7 Temas Wordpress Para Venda De Fotos Pela Internet

Já faz um tempo que a plataforma Wordpress conquistou os quatro cantos da internet como uma das favoritas para a criação de blogs. E para os blogs de negócios então nem se fala. Um exemplo é a possibilidade de você poder vender produtos físicos em um blog Wordpress como se ele fosse uma loja virtual.

Agora se você é um fotógrafo, ou mesmo se não for mas tem um monte de fotos bacanas e gostaria de fazer um dinheiro com elas na internet, então conheça agora 7 temas Wordpress para vender fotos pela internet:

JOOP

Com recursos como portfólio em tela cheia, integração com ferramentas de ecommerce (WooCommerce), suporte para 4+ colunas, totalmente personalizável, centenas de cores à disposição, Visual Composer para Wordpress e um completo layout responsivo, JOOP é uma excelente alternativa de tema Wordpress para você vender suas fotos.
joop tema para venda de fotos no wordpress
Tema Wordpress JOOP

Ele vem com muitas ferramentas que podem lhe ajudar a criar um site de ecommerce ou portfólio para qualquer tipo de negócio (em especial o negócio voltado para fotografias). Sua compatibilidade com HTML5 faz dele um tema realmente incrível.

Preço: $63,00

Demo
Comprar

Titan

Titan é um tema responsivo, feito para fotógrafos que desejam tanto mostrar quanto vender seu trabalho. O design de alto contraste dispõe de ferramentas Premium tais como área protegida por senha, a biblioteca de fontes da Google e suporte para WooComerce. Com 14 modelos de galeria e até opções de portfólio, esse tema também é bastante personalizável.
titan tema para vender fotos no wordpress
Tema Wordpress Titan

Titan foi construído para imagens grandes de alto impacto. Ele apresenta um menu simples em todo o topo da tela acompanhado de ferramentas sociais simples no estilo “down-screen” e pequenos textos em caixas nas cores preto ou branco.

Preço: $55,00

Demo 
Purchase

Stocky

Stocky está entre uma das melhores opções de temas Wordpress para você vender suas fotos online. Seja para criar um site no modelo marketplace ou portfólio, você terá recursos bem diversificados como HTML5, CSS3, exibição de dados EXIF (opcional), suporte a códigos de acesso, formulários elegantes, serviço de tradução, ícones de mídias sociais, uma ótima seleção de cores, além de ser completamente responsivo e de fácil configuração.
wordpress temas para venda de fotos stocky
Tema Wordpress Stocky

Com todas essas e outras dezenas de características, facilmente esse tema pode atrair a atenção do usuário através de sua interface simples e elegante. É possível até permitir que os próprios usuários se registrem no site e façam login para através disso comercializarem seus produtos. Ele vem com um suporte dedicado e o custo de tudo é relativamente acessível.

Preço: $58,00

Chromatic

Chromatic foi desenvolvido no estilo flat. E isso permite atrair toda a atenção para as fotos na página. Além disso, esse tema inclui integração com ecommerce para que você possa vender fotos direto do seu blog Wordpress. Esse tema também inclui múltiplos formatos de posts e diversas outras opções de personalização.
tema wordpress para venda de fotos chromatic
Tema Wordpress Chromatic

O Chromatic é designado para sites de fotos mais robustos com uma sidebar que funciona como um widget no qual você pode adicionar blocos de conteúdo. É possível também personalizar o plano de fundo deixando o site com um estilo que corresponda ao seu trabalho.

Preço: à partir de $79,00

Eclipse

Eclipse é um dos melhores temas na categoria do site Theme Forest para vender fotografias. Classificado com 5 estrelas, ele é fácil de usar, vem com uma enorme variedade de layouts de página inicial, suporte para imagens e vídeos com ilimitadas opções de cores.
eclipse tema wordpress para venda de fotos
Tema Wordpress Eclipse

Você terá a disposição também skins nas cores escuro e claro, integração com WooCommerce, um framework responsivo, formulário de contato e também tem integração com Mailchimp.

Eclipse tem um design cheio de estilo que pode ser personalizado de inúmeras formas. O design funciona melhor com muitas imagens, então certifique-se de providenciar imagens de qualidade.

Preço: $58,00

Demo
Comprar

Photocrati

Photocrati inclui mais de 60 estilos de página inicial, gerenciamento de galeria, ferramentas ecommerce, compatibilidade com iPhone/iPad, proteção dos direitos autorais, ferramentas de SEO incorporadas e é fácil de personalizar. Esse tema permite que você tenha um site, galerias, blog todos em um para que você possa vender suas fotos da melhor forma.
tema wordpress para venda de fotos pela internet photocrati
Tema Wordpress Photocrati

Photocrati traz para você 40 modelos únicos prontos para o uso baseado no tipo de imagens que você pretende comercializar. Com tantas opções assim, não é, atoa que esse tema é usado por mais de 18000 fotógrafos e artistas.

Preço: $89,00


Photographer

O tema Photographer foi desenvolvido para o compartilhamento e venda de fotografias na internet. A página inicial é larga e as imagens do slideshow dão aos seus visitantes acesso aos seus melhores trabalhos logo que eles chegam em seu site. As galerias individuais e portfólios que você fizer o upload podem ser exibidos em uma extensa opção de layers.
photographer tema wordpress para vendas de fotos
Tema Wordpress Photographer  

Photographer integra com o plugin gratuito WooCommerce para adicionar um carrinho de compras em seu site, para assim poder vender suas fotos online.

Preço: $69,00

Demo
Comprar

Stock Photography

Stock Photography é um tema responsivo desenvolvido para que você possa vender imagens. O tema inclui o plugin Sell Media no qual você pode exibir e vender fotos no site. Ele é um tema fácil de personalizar e inclui características tais como slideshows, widgets, opções de tema e modelos de páginas, um plano de fundo personalizável e múltiplos formatos de posts. 
tema wordpress para venda de fotos stock photography
Tema Wordpress Stock Photography

Stock Photograpy também inclui recursos avançados de pesquisa, uma lightbox, esquema de cores alternativas, ícones de compartilhamentos em redes sociais, customização de fontes e cabeçalhos personalizáveis. Ele é um tema bem construído com poderosas opções para o fotógrafo profissional. 

A página inicial apresenta uma grande área da imagem e tem ferramentas que torna mais fácil o trabalho de gerenciar seu negócio de comercialização de fotos no Wordpress.

Preço: à partir de $79,00

Demo 

Concluindo

Embora existam tantos, os temas mostrados aqui estão entre os preferidos pelos comerciantes de fotos na internet e fotógrafos espalhados pelo mundo. Mas se você não se interessou por nenhum deles ou não está disposto a investir muito para vender suas fotos na internet, então considere essa alternativa.

Leia Mais ►

7 Incríveis Benefícios De Ter Um Blog Na Sua Loja Virtual


Sua loja virtual já tem um blog? Não? Então você não tem ideia do que está perdendo! Mas tudo bem, pois nesse artigo ficará sabendo e ainda descobrirá como tirar o máximo de proveito desses benefícios para suas vendas na internet.


vantagens ter um blog na loja virtual mais tráfego
Quais os benefícios em criar um blog para sua loja virtual?

Grandes lojas de ecommerce como a Magazine Luiza e Submarino tem seus próprios blogs, sendo que o Blog da Lu tem uma média de 140 mil visitas por mês e o Blog Sonar 8 mil.

Agora cá entre nós: quantas vendas você acha que eles conseguem realizar graças ao tráfego de seus blogs hein? Pense nisso.

Bem, vamos então continuar lendo o artigo, entender porque criar um blog para sua loja e começar a usar essa incrível ferramenta.

Blog é um excelente meio de construir sua audiência, gerar mais tráfego e vendas para seu negócio. Não pense que ter um blog para sua loja virtual é apenas um luxo. Mesmo se você não postar com frequência ele ainda poderá ajudar muito seu negócio.

1 - O blog ajuda a ranquear sua loja virtual nos sites de busca 

Um blog pode ajudar e muito em termos de SEO, principalmente se você criar um conteúdo que as pessoas queiram compartilhar. Além do mais, ter um blog para seu ecommerce, significa mais páginas o que resulta em mais links internos apontando para a página inicial da sua loja.

É claro que links internos são ótimos, mas links de outros sites são muito melhores. Quando um artigo que você posta, é compartilhado nas mídias sociais e linkados a outros sites, então seu rank melhora muito.

E é mais fácil gerar links de conteúdos interessantes do que de páginas de produtos não acha? E quanto mais links você puder gerar apontando para sua loja por causa do conteúdo que você criar, melhor você será posicionado nos resultados de pesquisa.

Um blog também lhe dá a oportunidade de ranquear mais palavras chave através da criação de conteúdos relacionados às palavras chave que você está de olho.

Qualquer página de produto que esteja linkada à postagem do seu blog irá se beneficiar se alguém linkar a essa postagem. 

Não é só pelo fato de alguém estar procurando pelo que você escreve que trará mais chances desse alguém cair de paraquedas em sua loja, mas também a oportunidade de você criar uma forte estrutura de links internos com textos âncora otimizados que estarão linkados às páginas de seus produtos.

Veja nesse exemplo como o blog da Submarino coloca no final da postagem um banner bem construído, contendo um link para a página de produtos da categoria "Tecnologia para vestir".

E como a postagem também falava sobre tecnologia, esse banner tem mais chances de convencer o leitor a fazer uma visitinha à página de produtos.
aumentar as vendas da loja virtual com blog

2 - Seu blog será um grande aliado contra a concorrência


superar a concorrência na internet
Lidar com a concorrência nem sempre é fácil (aliás quase nunca é). E adicionar um blog na sua loja virtual é um meio eficaz de combater os concorrentes na internet. 


Se você dedicar um tempo para produzir conteúdos que entretenham os visitantes e façam com que eles interajam e compartilhem com outras pessoas, isso ranqueará bem seu blog.

E se você está um passo atrás do seu concorrente nos resultados de pesquisa, essa pode ser a solução que estava faltando. 

Se nem sua loja virtual ou a de seus concorrentes possuem um blog, considere criar um não apenas para estar à frente deles, mas também com como um diferencial no mercado em que vocês atuam.



3 - O blog é uma plataforma de Marketing para contar sua história

Tweets ou posts no Facebook só têm um alcance maior quando você realmente tem algo a dizer. As vezes você precisa de mais do que o Pinterest para promover seus produtos.

E embora vídeo seja a melhor forma de contar sua história, produzir um geralmente dá bastante trabalho.

Agora dê uma olhada na anatomia de um blog: primeiro vem o título que prepara seus leitores para que eles saibam o que esperar do post. Você tem o espaço para contar uma história. Você pode incluir um monte de imagens e mídias bacanas. 

Seja qual for o seu tweet, ele caberá em uma postagem; e você pode adicionar vídeos lá também. Pronto, aí está um excelente meio para contar uma história.

Veja um exemplo: se você tem uma loja física e uma versão dela na internet, há chances de você ter uma história interessante sobre a fundação do seu negócio:

  • Talvez sua loja começou simples e se tornou um negócio inesperadamente maior? 
  • Quem sabe você não tenha construído seu negócio baseado nas necessidades de uma comunidade? 
  • Ou tenha até mesmo construído um empreendimento original depois de uma viagem inspiradora?

E durante o momento em que conta sua história, você poderá falar sobre seus produtos. Você é uma das melhores pessoas para falar deles então descreva como eles são feitos, de onde eles vêm e suas características especiais.

Traga o que há de melhor deles nos textos e assim eles terão mais chances de serem comprados.

4 - Use o blog para expandir sua presença nas redes sociais

mais seguidores nas redes sociais do seu negócio
Se a sua loja virtual tem fan pages, ou comunidades em redes sociais como Facebook, Google Plus e perfis no Twitter e Pinterest ou até mesmo canal no Youtube, use seu blog para aumentar seus seguidores nessas redes. Como?
Colocando um widget (de preferência na barra lateral) com botões que levem os visitantes às páginas sociais do seu negócio para que eles conheçam o conteúdo e se tornem novos seguidores.

Confira no exemplo ao lado o widget de redes sociais do blog da Magazine Luiza.

Assim você poderá aumentar as vendas da sua loja virtual utilizando as redes sociais também. E isso graças ao seu blog!


5 - Um blog irá reforçar as relações entre os clientes e seu negócio

Incentivar o engajamento com seu blog é algo que deve ser feito quase sempre que você postar. Quando alguém reserva um tempo para comentar em seu blog, é importante ser profissional e responder o quanto antes.

E não fique chocado ou irritado se de vez em quando receber comentários negativos (nem pense em apagá-los!). 

Seja cortês e responda mesmo se for um comentário negativo. Engajamento em blogs é muito bem visto pela Google e isso resultará em uma melhora constante em sua posição nas pesquisas.

Embora seja difícil lidar com comentários negativos, seja educado ao responder seus clientes assim como é lidando com comentários positivos. 

Muitos leitores apreciarão seu trabalho por você ceder seu tempo para atender suas reclamações. Principalmente se estas forem sobre seus produtos ou serviços.

Eles podem dar a você informações preciosas sobre que tipo de mudanças eles esperam ou qual produto novo eles gostariam que fosse adicionado.

6 - Ter um blog dará autoridade a você e ao seu negócio

Ter um blog em sua loja virtual é um excelente meio de fazer seu negócio se destacar no setor em que atua.

Mostrando ao seu público através dos posts, que você tem interesse em eventos ou as evoluções que ocorrem dentro do seu setor pode rapidamente garantir que você seja tido como alguém que realmente atua de forma séria naquele negócio e tem algo de bom a oferecer além dos seus produtos. 

Ter um blog para demonstrar conhecimento do seu negócio trará retorno. Leitores voltarão ao seu blog de tempos em tempos porque eles se identificam e apreciam o conteúdo que vão encontrar. 

Além disso, para garantir que eles voltem é imprescindível ter em um local de destaque um formulário de inscrição para capturar o email dos seus visitantes.

Veja exemplo do formulário do blog da Submarino. Simples, intuitivo e bem destacado.
aumentar clientes com formulário inscrição no blog

7 - Tire proveito do seu blog para estabelecer ótimas relações públicas  

Outro excelente benefício do blog é que ele pode ampliar suas relações públicas, porém sem nenhum custo adicional. Blogar é um grande meio de criar uma imagem positiva para seu negócio. 

Além de ser também uma oportunidade de construir ampliar as relações com os parceiros que atuam no mesmo setor que você.

Por exemplo, se você recentemente leu a postagem de um blog escrito por outra empresa e ela lhe forneceu inspiração para escrever um post no seu próprio blog, então certifique-se de adicionar um link apontando para o blog deles. 

Fazer isso pode garantir que da próxima vez, essa empresa pense em você quando fazer uma nova postagem e lhe forneça um link de qualidade apontando para seu blog. 

Ideias que você pode usar para criar posts para o seu blog

Ok, para o caso de você não estar familiarizado em escrever textos atraentes para seus leitores, não se preocupe! Você não precisa ser um grande escritor para tal e nem precisa fazer posts enormes o tempo todo.

Um post por semana de tamanho razoável (algo em torno de 1000 palavras) está de bom tamanho. Mas pelo menos se certifique de postar sobre assuntos realmente interessantes.

Porém, quanto mais posts otimizados, mais tráfego será direcionado para sua loja virtual. Você poderá criar posts com conteúdos que irão converter visitantes em compradores, além de aumentar as chances de engajamento com sua audiência.

Aqui estão algumas sugestões de coisas que você pode escrever em seu blog:

Uma breve história do seu negócio: de onde veio a ideia, como começou, de que maneira ele cresceu...

Tutoriais de como usar seus produtos (tente não parecer com aqueles manuais super chatos!)

Anúncios criativos para uma venda

Eventos que você está gerenciando ou participando que sejam relacionados ao seu negócio

Conselhos e dicas sobre produtos que não sejam apenas os seus

Novidades sobre seu negócio (caso você também tenha uma loja física, essa dica cai muito bem)

Evoluções, novas tendências e outras mudanças no setor

Algo divertido que você encontrou na internet. Não precisa ser diretamente relacionado aos seus produtos

Use também como inspiração, as perguntas que seus clientes fazem através dos canais de comunicação que você utiliza em sua loja virtual e crie posts esclarecedores.

Se você tem uma pequena audiência, então isso pode lhe desmotivar a ter um blog por causa da sensação de que ninguém lerá seus posts. Evite pensar assim, pois não blogar só servirá para garantir que sua pequena audiência continue pequena.

E então? Vamos começar a criar um blog para sua loja virtual?


Leia Mais ►

5 razões porque pessoas compram online e como vender mais com isso

Como vender mais na internet - compras online


A cada ano as estatísticas mostram que o ecommerce está indo muito bem no Brasil obrigado. E por causa disso, tem muita gente investindo no setor, criando lojas virtuais e vendendo seus produtos pela internet. Mas isso não significa que os consumidores saem simplesmente comprando em qualquer loja online.

Produtos com preços muito altos e coisas que são perecíveis estão entre os tipos de itens mais difíceis de vender online. Sem mencionar os produtos que pessoas querem tocar, cheirar, ou experimentar antes de sacar o cartão de crédito.

Confira nesse artigo 5 motivos que impulsionam as pessoas a fazer compras pela internet e como você pode aproveitar isso para aumentar as vendas da sua loja virtual.

1 – A economia de tempo nas lojas online

“Tempo é dinheiro”. Não é de agora que conhecemos essa frase tão famosa. Afinal tempo é uma das poucas coisas que pode rivalizar com o dinheiro. Como resultado, economia de tempo torna-se uma forte razão que leva as pessoas a fazer compras online.

Como vender mais com isso:

Pessoas que compram pela internet dão grande importância a economia de tempo. E esse tipo de consumidor costuma ser bastante exigente com a experiência do usuário. Se uma loja virtual oferece uma experiência do usuário precária, as chances da compra ser realizada nessa loja é quase zero.

Certifique-se de que seu processo de checkout seja o mais ágil e eficiente possível. Além disso, faça a otimização da velocidade de carregamento do site para atender a clientes sedentos por tempo.

Nota: um dos grandes culpados pela lentidão no carregamento das páginas são as fotos. Veja nesse guia completo como deixar as imagens da sua loja virtual na medida certa para encantar os visitantes, sem que a página leve uma eternidade para carregar.

Apesar dos compradores online compreenderem o fato de que eles não vão receber o produto na hora (exceto no caso de produtos digitais), alguns vão procurar minimizar, atrasos que comumente ocorrem em processos de compra em lojas físicas.

2 – Possibilidade de maior variedade de produtos

Coisas como espaço na prateleira deixam de ser um problema em lojas virtuais, então devido a isso, os compradores recorrem a internet para encontrar uma variedade maior.

Veja o caso da Amazon por exemplo: ela começou com vendas de livros, mas rapidamente expandiu para diversos setores se tornando um lugar onde você pode comprar praticamente tudo. Desde um notebook a manteiga de amendoim em pó.

Como vender mais com isso:

Considere ampliar seu inventário. Ou ao menos, se você trabalha em um nicho muito específico (camisas personalizadas por exemplo) procure obter uma boa variedade de produtos para seus clientes. Essa é uma das razões pelo qual as pessoas estão comprando na internet ao invés de em lojas físicas.

3 – A busca por preços melhores

Pode não ser quem você está procurando mas acredite, eles estão lá: os caçadores de pechinchas.

Em fato, muitos consumidores usam uma espécie de sistema híbrido de compra onde eles visitam uma loja física para determinar exatamente o que eles querem e então procuram online por um preço melhor.

Isso ocorre principalmente em categorias tais como roupas, na qual os clientes querem tocar, sentir e experimentar o produto.

Eles visitam uma loja física, acham o produto exato que eles querem e vão direto para a internet para encontrar a mesma peça com um preço mais em conta.

Como vender mais com isso:

Dedique-se a encontrar estratégias que melhor se adequem ao seu negócio que lhe permita vender produtos com o menor preço possível. De antemão deixo claro que você não será obrigado a vender barato todos os produtos de sua loja.

Você pode escolher uma pequena quantidade de produtos de cada categoria que vende e lançar promoções com eles.

4 – Análises de outros compradores

Análises e comentários de outros clientes estão entre uma das principais razões que levam as pessoas a comprar na internet. Em outras palavras, se você quer que elas comprem, você tem que mostrar que os outros compraram (e gostaram do que compraram!).

Como vender mais com isso:

Ofereça um sistema de análise e avaliações para seus produtos e mostre-o proeminentemente nas páginas de detalhes dos produtos.

O botão curtir do Facebook é muito bem vindo nesse caso como prova social na página de detalhes do seu produto.

5 - A internet proporciona facilidade na comparação de lojas e produtos

Outro motivo que leva as pessoas a optar por lojas virtuais ao invés de físicas em um ritmo cada vez mais frequente, é que elas podem analisar e comparar várias lojas e produtos ao mesmo tempo.

Ao invés de ter que se deslocar de loja em loja, corredor em corredor, compradores online simplesmente navegam da página de um site para outra comparando as lojas e os seus produtos.

Eles procuram por análises de produtos, comparam preços, qualidade dos diferentes modelos e atendimento ao cliente. E eles podem fazer tudo isso online.

Como vender mais com isso:

Forneça as informações que os compradores mais procuram, no início do ciclo de compra como especificações, preços, etc. Ofereça diferentes variações de um produto para que eles possam fazer comparações.

Sua estratégia de SEO não deve ser voltada somente para os compradores que estão prontos para fazer compras de imediato. Ao invés disso, aplique as estratégias para o momento que antecede a compra; quando a pesquisa está sendo feita pelo consumidor.

Se você tem longos ciclos de vendas, dê aos seus potenciais compradores uma razão para eles lhe darem suas informações de contato, quando eles estiverem no início do processo de compra. A princípio o endereço de email.


Concluindo

A princípio você não precisa ficar desesperado para implementar de imediato todas essas ações em sua loja virtual. Algumas levam mais tempo que a outras para serem desenvolvidas. Mas quando você conseguir, sentirá uma considerável diferença nas suas vendas.

Quer saber mais? Então veja:
Como elaborar uma pesquisa de mercado na internet
Leia Mais ►

Como Definir Qual Melhor Produto Para Vender Na Internet Em 2017

qual o melhor produto para vender na internet
Qual o melhor produto para vender na 
internet em 2017?

Antes de abrir sua loja virtual é preciso decidir qual o melhor produto para você vender na internet. Além disso, você precisa descobrir como vai ter acesso a esse produto.

O fato é que você tem uma variedade enorme como opção e escolher o produto certo para você vender pode não ser uma tarefa muito fácil.

E para lhe ajudar a descobrir o que vender em sua nova loja virtual, aqui vão algumas considerações, seguidas de 5 passos para que você comece seu negócio do jeito certo:

Antes de selecionar um produto para sua loja, reserve um tempo para estudar as tendências do mercado. Assim você poderá concluir se há demanda para o produto que está pretendendo vender. Existem inúmeros recursos que você pode usar para sua pesquisa. Confira alguns:

Jornais e revistas - ler os principais jornais e revistas vai lhe dar uma visão mais abrangente do que é tendência. Por exemplo, se empresas estão gastando muito dinheiro para anunciar um produto em particular, isso pode estar indicando que a demanda para aquele produto está em alta.

Sites de comparação de preços - faça uma visita a ferramentas online de comparação de preços como o Google Shopping ou Buscapé para ver o que está em alta por lá. Sites desse tipo podem lhe ajudar a ter uma visão melhor dos principais produtos vendidos na internet.

Outras lojas virtuais - separe uma boa quantidade de lojas online para dar uma olhada nos produtos que você considera relevante. Leia as análises dos clientes para descobrir quais produtos são os mais populares.

Público alvo

O público alvo está relacionado as pessoas que você está planejando vender. Estar familiarizado com seus futuros clientes ajudará no processo de decisão do que você irá vender para eles. Confira alguns detalhes importantes que você precisará descobrir sobre sua audiência:

Segmentação demográfica - se refere aos detalhes estatísticos tais como sexo, idade, situação econômica, residência, etnia e escolaridade.

Segmentação psicográfica - o foco aqui é no comportamento e nas atitudes de seu mercado alvo. Compreendendo sua demografia e personalidade vai lhe dar uma ideia muito boa de como atender suas necessidades e expectativas.

Sensibilidade ao preço - o público alvo em que você está de olho pode pagar pelos produtos que você pretende vender? É preciso estabelecer isso antes de selecionar um produto para sua loja virtual.

Nota: para obter esses dados com mais precisão, você pode conduzir uma pesquisa de mercado na internet contratando uma empresa especializada.

Porém, se você não dispõe de tempo e recursos para isso no momento, veja nesse artigo como fazer você mesmo sua pesquisa utilizando ferramentas gratuitas.


Artigo relacionado: 5 ferramentas para descobrir as intenções dos visitantes da sua loja virtual

Mercado geral ou Mercado de nicho?

Se você optar por vender um produto para o mercado geral, você enfrentará uma competição feroz de outros grandes sites de vendas no seu setor.

De fato seria uma tarefa árdua, mas ainda assim você pode ser bem sucedido mesmo com tamanha concorrência. Por outro lado, poderia fazer mais sentido focar em um nicho de mercado que seja menos competitivo.

Por exemplo, se você pensa em trabalhar com roupas, ao invés de vende-las para todo tipo de pessoa, você pode optar por vender roupas para bebês ou moda praia. Nesse caso a quantidade de clientes seria menor, mas em compensação facilitaria alcançá-los e conquistar sua fatia no mercado.

Concorrência

Decerto, há um monte de gente que está vendendo os mesmos produtos que você pretende vender. Portanto, você precisa dedicar um tempo para estudar a concorrência e consequentemente descobrir meios de estar à frente dela. 

Para começar, você pode fazer uma rápida pesquisa na internet para encontrar outros comerciantes que estão vendendo os produtos que você está interessado em vender.

Faça uma visita às lojas virtuais deles para descobrir quais produtos aparecem em destaque. Tome notas de outros detalhes importantes como o design do site, marcas e os preços dos produtos.

Outra grande forma de descobrir mais sobre sua concorrência, é fazendo assinaturas de seus newsletters ou se conectando a elas nas redes sociais.

Número de produtos

Quantos produtos você está planejando oferecer em sua loja virtual? Se são 20 ou 200, isso terá um efeito considerável no esforço e tempo necessários para dar vida ao seu ecommerce.

Além do número de produtos, você também terá que observar se existem versões variadas deles ou acessórios extras que precisam ser adicionados.

Preço

Aqui está um item bem importante a ser levado em consideração quando for escolher um produto para sua loja virtual. O preço que você cobra dos clientes será especialmente influenciado pelo custo da aquisição do produto. Veja três formas de você adquiri-los:

Produtos feitos por você mesmo - quando você faz seus próprios produtos, no preço deles será incluso os custos de fabricação, armazenamento, a mão de obra e custos de transporte.

Drop-shipping - adquirir produtos de um dropshiper ajuda a evitar os custos de manter um inventário. Porém, você poderá ter uma margem de lucros menor, principalmente se escolher um nicho muito competitivo.

Comprar diretamente do fabricante ou do atacadista - Nesse caso, o preço do seu produto vai incorporar o custo da aquisição assim como armazenamento e custos de transporte.

Artigo relacionado: onde comprar roupas novas, usadas ou seminovas para revender?


Qual melhor produto para vender na internet - Conclusão

O sucesso do seu negócio será determinado pelo que você decidirá vender na internet e de que modo fará isso.

Antes de mergulhar nessa nova aventura, considere esses fatores junto com o que foi visto no artigo, pois isso lhe ajudará a evitar de desperdiçar seu tempo e dinheiro.

Se este artigo foi útil para você, então experimente ver como fazer sua primeira venda online em 2017 e comece a vender bem em seu novo empreendimento!

Ainda não decidiu o que vender? Então confira essa lista de 5 ótimos produtos para você vender na internet em qualquer época.

Leia Mais ►

7 dicas para fazer sua primeira venda na internet em 2017


Conseguir fazer a primeira venda na internet é sem dúvidas, um dos momentos inesquecíveis na carreira daqueles que trabalham com vendas online.

De maneira geral pode parecer algo simples, mas existem muitos começando nesse ramo que suam a camisa para alcançar tal feito.


Como fazer minhas primeiras vendas na internet 2017
Como fazer minhas primeiras vendas na internet
em 2017? 

Mas, mesmo diante de tamanha dificuldade, há ações a serem tomadas que podem facilitar a tão desejada primeira venda. Não é algo fácil ou mágico, precisará de dedicação e paciência, mas com certeza valerá a pena o esforço.

Veja agora quais são as 7 dicas que irão lhe ajudar a realizar sua primeira venda na internet em 2017:

1 - Escreva um artigo e compartilhe no seu blog

Blogs são muito importantes pela capacidade de estarem em constante movimento. E isso ajuda muito no quesito ranqueamento, fazendo com que ele se torne um canalizador de tráfego qualificado direto para seu site de vendas.

Além disso, esta também é uma chance de você promover seu produto de uma forma mais abrangente e convincente.

Então se você tem um blog dedicado a sua loja virtual, escreva sobre seu produto falando da descrição, benefícios e até um estudo de caso se você tiver. Desta maneira você poderá mostrar aos seus visitantes que você conhece bem o seu produto e é uma autoridade no nicho em que atua. 

Compartilhe seu post e seu blog nas redes sociais ou se for o caso em um site de press release como o Online PR News ou o Press Release Brasil.

2 - Publique press-releases online

Enviar um press release para os melhores press releases existentes na internet é uma maneira eficiente de apresentar o seu negócio online para as pessoas. Sites desse tipo tem uma grande audiência e isso podem favorecer em sua primeira venda.

Existem muitos sites bons de press releases sejam eles gratuitos como o Online PR News, ou pagos (DinoPRNewswire). 
Primeira venda online press release dino

Claro que os pagos prometem mais audiência e distribuição melhor. Mas no geral, sites de PR podem ser bons para criar uma ligação entre você e seus compradores em potencial e lhe ajudar a fazer sua primeira venda.

Contudo, seja bastante cauteloso quando for utilizar press releases. Evite de usar o mesmo texto em vários PR para não ser penalizado pela Google e arruinar seu negócio.

3 - Frequente fóruns regularmente

Fóruns de discussões online são ótimos lugares para lhe fornecer dicas sobre o setor em que sua loja virtual atua, responder perguntas, e conseguir alguns clientes. Pesquise no Google fóruns ativos que podem estar diretamente relacionados ao seu nicho.

Quando você fazer uma postagem, certifique-se de que não está quebrando nenhuma das regras ao divulgar seu produto. 

Fique por dentro dos limites e permissões do fórum e cumpra-os. Utilizar seu avatar, assinatura e página de perfil para promover sua marca, normalmente são aceitos dentro das regras.

Cuidado para não se sentir tentado a postar o tempo todo. Seja profissional. Nenhum fórum irá tolerar divulgação constante ou posts cheios de links para seu blog ou página de produtos da sua loja virtual.

Agir de tal maneira, só irá prejudicar sua marca online diante de outros usuários. Então, mantenha um ritmo de postagem que seja suficiente apenas para as pessoas notarem sua atividade e não para produzir spam.

4 - Experimente vender em redes sociais

Você pode utilizar as redes sociais para divulgar seus produtos postando imagens e vídeos ou até mesmo utilizá-las para comunicar e incentivar o engajamento de clientes e compradores em potencial. 

Apesar de que você está trabalhando para realizar sua primeira venda, tenha sempre em mente primeiro de construir relações nas redes sociais. Daí quando você conseguir estabelecer um relacionamento sólido, as vendas acontecerão naturalmente.

Redes sociais como Facebook e Instagram estão aí para ajudar tanto quem está começando quanto quem já está há algum tempo no mercado, a conseguir vender ainda mais na internet.

5 - Comece um programa de marketing de afiliados

Se você quer alcançar uma extensão ainda maior de seus compradores online, talvez você queira considerar o marketing de afiliados. Dessa forma, outras pessoas (afiliados) irão lhe ajudar a vender seus produtos através de seus sites e blogs por uma justa porcentagem ou comissão. 

Este pode ser um bom método para gerar não somente sua primeira venda, mas também as próximas, especialmente se os afiliados são bem confiáveis e possuem alto reconhecimento.

6 - Envie amostras grátis para influenciadores

Influenciadores são pessoas com elevado poder de influência na internet que tem a habilidade de persuadir outras pessoas para fazer algo, ou nesse caso, comprar algo.

Blogueiros e pessoas que se destacam por serem bastante ativas nas comunidades e redes sociais são exemplos de influenciadores.

Tente entrar em contato com essas pessoas para fazer reviews dos seus produtos. Você pode enviar para eles amostras grátis e pedi-los para que eles publiquem um feedback em seus blogs ou redes sociais.

Quando esses influenciadores escrevem, tweetam, postam ou criam um vídeo sobre o seu produto, sua loja virtual e os produtos ganham publicidade instantânea graças aos seguidores. 

Além de enviar amostras grátis para eles, você pode também realizar uma entrevista e postá-la em seu blog ou rede social e o mais importante, marcar o influenciador.

Ele ou ela será notificado e provavelmente compartilhará o vídeo ou entrevista com seus seguidores.

7 - Faça parte de sites de comparação de preços

Sites de comparação de produtos como o Google Shopping lhe permitirão postar seus produtos no site e comparar os preços com outras lojas online que vendem os mesmos produtos que os seus.
Embora a maioria das pessoas que frequentam esse tipo de site esteja mais interessada nos preços, há aqueles que consideram a qualidade do produto como prioridade.

Então evite baixar o preço do seu produto a fim de se manter competitivo ou então você acabará prejudicando seu negócio.

Hora de começar 2017 vendendo bem

Fazer a primeira venda na internet pode ser uma tarefa difícil e as vezes o tempo que isso leva para acontecer pode ser frustrante. Todavia, se você for paciente e trabalhar de verdade, com o auxílio dessas dicas e estratégias, o grande momento acontecerá em questão de pouco tempo. 

Agora que você possui novas dicas, que tal começar a colocá-las em prática e fazer acontecer? Boas vendas!

Ah e se por acaso você ainda está decidindo o que vender, veja essa lista de 5 produtos que vendem muito bem na internet em qualquer época.

Quer saber mais? Então veja:
O que vender na internet para ganhar um dinheiro extra?
Como vender produtos pela internet usando uma loja virtual
11 Dicas imperdíveis para vender mais roupas pela internet
4 tipos de sites eficientes de vender seus produtos pela internet
Leia Mais ►

Como Usar O Facebook Para Vender Mais Pela Internet

como vender mais pela internet facebook
Como vender mais pela internet usando o Facebook
Se você já trabalha com vendas na internet, ou mesmo se não trabalha mas quer usar o Facebook para fazer com que mais pessoas comprem seus produtos, esse artigo lhe mostrará em 10 dicas de como vender mais pela internet usando técnicas de vendas voltadas o Facebook.

1 - Traga sua loja para o Facebook

Use um serviço que transfira os produtos de sua loja online ou física para sua fan page no Facebook e a transforme em uma vitrine virtual e que forneça ferramentas essenciais de marketing para potencializar suas vendas. O Shopify pode ser uma boa alternativa.

2 - Divulgue sua Loja no Facebook em sua loja física

Se você possui uma loja física então não esqueça de deixar seus clientes saberem que você está no Facebook, e deixá-los cientes também de que ofertas exclusivas serão postadas lá regularmente.

3 - Invista em campanhas de anúncios

As campanhas de anúncios do Facebook Ads permitem que você alcance diversos objetivos: conseguir mais curtidas, visitas em seu site, inscrições, etc.

E graças as configurações eficientes de segmentação, você será capaz de atingir um público interessado pelo seu produto, sendo que você poderá investir de acordo com suas capacidades.

4 - Faça postagens que informe e divirta

O tempo de duração da atenção das pessoas no Facebook é bem curto devido a tanta informação nova que surge a cada segundo. E novos feeds dos usuários são preenchidos terrivelmente rápido.

Então não se limite a apenas a divulgar seus produtos ou anunciar ofertas e coisas do tipo.

Fazer postagens regulares com conteúdo interessante, piadas, enquetes para seus fãs sobre os atuais eventos, cultura pop, vai lhe ajudar a ganhar mais atenção do seu público e manter o interesse em seu negócio.

5 - Aumente o número de curtidas

Aumentar o número de fãs conseguindo mais likes é vital, pois quando postar algo novo, você aumenta a taxa de curtidas de modo que o conteúdo do post irá aparecer nos feeds de seus clientes em potencial. 

Uma dica simples que você pode usar para aumentar as curtidas da sua fan page sem gastar nada é em momentos oportunos, tanto na internet quanto fora dela, convidar amigos, colegas de trabalho ou da faculdade, que tenham alguma pré disposição a comprar na internet, o tipo de produto que você vende. 

6 - Ofereça ofertas exclusivas

Lembre-se que os clientes gostam de sentir especiais. Um dos principais motivos pelo qual as pessoas irão curtir a página da sua loja no Facebook é a esperança de que eles vão tirar algum proveito disso.

Então incentive-os! Ofereça promoções, descontos e vendas que são exclusivas para os fãs e eles continuarão retornando para ter mais.

7 - Peça um feedback

Um feedback de seus fãs no Facebook fornecerão informações valiosas para ajudar a melhorar a presença do seu negócio na rede social. Faça perguntas a eles a respeito do atendimento, qualidade dos produtos, serviço de entrega, promoções etc. 

Use as respostas melhorar essa presença e empregue as melhores ideias se elas forem praticáveis. Fazendo isso mais qualidade será adicionada ao relacionamento com seus fãs.

8 - Incorpore o Facebook no serviço de atendimento

Incremente as opções do seu atual serviço de atendimento ao cliente, utilizando o Facebook. Permita avaliações de clientes sobre seus produtos em seu mural.

Encoraje os fãs a compartilharem suas experiências de compra com você. Se a experiência for boa, agradeça-os. Se houve algum problema, dedique toda a atenção ao problema e ofereça uma solução. 

E vale lembrar que é preciso ter muito cuidado com o que vai dizer ao lidar com o problema. Principalmente em uma rede social como o Facebook.

Garantindo total transparência, você estará sinalizando para clientes atuais e em potencial como você se importa com a satisfação deles.

Uma pessoa que visita sua loja no Facebook ou fan page pela primeira vez e nota que você se age corretamente diante da reclamação de um cliente se sentirá muito melhor em fazer negócios com você.

9 - Use vídeos e imagens de alta qualidade

Não despreze o grande poder dos recursos de mídia no Facebook. Nada atrai mais a atenção do que uma imagem de alta qualidade ou um vídeo super criativo. Use esse recurso da melhor maneira para entreter os fãs e incentivá-los a fazer uma comprinha de vez em quando.

10 - Crie um headline inesquecível

Em resumo, o headline é uma estratégia voltada para o título de uma postagem, com o objetivo de atrair a atenção dos leitores. Para isso o título é construído de forma que ele descreve o conteúdo da postagem, porém utilizando combinações de palavras que a deixa quase irresistível de ser lida.

Quer um exemplo? Em uma postagem sobre vendas de casas, qual título você acha que atrairia mais a atenção? 

Este? “Como vender sua casa em um dia” 

Ou este? “Como vender sua casa sem esforço em até 24 horas”

Headlines são importantes para atrair a atenção e esse em muitos casos é o primeiro passo no processo de venda. Dedique um tempo para aprender a escrever headlines atraentes.

Aumentar a taxa de conversão da sua loja virtual também pode lhe trazer muitas vendas. Saiba como fazer isso aqui.


E agora que chegamos ao fim, que tal pegar essas dez dicas e começar a colocar em prática? Mas antes, gostaria muito de saber sua opinião sobre esse artigo. Comente! Participe!

Leia Mais ►

Top 4 Tipos De Sites Para Vender Produtos Na Internet

Trabalhar com vendas online, é uma das formas de negócio na internet mais lucrativas atualmente. Contudo, definir entre tantos tipos de sites, qual o melhor para vender produtos na internet, é uma dificuldade para quem está começando. Se você tem essa dificuldade, então continue lendo para conhecer os 4 tipos de sites no qual acredito serem os melhores para vender seus produtos online.


sites para vender produtos na internet
Quais os melhores sites para vender produtos na internet?

1 – Lojas virtuais

As lojas virtuais estão entre os sites mais procurados para vender produtos na internet. E cada vez mais tem se tornado fácil, tanto a construção de uma loja online quanto a administração dela. 

Dentre as melhores plataformas atualmente, algumas requerem certo nível de conhecimento em programação enquanto outras não. Mas a realidade é que elas oferecem a possibilidade de criação, configuração e lançamento de sua própria loja virtual em menos de um dia.

E uma vez que ela estiver pronta, você poderá aceitar pedidos 24 horas por dia com o mínimo de esforço.

Algumas das plataformas de destaque para construir uma loja virtual são:


site para loja virtual magento

vender produtos na loja virtual prestashop

shopify site para vender produtos na internet


Algumas características que fazem da loja virtual o sistema mais completo para realizar vendas na internet:

Integração com outras mídias sociais, o que permite alcançar um público muito maior;

Grande variedade de ferramentas e configurações voltadas para SEO que aumentam e muito as chances de ficar entre os primeiros nos resultados de pesquisa.

Suporte mais eficiente.

Poderosos recursos de personalização que permitem oferecer aos visitantes uma ótima experiência visual e de navegação.

Ferramentas de Analytics que permitem acompanhar o desempenho e a evolução da loja virtual. Contudo, mesmo que seja possível administrar uma loja virtual com mais facilidade, é preciso dedicação e estudo para garantir resultados melhores.

Além dessas plataformas que citei acima, você pode experimentar a Loja Integrada. É super indicada para quem está começando. Nela é possível ter uma loja virtual totalmente grátis para começar a vender uma quantidade razoável de produtos além de ser bem fácil de usar.

2 – Redes sociais

Em uma era em que sem as redes sociais, a internet não seria mais a mesma, vender seus produtos em um site como o Facebook é sem dúvidas, uma forma eficiente de venda online.
Hoje é possível encontrar grupos como o Vendas Salvador, Classificados Brasiliense ou o Teixeira Vendas, que são especializados em vendas de produtos seminovos e usados ou até mesmo trocas.

Mas, se você busca algo mais profissional, pode criar uma fan page dedicada para vender seus produtos, ou ainda melhor transformá-la em uma vitrine com os produtos da sua loja física ou virtual.

Para esse caso é comum encontrarmos atualmente, plataformas de lojas virtuais (como Shopify ou Bigcommerce) que disponibilizam gratuitamente, uma versão no Facebook de uma loja que você já tenha criado em um desses sites.

E gerenciar a versão de sua loja virtual no Facebook torna-se uma tarefa mais fácil se você já tem experiência na administração de fan pages.

3 – Marketplaces

Podemos imaginar um marketplace como uma espécie de grande shopping ou feira na internet, ou até mesmo uma enorme lista de classificados. Vender produtos em sites do tipo marketplace é a maneira mais simples de trabalhar com vendas na internet.

Nele você pode tanto ofertar quanto fazer o comércio dos seus produtos sem que precise dominar linguagens complicadas de programação ou conceitos complexos do E-commerce.

Além disso, o processo é bem simples. Primeiro você faz o cadastro no site, depois registra o produto e logo em seguida ele já estará sendo exibido no marketplace.

Veja algumas vantagens de se optar pelo marketplace para anunciar seus produtos:

Baixo investimento – inicialmente, seu investimento será apenas da taxa que pagará por cada produto que você anunciar for vendido.


Grande economia de tempo – Para que seus produtos estejam prontos para venda, basta fazer seu cadastro no site e em seguida cadastrar os produtos. E isso lhe renderá mais tempo para aprender através de atividades simples como cadastrar produtos e atender pedidos.

Outra vantagem a destacar é que seus produtos cadastrados poderão fazer parte de campanhas de anúncios criadas pelo próprio site que irão atrair a atenção dos consumidores.

Em contrapartida, algumas desvantagens em adotar o marketplace para vender online são:

Boa parte das plataformas não oferece um suporte muito bom para estabelecer o contato com o consumidor.

O fato de seus produtos aparecem próximos a outros tantos anunciantes, torna a concorrência super alta. O diferencial aqui é algo que conta muito para se destacar.

Como estamos falando de um sistema bem simples, então não há muitas opções de personalização, fazendo com que sua “mini loja virtual” se pareça bastante com outras que utilizem a mesma plataforma.

Podemos destacar dois ótimos exemplos de marketplaces que, de uns tempos para cá, ganharam bastante destaque no Brasil:
site para vender produtos bom negócio


site para vender produtos na internet olx


Se você está começando no ramo de vendas pela internet, os marketplaces podem ser a melhor opção para você gerar suas primeiras rendas e ganhar experiência para quando for atuar em áreas mais avançadas do Ecommerce.

4 – Blogs

Já não é de agora que os blogs estão no TOP de melhores ferramentas de mídias sociais. Boa parte dos conteúdos que encontramos online estão neles. Sejam informativos, downloads, entretenimento, etc.

E algumas razões desse tipo de site ser tão utilizado para vender produtos na internet são a facilidade de utilização, suas ferramentas e o poder de ranqueamento nos sites de busca.

Graças as grandes possibilidades de personalização (seja editando o código HTML ou instalando widgets), é possível deixar um blog com a aparência de uma loja virtual super atraente.

Embora, optar por um template (tema) voltado para Ecommerce possa trazer um resultado muito melhor e com menos trabalho.
vender produtos pela internet com blogs


Outra vantagem de usar um blog para vender na internet é que você pode usar suas ferramentas para obter o melhor do SEO e dessa forma conseguir as melhores posições nos resultados de pesquisas. O que resultará em mais vendas.

Os três melhores serviços de criação de blogs atualmente são:

vender produtos no blogger
wordpress vender produtos na internet

vender produtos no tumblr



Aqui o destaque vai para a Wordpress que dispõe de uma quantidade enorme de belos temas grátis e pagos para Ecommerce. Sem falar nos tantos plugins que podem tornar seu blog de vendas no Wordpress ainda melhor.

Há ótimos plugins gratuitos de carrinhos de compras. E lembrando também do famoso plugin SEO by Yoast. Fundamental para a otimização das páginas e posts.

Contudo, Wordpress requer um investimento maior em relação às outras duas, principalmente porque para poder instalar os plugins, é preciso utilizar a versão .org que diferente da .com, é paga. Além do mais, na Wordpress.org é possível personalizar seu blog editando o HTML de acordo com suas necessidades.


Estou certo de que pelo menos um desses sites é a melhor opção para você vender seus produtos na internet. Com isso, o próximo passo é definir qual deles atende melhor suas necessidades, depois começar a arregaçar as mangas e fazer seu negócio decolar!

Quer saber mais? Então veja:
7 sites para você trabalhar com revenda de produtos na internet
Como vender mais roupas pela internet
Como vender o seu conhecimento na internet
5 erros que lhe impedem de vender na internet e como resolver
Qual o melhor produto para vender na internet em 2016?
Leia Mais ►