites gratuito, múltiplas contas de email e um painel de controle que permite o gerenciamento dos aspectos vitais do seu site.

Uma solução para ecommerce oferece todos esses recursos e muito mais, enfatizando nos que são especificamente designados para as pessoas que querem vender seus produtos e serviços online.

Uma boa solução de hospedagem para ecommerce irá fornecer tudo que você precisa para sua loja virtual. Isso inclui um compreensivo sistema de pagamentos completo com um carrinho de compras totalmente funcional, suporte para serviços de pagamentos de terceiros ou ambos.

Uma vez que sua loja estiver funcionando, a única coisa que você vai ter que se preocupar é atender os pedidos e garantir um serviço de qualidade ao cliente.

Questões a considerar na hora de escolher a melhor hospedagem

Quando você procurar por uma hospedagem para sua loja virtual, é importante escolher a que oferece espaço para expansão. Assim, na medida em que seu negócio for crescendo, seu site terá que passar por upgrades em uma pequena variedade de planos de hospedagem. 
Tipos de hospedagem para sua loja virtual

Pequenas lojas virtuais com uma média de 100-200 produtos e com um baixo tráfego diário de usuários simultâneos são mais indicados para hospedagem compartilhada. É a escolha mais acessível e prática. 

Para médias lojas online que cresceram mais do que a capacidade da hospedagem compartilhada pode oferecer, com um tráfego médio visitantes únicos e até 1000 produtos a hospedagem VPS será sua próxima escolha. 

E para um ecommerce maior com alto tráfego diário, mais de 1000 produtos e que exija mais poder e desempenho, um plano de hospedagem dedicada é o recomendado.

Segurança e confiabilidade aprimorada 

Segurança é importante para qualquer site, e mais ainda quando há transações monetárias e a troca de dados pessoais e financeiros. Uma solução de ecommerce completa virá com suporte para certificados SSL (ou Secure Sockets Layer) que garantem o mais alto nível de segurança.

SSL usa uma poderosa encriptação para proteger os dados sensíveis dos seus clientes enquanto trafegam pela não tão segura internet. Assim as transações que envolvem processamento de pagamentos com cartões de crédito ocorrem com a maior segurança.

Além disso, o melhor provedor de hospedagem de loja virtual lhe garantirá uma plataforma confiável onde sua seu ecommerce funcionará com uma garantia de uptime de 99.9%, com uma equipe disposta a oferecer o melhor suporte sempre que necessário.

E uptime, o que é mesmo?
É o tempo em que os servidores e a rede da empresa 
de hospedagem ficam disponíveis no ar.
Graças ao avanço da tecnologia, hoje não é difícil encontrar 
provedores de hospedagem que sejam capazes de manter
uma disponibilidade próxima de 100%. 

Velocidade

Ou seja, o tempo de carregamento das páginas. Quanto menor for, melhor. De acordo com as pesquisas que vemos pela internet o tempo médio que um visitante espera para uma página carregar seja em um computador ou dispositivo móvel é de 5 segundos, sendo que esse tempo pode ser menor ainda em lojas virtuais.

E adivinha quem tem tem o papel principal no tempo de carregamento de seu site? Isso mesmo, seu provedor de hospedagem.

Um pequeno lembrete: velocidade de carregamento é um dos principais fatores de ranqueamento da Google para os resultados de pesquisa.

Backup de dados

Outro fator que vale a pena ser levado em conta na hora de escolher a melhor hospedagem da sua loja, é a capacidade de seu provedor realizar backups automáticos regularmente. Pois, por melhor que seja seu provedor de hospedagem, perda de dados e outros pequenos transtornos podem ocorrer em raros momentos.

E quando essa hora chegar, uma eficiente ferramenta de backup ajudará a manter sua loja funcionando direitinho

E as hospedagens mais baratas?

Muitos quando buscam uma plataforma que melhor se adeque a uma loja virtual, observam os seguintes atributos nos provedores em potencial:

É barato?
É confiável? Ele tem um bom uptime?
Tem um bom suporte técnico?
Eles carregam uma máquina com muitos usuários?
Eles oferecem os recursos necessários para ter uma loja virtual funcionando?

De fato, a maioria dos atributos acima tem de ser levados em consideração na hora de escolher a melhor hospedagem, porém tome cuidado quando o assunto for preço. Pois as vezes o barato pode sair muito mais caro.

Dois grandes problemas encontrados em serviços de hospedagem de qualidade inferior (que costumam ser muito mais baratos que o normal) são o baixo desempenho e pouca confiabilidade porque eles já tem muitas contas em um único servidor.

E para piorar tem outras hospedagens que irão fazer corpo mole no suporte. Então quando algo der errado, você acaba tendo um site fora do ar por um período de tempo maior.

Alguns dos melhores provedores de hospedagem que se pode encontrar no mercado atualmente são:



  • UOL Host

  • Hostgator

  • Locaweb

  • Bluehost

  • Concluindo

    Mais e mais pessoas estão comprando produtos e serviços online. E com esse aumento, o número de lojas virtuais também irá aumentar para atender essa demanda e isso tornará a competição ainda mais agressiva nesse mercado.

    Sites de ecommerce com o melhor tempo de carregamento, segurança e desempenho terão uma vantagem competitiva bem maior que os outros. Quando você buscar pela melhor hospedagem para sua loja virtual, foque nesses atributos.

    Inicialmente, o número de clientes passando por sua loja não será o bastante para "derrubar" sua hospedagem compartilhada. Embora haja exceções a essa regra dependendo do software de carrinho de compras que você escolher e outros itens.

    Portanto esse é um caminho recomendável para você não acabar investindo muito capital, tempo e esforços sem que realmente seja necessário.

    Já decidiu qual será seu provedor de hospedagem? Agora veja outras 9 coisas super importantes que precisam ser feitas antes de montar sua loja virtual.


    Veja também:
    Como planejar e montar uma loja virtual
    Como montar uma loja virtual na plataforma UOL Host
    7 dicas para realizar sua primeira venda online
    10 questões fundamentais sobre o desenvolvimento de uma loja virtual
    Porque revenda de hospedagem pode ser um ótimo (ou péssimo) negócio
    15 dicas para aumentar a taxa de conversão e vendas da sua loja virtual
    Leia Mais ►

    Porque Revenda De Hospedagem É (Ou Não) Um Bom Negócio


    Há umas 3 semanas estava conversando com um amigo sobre alguns tipos de negócios na internet bem interessantes e a tal da revenda de hospedagem foi mencionada por ele. "Rapaz isso dá dinheiro. Então por que não?", ele destacou todo empolgado.


    revenda de hospedagem
    Revenda de hospedagem é um negócio que vale a pena você investir?

    Também achei a ideia muito promissora, pois há um público interessado nesse tipo de serviço e você pode ter seu negócio próprio de venda de hospedagem pela internet, contratando o plano de uma empresa do ramo e revender esse plano em pacotes menores de acordo com a necessidade do cliente.

    A partir disso achei que trabalhar na internet com revenda de hospedagem é sim um negócio que pode fazer seus bolsos incharem. Contudo, depois da conversa com meu amigo resolvi investigar.

    Afinal, essa era uma ideia que até então tinha ouvido muito pouco. Porque quando se fala em ganhar dinheiro com hospedagem, sempre vejo falar em programa de afiliados.

    E depois de uma boa pesquisa, vou compartilhar com você o que acho a respeito de investir em um plano de revenda de hospedagem para ganhar dinheiro pela internet. Assim, caso você esteja interessado ou conheça alguém que esteja, esse artigo pode ser bem esclarecedor.

    Como funciona, quanto custa e por quanto revender?

    O seu principal investimento será em média de R$ 50,00 a R$ 200,00 pela contratação de um plano mensal de revendedor. Ao contratar o plano, você poderá vender pacotes de hospedagem para pessoas ou empresas que buscam esse serviço para hospedar seus sites.

    Através de um painel chamado Web Host Manager (WHM) você poderá gerenciar as contas de seus clientes e fornecer a eles o acesso ao cPanel para que eles possam criar ou gerenciar seus sites.

    Digamos que você comprou o plano Revenda I da Locaweb (R$ 49,90/mês) que além de outros recursos, lhe dá 50 GB de espaço em disco, 500 GB de transferência de dados e domínios ilimitados.

    Agora vamos assumir que você venda pacotes de hospedagem de 100 MB de espaço e 1 GB de transferência a R$ 7,00 para sites pessoais. Assumindo que você consiga 10 clientes no 1º mês e no mês seguinte mais 10, ficará asim:

    R$ 70,00 de contração do serviço do 1º mês + R$ 70,00 pela mensalidade dos clientes do 1º mês + R$ 70,00 de outros 10 clientes do 2º mês = R$ 210,00. Agora vamos continuar nesse esquema assumindo que você consiga pelo menos 10 clientes/mês sem que os outros desistam de você.

    Até o sexto mês você terá uma receita de R$ 1.470,00. Menos a despesa com seu plano de revendedor = R$ 1.170,60.

    É claro que pode haver outras despesas como anunciar seu negócio, mas você também pode compensar isso oferecendo serviços adicionais como criação de sites (caso o cliente esteja planejando fazer um novo) pois o plano de revenda vem com um construtor de sites gratuito. 

    Veja algumas vantagens:

    • Revender hospedagem lhe dá a possibilidade de um lucro real. Após as configurações iniciais você terá menos trabalho todo mês para manter sua conta ao mesmo tempo em que terá chances de ampliar gradativamente sua receita.
    • A empresa que você contratar fornece suporte completo para os clientes sem que eles precisem buscar em outro local, além de poupar você de boa parte desse trabalho.
    • Você não precisará adquirir hardwares e outros equipamentos (a não ser que seu computador esteja precisando de um upgrade). Assim você poupa capital que pode ser investido em outra necessidade do seu negócio.
    • Trabalhar como revendedor de hospedagem é compatível com outros serviços como desenvolvimento de sites, blogs, registro de domínios e email marketing.
    • Esse tipo de negócio permite que você trabalhe pela internet sem ter que sair de casa.

    Para quem o plano de revenda de hospedagem é indicado?

    • Desenvolvedores de sites que já tenham seus próprios clientes e desejam expandir o negócio atuando como fornecedor de hospedagem.
    • Empresas que precisam hospedar um alto número de sites. Com o plano de revenda não é necessário contratar uma hospedagem para cada website.
    • Empreendedores que produzem blogs Wordpress para pessoas e empresas.

    Os serviços mais comuns de hospedagem


    Hospedagem compartilhada: Esta forma de hospedagem é muitas vezes a maneira mais barata e mais fácil de adquirir. Usando um painel de controle, você pode gerenciar vários clientes que também terão acesso a um painel de controle para fazer mudanças e atualizações para o seu serviço.

    Hospedagem VPS (Virtual Private Server): Hospedagem VPS é uma espécie de "fatia virtual" de um servidor físico, que funciona semelhante a um servidor dedicado, porém com uma menor capacidade de processamento, mas ainda podendo manter seus próprios arquivos, softwares e outros. 

    Servidor dedicado: um servidor dedicado permite que você use todos os recursos de um único servidor. O equipamento é tanto propriedade quanto operado pela empresa que é dona do datacenter onde o servidor está localizado mas o uso dessa máquina é exclusivamente seu. 

    Escolha a empresa de hospedagem certa para seu negócio

    A princípio há duas coisas a focar. 1ª: escolher a empresa de hospedagem ideal que ofereça planos de revenda de fácil utilização, para assim iniciar o negócio de hospedagem sem precisar de conhecimentos aprofundados e a 2ª é como usar o melhor da publicidade e marketing para atrair clientes para seu novo negócio.

    Uma boa parte das melhores empresas de hospedagem atualmente oferecem contas para revendedores. Aproveite durante sua pesquisa, para identificar a que oferece o melhor plano de revenda para você.

    Recursos de hospedagem encontrados nos planos de revenda:

    Revenda de hospedagem Kinghost

    revenda de hospedagem de sites kinghost
    Planos de revenda de hospedagem de sites Kinghost

    revenda de hospedagem contas linux e windows kinghost

    Revenda de hospedagem UOL HOST

    revenda de hospedagem ilimitada linux e windows uol host
    Planos de revenda de hospedagem ilimitada linux e windows UOL HOST

    revenda de hospedagem windows linux uol host

    Revenda de hospedagem Locaweb

    revenda de hospedagem locaweb
    Planos de revenda Locaweb
    revenda de hospedagem de sites brasil locaweb
    Funcionalidades da revenda de hospedagem Locaweb

    Revenda de hospedagem Hostgator

    melhor revenda de hospedagem planos hostgator
    Planos de revenda de hospedagem Hostgator

    melhor revenda de hospedagem ilimitada hostgator

    Se tornar um revendedor de hospedagem é fácil, mas é só o começo...

    É fácil você criar uma conta no site de hospedagem, adquirir o “kit de revenda” e começar a trabalhar. Mas eu não vou tentar lhe iludir dizendo que será sopa no mel revender serviços de hospedagem para várias pessoas.

    Isso porque elas irão pensar em primeiro lugar nas empresas consolidadas no mercado que já fornecem esse tipo de serviço.

    Além disso há também alguns contras. Veja:

    1 - É preciso estar familiarizado pelo menos com o básico de gerenciamento de hospedagem. Pois você é quem será responsável por adicionar novos domínios e outras tarefas que embora simples serão de sua responsabilidade.

    2 - Apesar de não ter nada errado em você ser um revendedor de hospedagem, as pessoas vão preferir comprar uma hospedagem diretamente da empresa, ao invés de um revendedor.

    3- Há uma grande possibilidade de você precisar investir em anúncios na internet para conseguir visibilidade e seus primeiros (ou próximos) clientes.

    O problema

    E aqui está um grande desafio: fazer as pessoas prestarem atenção em seu negócio. Afinal, temos centenas de serviços de hospedagem vendendo muito na internet e se destacar entre eles será difícil. Tire proveito de todas as oportunidades para divulgar seu negócio na internet.

    Redes sociais como o Facebook, e fóruns online lhe ajudarão a fazer as pessoas prestarem atenção em você enquanto minimiza os custos com publicidade.

    Falando nisso, considere reservar uma parte do capital para investir em anúncios do Facebook e Google AdWords.

    Outra dica: crie um blog voltado para o assunto de hospedagem, onde você pode dar dicas, tutoriais, análises e entre uma oportunidade ou outra você pode colocar um link para sua página de vendas, além de banners para seu site em locais estratégicos do blog.

    Use o SEO com eficiência para você conseguir ranquear bem as palavras chave sobre hospedagem tanto no seu site de venda de hospedagem quanto no blog dele.

    Vale lembrar que mesmo sendo um negócio online, divulgue-o entre as pessoas que você conhece fora da internet. Vai que você conhece uma ou duas pessoas que já contrataram pelo menos um serviço de hospedagem? Fazer um boca a boca (sem ser chato) de vez em quando não dói!

    O que você acha de trabalhar com revenda de hospedagem na internet?


    Diante do que foi visto, ser um revendedor de hospedagem é um negócio que pode render muito dinheiro sim. Mas, embora o investimento principal seja baixo, será preciso dedicar alguns reais com publicidade para conseguir uma boa base sólida de clientes.

    E mesmo que haja tantas outras empresas que ofereçam opções de revenda só que bem mais baratas, é importante considerar as principais (como algumas que citei aqui), pois dificilmente seus clientes reclamarão com você um dia por causa do site deles ter saído do ar, ou algo do tipo.

    Você vai precisar planejar bem seu negócio. Dentro desse planejamento você saberá quanto investir em determinado período de tempo, de onde virão seus clientes em potencial e quais as estratégias de marketing para conquistá-los. Um plano de negócios e pesquisa de mercado são fundamentais.

    Se acha que revenda de hospedagem não é o negócio ideal para você então veja como vendas online com uma loja virtual, programas de afiliados e AdSense podem ser o que você estava procurando para ganhar dinheiro de verdade na internet.

    Veja também:
    15 ótimas ideias de negócios online
    Como identificar a melhor hospedagem para sua loja online
    Como montar uma loja virtual na plataforma UOL Host
    7 dicas para conseguir sua primeira venda na internet
    Como se livrar de 5 erros que lhe impedem de vender na internet
    7 sites para você trabalhar com revenda de produtos na internet
    Leia Mais ►

    5 Bons Produtos Para Vender Na Internet Em Qualquer Época


    Encontrar o produto ideal para vender na internet é uma tarefa que exige uma boa pesquisa de mercado. Embora com as ferramentas que a internet oferece hoje realizar essa pesquisa online para identificar o melhor produto para vender ficou mais fácil. Mas ainda assim as chances de o produto não ser vendido são grandes.


    produtos para vender na internet
    Ideias de produtos para vender na internet

    Por que?

    Porque mesmo que você tenha acesso ao melhor produto do mundo para comercializar pela internet, se você não utilizar as estratégias certas, ninguém vai querer comprá-lo. Pois não depende apenas de encontrar o produto certo, mas também os clientes certos. Aqueles que estão interessados no que você está vendendo.

    Mas como o objetivo desse post não é sobre encontrar clientes mas sim o produto certo, vou te mostrar uma lista para ajudar você a encontrar o produto ideal para vender na internet e ganhar dinheiro agora em 2017, no ano que vem ou seja lá em que época for.

    Por que eu tenho tanta certeza disso? Simples! Os produtos que eu vou sugerir são aqueles na qual fazem parte das necessidades de quase todas as pessoas do planeta (incluindo eu e você). Confira:

    Ideias de produtos para vender na internet


    Roupas 

    produtos para vender na internet roupas
    Roupas é um dos produtos preferidos de quem começa a vender pela internet

    Mesmo que passe um século, a humanidade continuará usando roupas (assim espero). Todo ano quase todo mundo gasta um bom dinheiro comprando roupas na internet para renovar o armário e ficar na moda, dar de presente ou um evento especial. Seja para vender na sua própria cidade, estado, todo Brasil ou até fora dele, as chances de você se dar bem vendendo esse tipo de produto são grandes.

    E se você não quiser ter muito trabalho vendendo para um público muito diversificado, experimente um nicho mais específico. Veja alguns bem interessantes:
    • Moda evangélica 
    • Plus size
    • Moda praia
    • Fitness
    • Infantil
    • Camisas personalizadas
    • Vintage
    • Retrô
    • Roupa íntima
    Seguindo os passos certos você pode se dar bem com vendas de roupas na internet. Além do mais você pode até ser feliz vendendo roupas usadas e seminovas em um brechó online ou começar a vender camisetas em uma loja virtual totalmente gratuita.


    Artigo relacionado: onde comprar roupas usadas, novas ou seminovas para revender?



    Acessórios

    joias semi joias para vender na internet
    Ideias de acessórios para vender na internet

    Para a maioria, roupas precisam de um complemento. E esses vão desde um simples par de brincos até uma bolsa da moda.

    Tanto masculinos quanto femininos, os acessórios estão presentes no cotidiano das pessoas sejam para dar aquele toque especial no look, criar o próprio estilo, eventos, além de também servirem para proteção (como os óculos de sol ou cachecóis). E esses fatores colocam os acessórios no topo de produtos mais consumidos na internet, assim como as roupas.

    Alguns dos acessórios que você pode considerar vender na internet (principalmente se está começando) são:

    • Joias, semi joias ou bijuterias:
    • Colares
    • Brincos
    • Pulseiras
    • Anéis

    • Sandálias customizadas - daquelas ornamentadas com miçangas e outros objetos
    • Acessórios para a cabeça - chapéus, bonés, toucas, bandanas...
    Para você ter uma ideia de como pode faturar bem no ramo venda de acessórios, de acordo com o Sebrae, o mercado de bijuterias e semijoias está entre os 20 negócios que mais crescem no Brasil.

    Beleza/saúde

    produtos de beleza e saúde para vender na internet
    Produtos de beleza e saúde para vender na internet

    Bem esse item se chama beleza/saúde porque existem muitos produtos que são criados para ambos. Exemplo:
    • Cremes para limpeza de pele
    • Xampus
    • Hidratantes 
    • Desodorantes antitranspirantes
    • Suplementos
    Além do mais, depois do surgimento dos consumidores metrossexuais, as vendas de produtos de beleza para o público masculino deu um pulo e tanto.

    Outro fator responsável pelo crescimento das venda desse tipo de produto na internet foi o aumento de pessoas praticando atividades físicas. Gente que frequenta a academia tem uma tendência a consumir produtos como suplementos, energéticos, vitaminas, com o objetivo de ter uma boa saúde e ao mesmo tempo ficar bem diante do espelho.

    Atualmente a venda de suplementos alimentares é uma oportunidade de negócio que já está sendo bem explorada e de formas bem diversificadas.

    Informática

    produtos para vender na internet informática
    Grande variedade de produtos de informática que pode ser vendida online

    Estamos na era da tecnologia certo? Você por exemplo está lendo esse artigo provavelmente de um notebook, smartphone ou tablet. O mundo respira tecnologia e equipamentos de informática é um tipo de produto vale a pena ficar de olho.

    Mas claro que não sai muito barato adquirir uma quantidade satisfatória de computadores desktops, notebooks, multifuncionais e outros itens caros para montar sua loja de informática online. Então você pode optar pelos mais acessíveis e montar um comércio de apenas um tipo de item:
    • Pen drive
    • Cartão de memória
    • Placas de memória
    • HD
    Ou se você quiser diversificar e atender a um público maior, mas sem gastar muito experimente vender essas categorias de produtos:

    Dispositivos de armazenamento
    Pen drives
    HDs
    Cartões de memória

    Placas
    Placa de rede
    Placas de memória
    Placas de vídeo
    Placa mãe

    Periféricos
    Mouse
    Teclado
    Impressora
    Web cam

    Multimídia
    Fones de ouvido
    Microfones
    Caixas de áudio

    Dessa forma você não precisará de um grande investimento inicial e não encontrará uma concorrência tão grande logo de cara. Agora vale lembrar que mesmo assim é preciso diversificar seus produtos. Por exemplo, olha só o tanto de pen drive bacana nessa página!

    Produtos digitais

    Ideias de produtos digitais para vender na internet
    Ideias de produtos digitais para vender na internet

    Vivemos uma era em que produtos no qual antes só existiam fisicamente, agora possuem versão digital. Alguns deles são: 
    • Livros (ou bibliotecas completas)
    • Fotos
    • Revistas
    • Documentos
    • HDs (cloud computing lembra?)
    • Cursos
    • Lojas
    • CDs/DVDs
    • Até o próprio dinheiro (já ouviu falar de bitcoin? Aposto que sim)
    E tantos outros agora podem ser comprados pela internet e guardados no próprio computador, tablet ou mesmo em um pen drive. Além disso, há aqueles que existem unicamente na versão digital: sites, blogs, softwares e aplicativos.

    Uma grande vantagem em vender esse tipo de produto é que podem ser adquiridos na própria internet (sem custos adicionais como frete ou montagem) ou produzidos diretamente no computador. Exemplo: um e-Book pode ser produzido em um programa como o Microsoft Word, ou uma planilha de fluxo de caixa é feita totalmente no Excel.



    Concluindo

    Eu fiz essa lista tendo como base o relatório sobre o ecommerce em 2014 da E-bit, que para mim foi o mais confiável. Dá só uma olhada nesse gráfico:
    produtos mais vendidos na internet em 2014
    Categoria de produtos mais vendidos na internet em 2014

    Você acha impossível conseguir vender esses produtos na internet? Acredite é bem possível sim. Uma das razões pelo qual tanta gente desiste antes mesmo de começar um negócio de vendas online é o pensamento de que serão superados pelos grandes concorrentes logo de cara.

    Aqui para nós, se fosse assim, as únicas lojas virtuais a existir seriam Americanas, Magazine Luiza, Marisa, Netshoes e outras. Mas você sabe que não é assim. Há um monte de lojas online que atuam no mesmo ramo que as grandes e ainda sendo bem menos populares e com menos recursos, conseguem vender muito.

    Algumas das coisas que torna isso possível é o bom uso do SEO (tanto nas imagens quanto nas páginas), redes sociais como o Facebook, uso eficiente de anúncios no Google Adwords e Facebook Ads e outras estratégias que aumentam a taxa de conversão.

    Além do mais, hoje você não precisa se limitar a apenas vender coisas na internet usando uma loja virtual. Vender pelo Facebook é uma realidade que está favorecendo a muitos. Vender em blogs também é outra alternativa ou até mesmo em marketplaces como o OLX ou Bom Negócio.

    Por último há plataformas dedicadas a venda de produtos mais específicos como a Enjoei que é para roupas (com ela, você pode ter seu brechó online rapidinho), acessórios e outros itens usados ou seminovos.

    A Etsy é mais focada na venda de artesanato. Um tipo de produto que está muitíssimo em alta para vender na internet em tempos de crise.

    Veja como começar bem com 7 dicas para você conseguir realizar sua primeira venda na internet.
    Ou se preferir trabalhar revendendo produtos de outras empresas na internet, veja esses 7 sites.
    Leia Mais ►

    Como Vender Mais Pela Internet Aumentando A Taxa De Conversão

    como vender mais pela internet taxa de conversão
    Melhore a taxa de conversão para vender mais online

    Aumentar a taxa de conversão da sua loja virtual resultará no aumento considerável de suas vendas. Mas o que é taxa de conversão? Em um contexto geral, as conversões são ações desejadas que um cliente executa em determinada página.

    No caso das lojas virtuais, a conversão está relacionada principalmente a ação de um visitante realizar uma compra ou cadastro.

    Claro que se estamos falando em conversões, é importante que ela seja acompanhada com uma ferramenta de SEO especializada em mensurar dados.

    Assim é possível ter informações como quais as páginas estão convertendo mais, quantas foram realizadas em um dia, quanto a taxa de conversão aumentou no mês, ano, etc. Google Analytics é uma ótima ferramenta para tal.

    Ok, agora vamos às dicas?

    15 dicas práticas para aumentar as conversões da sua loja virtual

    1 - Se todos estão competindo em preço, então mude de estratégia: seja competitivo no serviço, variedade de produtos e na a agilidade de entrega.

    2 - Remova todos os elementos que não são essenciais no processo de check-out. Tenha a página de check-out o mais simples possível.

    3 - Adicione o número de telefone em cada passo do processo de check-out com uma mensagem convidando o cliente para ligar se ele precisar de ajuda.

    4 - Mantenha sempre o nome do produto, preço e link de compra acima da dobra da página. Esses três itens devem estar sempre visíveis sem que o cliente precise rolar a página.

    5 - Tenha uma lista de “produtos Recomendados” e “Outros que os clientes também compraram” com cada item.

    6 - Ofereça imagens de qualidade do seu produto. Afinal, pessoas querem ver o que elas estão comprando. No ecommerce, ter imagens otimizadas pode ajudar e muito a aumentar suas vendas.

    Mostre os produtos de ângulos diferentes, com a opção de zoom e sempre que for possível, use imagens de pessoas interagindo alegremente usando o produto que você vende.

    7 - Nunca deixe um email sem responder por mais do que 48 horas, ou seus clientes lhe deixarão.

    8 - Tenha um link de “Ajuda” muito bem visível, para que seus clientes tenham um lugar para ir se tiverem um problema.

    9 - Faça com que a página de detalhes dos produtos responda o máximo possível de perguntas dos clientes.

    10 - Tenha uma lista de produtos “Mais Vendidos” ou “Mais Populares” na sua página inicial.

    11 - Esqueça o copiar/colar. Não vá apenas copiando as descrições do fabricante. tente dar a seus visitantes algo único e descritivo. Quanto mais criativa e atraente for a descrição do seu produto mais o visitante se interessará por ele.

    12 - Considere oferecer descontos por tempo limitado. Destaque o quanto eles estarão economizando caso façam aquela compra, o tempo que resta até a oferta expirar (criar senso de urgência) e o número de pessoas (caso tenha) que já compraram o produto daquela oferta. Isso encorajará mais pessoas a comprar.

    13 - Não desista dos clientes difíceis! Eles se tornam mais leais quando tratados corretamente e dados o tempo que eles merecem.

    14 - Aqui está uma das razões pelo qual muitas pessoas preferem comprar online: avaliações de outras clientes que já compraram determinado produto.

    Uma grande quantidade de compradores online recorrem a avaliações de produtos antes de dar continuidade ao processo de compra.

    É uma ferramenta que tem uma forte influência na decisão. Portanto se você ainda não tem isso na sua loja, comece a reunir avaliações de seus clientes para mostrar.

    15 - Embora seja óbvia a importância de ter uma loja virtual responsiva para aumentar as vendas, muitas ainda não adotaram esse modelo.

    Se você faz parte do grupo que ainda não tem uma loja virtual com design responsivo, então procure o quanto antes implementar esse modelo em sua loja, pois até lá você estará perdendo em taxa de conversão para seus concorrentes que já são.

    Concluindo

    Na medida em que for colocando essas dicas em prática, você começará a notar a melhora da conversão em seu ecommerce e o aumento de suas vendas online.

    Agora caso esteja interessado em outras técnicas que podem ajudar sua loja virtual a vender mais então de uma olhada na série especial 18 técnicas de SEO para lojas virtuais.
    Leia Mais ►

    Como Ganhar Dinheiro Pela Internet Com Trabalhos Freelancer


    Veja 4 passos para você tirar proveito de suas habilidades e como ganhar dinheiro pela internet oferecendo seu trabalho nos melhores sites freelancer.

    como ganhar dinheiro pela internet
    Como ganhar dinheiro pela internet trabalhando como freelancer

    Trabalhar como freelancer é uma atividade que pode lhe render oportunidades reais de ganhar dinheiro pela internet. Claro que quanto você vai ganhar, dependerá principalmente de suas habilidades e o quanto você está disposto a dedicá-las para esse tipo de trabalho.

    Agora pare um pouco e pense:

    1º - Quais são as suas habilidades?


    ganhar dinheiro pela internet trabalhos freelancer
    Em que você é bom? Faça uma lista!
    O bacana de se trabalhar na internet como freelancer é que você poderá encontrar nos melhores sites, oportunidades para atuar em diversas áreas. É claro que há categorias que sempre são mais procuradas como web design, escrita profissional, programação e outros. Mas mesmo assim, se você é bom em alguma coisa, então com certeza terá trabalho (e dinheiro) esperando por você lá.
    É importante ser detalhista nesse parte, pois assim você poderá extrair o melhor de suas habilidades para ganhar dinheiro pela internet. Quer um exemplo? Digamos que você manda muito bem na escrita. Então como freelancer você pode realizar os seguintes trabalhos na internet:


    • Escrever artigos para blogs (pessoais e de negócios)
    • Escrever roteiros, contos e outros textos literários
    • Criação de textos acadêmicos
    • Resumos de livros e outras obras
    • Elaboração de projetos dos mais variados setores
    • Produção de currículos profissionais

    Quer mais um exemplo? Se você manda bem em fotografia, então pode vender suas belas fotos para pessoas que buscam imagens para projetos.

    Ou até mesmo oferecer serviços de fotografia (tem gente que procura fotógrafos para tirar fotos de produtos para lojas virtuais), edição e tratamento de imagens e até treinamentos/cursos online.

    Então antes de ir começando a trabalhar, sugiro que faça uma lista de suas melhores habilidades.

    Defina de que forma você pode usá-las para atender às necessidades das pessoas na internet e busque sempre se aperfeiçoar e se atualizar em seu ofício para assim conseguir sempre satisfazer os clientes que você conquistou e atrair novos.

    2º - Organize seu tempo de trabalho

    trabalho pela internet freelancer
    Tempo é dinheiro!
    Independente de se você pretende trabalhar para conseguir uma renda extra ou se dedicar totalmente à ganhar seu dinheiro com a internet, é preciso que você tenha o controle de seu tempo. Porque até mesmo o trabalho em casa precisa ser organizado.

    Defina quantas horas você pretende dedicar do seu dia para o job de freelancer. Isso é importante pois assim você será capaz de saber quantos trabalhos poderá realizar em um dia, quantos clientes irá atender, quantos pedidos aceitar, etc. Caso você more com outras pessoas, é interessante deixá-las saber que no tempo em que você estiver atuando como freelancer, não estará muito disponível para outras atividades, a não ser que seja algo realmente importante.

    Além disso há muitos trabalhos freelancer em que o pagamento é cobrado por hora. Portanto, administrar bem o seu tempo é um dos fatores determinantes do seu negócio.

    3º - Onde encontrar trabalhos freelancer na internet?

    onde encontrar trabalhos freelacer na internet
    Quais os melhores sites freelancer?
    Atualmente é possível encontrar em vários sites oportunidades para trabalhar como freelancer. Nesta lista você verá os que acredito estarem entre os melhores para ofertar seus serviços. Mas antes, uma rápida explicação para o caso de você ainda não saber como os sites freelancer funcionam:

    Basicamente, você criará um perfil no site no qual lá terá seus dados básicos, informações de contato, quais as suas habilidades e serviços que você oferece e quanto cobra por cada um. Caso já tenha realizado trabalhos para pessoas ou empresas então você pode criar um portfólio dentro do site para as pessoas lhe conhecerem melhor.

    Além disso, cada job realizado com sucesso no site será adicionado a uma lista no seu perfil. Quanto mais disso você tiver, mais pessoas estarão interessadas em contratar seus serviços.

    A negociação pode ser feita no próprio site ou você e o cliente podem trocar contatos para negociar por email, rede social ou até por telefone. Você pode receber o dinheiro via Paypal, Bcash, direto na sua conta, etc.

    Veja agora os melhores sites freelancer que separei para você trabalhar:

    Freelancer.com

    ganhar dinheiro pela internet como freelancer
    Freelancer.com

    Com mais de 15 milhões de usuários registrados (incluindo a mim) esse site pode ser o lugar que você está procurando para trabalhar na internet.

    Lá você poderá oferecer o melhor de suas habilidades para realizar projetos que vão desde a elaboração de uma carta comercial até a construção da planta de uma loja. Se você tem muito a oferecer, lá tem muita gente para aceitar.

    Para você ter uma ideia veja alguns dos trabalhos mais populares e quanto em média pode ganhar com eles:

    Desenvolvimento de site: a partir de $ 100,00
    Design de sites: a partir de $ 90,00
    SEO Marketing: a partir de $ 150,00
    Criação de aplicativo móvel: a partir de $ 200,00

    Depois de criar uma conta no site você pode dar uma olhada nessa página para começar a procurar trabalho.

    Se você quer entrar de cabeça nesse tipo de negócio, o site Freelancer é para você.

    Prolancer

    Programação, design e produção de textos diversos são algumas das categorias de detasque desse site. Mas você pode se dar bem como freelancer oferecendo marketing, serviços empresariais, SEO, ecommerce e muitos outros. O site Prolancer é bem fácil de usar e tem muitas projetos que pagam bem. 
    ganhar dinheiro pela internet site prolancer
    Prolancer

    Falando em pagar, o site tem uma atitude bem legal quando o assunto é seu dinheiro. Para realizar um trabalho sem risco de não receber o pagamento, existe um tipo de garantia (Escrow) que seu cliente deposita baseado no valor que foi proposto no projeto.

    E então quando o trabalho for concluído o pagamento é liberado e você recebe o dinheiro.

    Se tiver interessado, dê uma olhada na página de projetos publicados. Quem sabe um deles não está esperando por você?

    99Freelas

    Apesar de sua simples aparência e funcionamento o 99Freelas é um site que tem se destacado entre muitos freelancers. Quem está começando por exemplo, tem boas oportunidades nesse site onde você pode oferecer diversos serviços assim como nos outros que já citei aqui. O cadastro é rápido e logo você poderá estar encontrando um projeto para se candidatar.
    ganhar dinheiro com trabalhos freelancer 99freelas
    Ganhe dinherio no site 99Freelas

    Uma coisa bacana nesse site é que os projetos publicados tem uma descrição mais detalhada. Assim dá para saber melhor se, baseado nas suas habilidades dá para se canditar a determinado projeto ou não.

    Para receber o pagamento, este quando liberado será informado pela equipe do site e você terá o dinheiro em sua conta bancária.

    GetNinjas

    Na verdade o site Get Ninjas é uma plataforma onde você pode ganhar dinheiro oferecendo os mais variados serviços. Não apenas aqueles voltados para negócios, tecnologia mas também serviços domésticos, reformas ou até mesmo saúde. 

    E os trabalhos freelancer não são realizados apenas online. Várias pessoas também procuram alguém para realizar um trabalho presencial (como eletricista por exemplo).

    trabalho freelancer site get ninjas
    Site Get Ninjas

    Nesse vídeo você pode ver que o site tem trabalho para pessoas como você. Seja para trabalhar pela internet ou fora dela. Alguns dos serviços que você pode oferecer online é a produção de conteúdo, tradução, marketing online, web design, consultoria de SEO e outros.



    Para saber mais sobre o Get Ninjas e como você pode anunciar seus serviços, acesse essa página.

    4º - Como fazer as pessoas se interessarem pelo seu trabalho

    Assim como em qualquer negócio, é preciso seguir estratégias para atrair clientes. Veja algumas que você pode adotar para se dar bem como freelancer:

    ganhar dinheiro na internet trabalhando como freelancer
    Conquiste clientes com seu trabalho freelancer
    Tenha um portfólio - Quando as pessoas chegarem em sua página de freelancer, eles vão querer imediatamente saber se você é bom mesmo no que faz. E para provar isso, um portfólio é uma ótima ferramenta (ele é uma das partes mais importantes do seu currículo de freelancer!). Nele as pessoas verão que tipo de trabalho você faz, conhecerão seu estilo e poderão avaliar o nível de qualidade dos seus serviços.

    Mas aí você pode pensar: "poxa estou começando agora como freelancer e ainda não tenho nenhum trabalho para mostrar no portfólio".

    Você tem certeza disso? Vai dizer que você sendo bom em design nunca fez um trabalho no Photoshop para uma amiga ou um layout de algum projeto da faculdade no Corel Draw e guardou uma cópia desses trabalhos em seu PC? Vai por mim, com certeza você terá algo para mostrar.

    Construa parcerias - Não apenas parcerias pensando em negócios, mas tente construir um círculo de amizades com outros freelancers. Assim vocês poderão ajudar um ao outro a conseguir clientes.

    Afinal, pode acontecer de você ser um ótimo programador mas encontra alguém que está precisando de um especialista em SEO. Daí você lembra de algum parceiro seu e poderá indicar esse cliente para ele. Fazendo isso esteja certo de que um dia ele fará o mesmo por você.

    Expanda seu negócio - Não se limite a atuar apenas nesses sites que indiquei aqui! Você pode encontrar muita gente que está precisando dos seus serviços nas redes sociais.

    • Procure por grupos no Facebook voltados para atividades freelancer. É por isso que é importante ter uma estrutura do seu negócio: quantas horas você atuará como freelancer por dia, quais horários estará disponível, quanto você cobra pelos seus serviços e as formas de pagamento. 
    • Crie uma página especialmente para seu negócio em cada rede que atuar. 
    • Não esqueça de usar o Linkedin para criar seu currículo de freelancer na internet. 
    • Deixe algumas informações e links de seu negócio online de freelancer em sua assinatura de email (seja breve ok?). 
    Todas essas ações ajudarão a reforçar sua marca na internet.
    Seja profissional - Essa dica vale tanto para conseguir clientes quanto para os que você já conquistou. Busque sempre oferecer o melhor do seu trabalho.

    Tem muita gente que faz de tudo para conseguir um cliente e depois disso já não oferece tanta qualidade nos próximos trabalhos achando que não fará diferença. Engano! O nível de qualidade em seus trabalhos sempre deverá ser mantido no melhor possível.

    E jamais prometa aquilo que não pode cumprir, por mais tentadora que pareça a oportunidade. Se você prometeu que o site do seu cliente estará pronto em duas semanas então entregue em duas semanas (ou até ates disso).

    Atender bem um cliente e superar suas expectativas é outro fator que decidirá o sucesso do seu negócio.

    Atuando dessa forma seu público ficará tão encantado que terá o prazer de fazer negócios com você e indicar seus serviços para outras pessoas.


    Conclusão

    Uma verdade inegável: trabalhar como freelancer pela internet dá dinheiro sim. Agora outra verdade mais inegável ainda: você só ganhará dinheiro realmente se levar esse trabalho a sério

    Afinal, se você que é o dono do seu próprio negócio não o leva a sério, seu público o levará menos ainda. Seja você um interessado em ganhar a vida como freelancer ou mesmo que seja para conseguir aquele dinheiro a mais no fim do mês.

    Quer saber outras formas de ganhar dinheiro de verdade na internet? Então veja essa lista de ideias de negócios onlineesse artigo sobre revenda de hopedagem ou descubra se entre vendas na internet, programas de afiliados ou Google Adsense, qual o ideal para você ganhar um bom dinheiro.

    Atualização: e aqui está mais uma lista de ideias criativas para ganhar dinheiro pela internet ou fora dela com uma câmera digital e uma lista de 7 sites para você trabalhar com revenda de produtos na internet
    Leia Mais ►

    Como Vender Sites Pela Internet Para Pessoas Ou Empresas

    como vender sites pela internet
    Como vender sites pela internet?

    Se você é do tipo que domina as ferramentas online de criação de websites e quer descobrir como vender seus sites pela internet, veja os passos para você montar um serviço de venda de sites e quais as melhores plataformas sugeridas para seu negócio:

    1º Passo - qual plataforma usar?

    Um dos principais fatores a serem considerados nessa fase é a facilidade de criação que a plataforma oferece. Além disso, ela precisa ter uma boa quantidade de belos temas (se tiver responsivos já é um bom diferencial) e também ferramentas que permitam você implementar recursos no site que atendam as necessidades do cliente (ex: formulário de inscrição, compartilhamento em redes, analytics...).

    Outra coisa que você não pode deixar de verificar é se a plataforma permite a criação de websites mobile friendly, pois em uma atualização bem recente da Google essa característica ganhou maior importância na hora de definir o ranqueamento de um site. E caso ele não seja, você estará perdendo uma boa chance de conseguir uma posição melhor nos resultados de pesquisa.

    Quer fazer um teste? Para saber se um website é compatível com dispositivos móveis, acesse essa ferramenta, digite a URL dele e faça uma verificação (é rapidinho).

    Confira algumas plataformas que posso lhe recomendar:

    venda de sites wordpress
    Sites na plataforma Wordpress
    Wordpress - Essa aqui é uma plataforma voltada para blogs, mas se você a domina bem (ou pelo menos conhece) então já deve saber que sites de nível profissional podem ser criados nela. O problema é que em comparação com as outras plataformas o investimento será maior, pois para desfrutar dos recursos essenciais é necessário que o site seja criado na Wordpress.org, ao invés da .com e por causa disso você já estará pagando mais por causa da hospedagem e possivelmente você gastará com um tema decente. Contudo, com as grandes vantagens que essa plataforma oferece, o dinheiro investido não será em vão: a Wordpress possui uma quantidade enorme de lindos temas para atender a todos os seus clientes, plugins dos mais variados recursos (SEO, contatos, analytics, até para aumento da velocidade do site, entre outros). Só lembrando que esses plugins só podem ser instalados na Wordpress.org.


    vender sites wix
    Vender sites Wix
    Wix - A Wix é uma plataforma que permite a fácil criação de sites através do sistema "arrasta-e-solta". E graças sua grande variedade de templates em HTML 5, você não terá problema ter sites lentos. A hospedagem é gratuita, possui versões otimizadas para smartphones, suas ferramentas de SEO permitem a otimização para garantir boas posições nos resultados de pesquisa.
    Um site criado na Wix pode ser completamente personalizável e à partir do plano Combo (para uso pessoal) você pode ganhar cupons promocionais e o domínio é grátis. Há também um plano dedicado especialmente para pequenas empresas e freelancers (que atualmente é o mais usado).



    jimdo vender sites pela internet
    Criar sites com Jimdo
    Jimdo - Outra plataforma de criação de websites de facílima utilização. Com  a Jimdo você pode ter seu site em apenas alguns minutos. Além disso, você pode usar o App no Android ou iOS para criar e até administrar seus sites de qualquer lugar. Mesmo na versão free, você já terá sites otimizados para smartphone, embora o plano pago seja mais conveniente por causa do domínio próprio. Ferramentas essenciais de SEO e analytics também estão disponíveis nesta plataforma. Através de widgets e Apps você pode adicionar no site, ferramentas sociais como Facebook e Twitter ou serviços externos como o Soundcloud. Facilmente você pode também adicionar no site a opção de disponibilizar arquivos para downloads.


    vender sites pela internet ucoz
    Vender websites uCoz
    Ucoz - Com mais de 9 anos de estrada, a uCoz é minha 4ª recomendação. Essa plataforma também garante a criação de sites sem nenhuma dificuldade, possui recursos essenciais e está entre as melhores quando o assunto é preço. Ela tem integração com serviços como Pagseguro, Paypal, Deposit Files e mais. Seu sistema de fóruns é outro ponto forte da plataforma. Seja você iniciante, poderá construir seu site com o editor de blocos ou se você já é avançado em desenvolvimento poderá editar o template ao seu gosto via PHP e API.

    Só mais uma coisa: embora sejam plataformas fáceis de usar, para o caso de você ter alguma dúvida ou dificuldade, cada uma delas oferece ótimos tutoriais e vídeos explicativos.

    2º Passo - defina as formas e método de pagamento

    É preciso definir de antemão quanto e como você irá cobrar pelo seu trabalho para facilitar a negociação com o cliente. Lembre-se de que além do trabalho para produzir o site, tempo gasto, quantidade de páginas e outros recursos que ele terá devem ser considerados. 

    Além disso, se você é bom em SEO e produz sites otimizados para conseguir boas posições nos mecanismos de busca, adicione esse fator na hora de definir o preço.

    Mas a pergunta continua: quanto cobrar?

    Você pode cobrar o valor por um site rápido com X quantidade de páginas entre R$ 200,00 a R$ 400,00. Agora caso você faça um site otimizado, adicione mais R$ 100,00. E adicione mais R$ 50,00 se for responsivo.

    Porém saiba que esse foi um exemplo e o valor pode variar muito principalmente por causa da sua região, o tipo de cliente (pessoa física ou empresa?) e o quão bom será o site que você criar.

    Sabemos que futuramente será necessário que os sites que você vendeu passem por algum tipo de reforma, atualização ou melhora. Então caso você queira ir além de trabalhar unicamente com a construção e venda de websites, crie uma lista de preços pela manutenção. Veja algumas sugestões:

    • Adição de novas páginas
    • Mudança no layout
    • Mudança no domínio
    • Implementação de botões de redes sociais
    • Adição de inscrição de newsletter de terceiros
    • Criação de um blog para o site

    Agora vem outra pergunta: como será efetuado o pagamento?

    Bem, isso pode variar. Você pode montar um blog para anunciar seu serviço de venda de sites e adicionar um carrinho de compras, onde o cliente poderá pagar com algum cartão de crédito, Paypal, Pagseguro, etc. Se você puder encontrar o cliente pessoalmente, então ele pode lhe pagar ali na hora.

    Há aqueles casos também de o cliente ser alguém próximo. Um amigo, colega de trabalho, da faculdade... nesses casos você pode sugerir que deposite em sua conta o valor integral ou uma parcela como adiantamento pelas despesas como domínio, tema, hospedagem (para o caso de sua plataforma escolhida ser de hospedagem paga, entre outras).

    Quando se fala em pagamento sempre há aquele medo de o cliente levar o produto e tentar dar o calote. Bem, pelo menos nesse caso lembre de uma coisa: você é o administrador do site do seu cliente, portanto se ele tentar lhe passar a perna, o site dele pode simplesmente sair do ar. Mas claro que essa medida você só tomará quando não houver outra alternativa.

    Lembre-se que quanto mais fácil e confiável for para o cliente realizar o pagamento, mais profissional e confiável será o seu serviço.

    3º Passo - Qual a melhor forma de atender aos seus clientes?

    A principal forma de comunicação provavelmente será pela internet. Se você tiver a oportunidade de lidar pessoalmente com seus clientes, também é ótimo. Telefone também é bem vindo. Mas para atender ao seu público online, você pode usar ferramentas como o email, Facebook, Skype (de preferência chamadas em vídeo), ou mesmo o WhatsApp. 

    Assim como em qualquer trabalho, organização é fundamental, portanto tenha um plano de horários para evitar de algum cliente tentar entrar em contato com você e ele não conseguir. 

    É interessante também você criar políticas transparentes do seu negócio de modo que tudo funcione em ordem e você não tenha nenhuma dor de cabeça algum dia surja uma reclamação.

    Falando nisso, seja sempre profissional no atendimento quando lidar com dúvidas e reclamações. É importante manter a imagem positiva de seu negócio mesmo em situações desse tipo. Você pode utilizar o email ou uma fan page no Facebook para atender a esse tipo de necessidade do seu público.

    8 dicas para conseguir vender melhor seus sites:

    dicas para vender sites na internet

    1 - Tenha um portfólio na internet do seu trabalho. Para tal você pode usar uma dessas plataformas de criação de sites que já citei aqui, alguma plataforma de criação de portfólios ou até de blogs.

    2 - Quando for criar o portfólio, opte pelo seu próprio domínio ao invés de um gratuito. Isso passará mais confiança para as pessoas.

    3 - Use as principais redes sociais para divulgar seu trabalho e realizar o serviço de atendimento.

    4 - Deixe claro as informações do tipo de serviço que você realiza. Destaque as vantagens de comprar um site com você e não com o concorrente.

    5 - Se mantenha atualizado no que diz respeito a SEO, redes sociais, atualizações do algoritmo da Google, pois isso te prevenirá de ter clientes frustrados porque de repente os sites que você fez para eles caíram nas pesquisas. E use esse conhecimento como um diferencial em seu negócio.

    6 - Ofereça descontos ou a adição gratuita de recursos caso você realize a venda de mais de um site para um cliente.

    7 - Divulgue seu negócio não apenas na internet, mas também fora dela para mais pessoas conhecerem seu negócio.

    8 - Crie uma marca original e única. Isso dá seriedade ao seu negócio e é bem visto pelo público.


    Como vender sites pela internet - Conclusão

    Para muitas pessoas que dependem da internet para seus negócios, ter um site é uma necessidade real. E muitas dessas pessoas procuram serviços rápidos de criação de sites na internet (o que hoje há bastante).

    Todavia nem todo mundo tem tempo ou conhecimento suficiente para construir seu próprio site (mesmo com tantas ferramentas que atualmente facilitam o trabalho). E é tirando proveito disso que você poderá lucrar bem vendendo online seus sites.

    Caso você não tenha muita experiência em vendas pela internet (ou nenhuma) então leia o artigo que lhe ajudará a realizar sua primeira venda online!
    Leia Mais ►